Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
flagras gostosas sexo anal amadoras gostosas videos porno

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Perdendo a virgindade com os meus primos | Acervo de Contos

Perdendo a virgindade com os meus primos

Me chamo Marianne, mais conhecida com Anne, vim aqui contar um pouco sobre o que aconteceu comigo, bom na época eu adorava ir passar as minhas férias na casa de uma das minhas tias a Leila.Como minhas aulas já estavam chegando ao fim, eu liguei para minha tia e avisei que iria para lá na próxima semana. Chegando na rodoviária liguei para minha tia e disse que ela poderia vir me buscar, quando ela chegou no carro estavam meus dois primos o Lucas e o Victor Germano, minha tia desceu do carro, me deu um abraço e me ajudou com as malas, como o banco da frente estava ocupado com umas compras dela, eu tive que ir sentar atrás com os meus dois primos, logo que entrei notei que eles cochichavam muito e me olhavam de uma forma que me deixava arrepiada, não por medo, mas sei lá, não sei dizer o que senti. Logo que chegamos peguei minhas malas e levei-as até o quarto onde iria dormir, e ao lado do meu quarto ficava o quarto dos meus primos, e o da minha tia no fim do corredor, bem distante... No jantar reparei que o Victor me olhava com desejo, e o Lucas também, de certa forma me senti um pouco atraída, mas sabia que era errado e que eles eram apenas meus primos e nada mais, na época eu era virgem e confesso que ainda sentia um pouco de medo de perder o meu selinho. Depois da janta ajudei minha tia com a louça, e conversamos um pouco, minha tia como trabalha estava muito cansada e resolveu ir dormir, subimos para cima juntas e ela disse para mim ficar no quarto dos meninos, conversando ou mexendo no computador, ela bateu na porta e disse: meninos façam com que a Anne se sinta em casa, eu entrei no quarto toda tímida, sem jeito e me sentei num banquinho, o Lucas estava usando o computador, e o Victor estava deitado, eu estava ali toda sem jeito, de pernas cruzadas, cabeça baixa e quieta, foi quando o Lucas levantou-se da cadeira, trancou a porta e entregou a chave ao Victor, foi quando o Victor disse ao Lucas: então maninho o que nós podemos fazer com essa priminha toda gostosa que nós temos, e continuou, bom eu pensei em brincar um pouquinho com ela, mais ela parece ser tão tímida, o Lucas só ria, mais era um riso malicioso. Eu fiquei constrangida com aquela situação toda e me levantei, pedi para que o Lucas abrisse a porta pois eu queria ir dormir, então o Victor falou, é Lucas abre a porta pra ela pois cabaça é assim mesmo e jogou a chave. Eu fui para meu quarto e troquei de roupa, peguei uma camisa do Victor que eu achei e coloquei, mas antes eu tirei a calçinha e o sutiã, fiquei bem à vontade, estava decidida a deixar meus primos me fuderem, sai do meu quarto e fui até o quarto deles, espiei pela porta e o Victor estava só de cueca, e o Lucas estava saindo do banheiro, recém erguendo a bermuda, foi então que eu entrei no quarto, e disse, quero usar o computador se vocês não se importam, me debrucei sobre a mesa, fazendo com que a minha bucetinha ficasse de fora, foi então que senti o Victor me agarrando e falou,eu sabia que você era safada, ele me beijou, me sentou na mesa do computador mesmo, e ali tirou a camisa que eu estava vestindo, ele me escorou e começou a chupar meus peitos e me apertava com desejo, ficamos nisso uns cinco minutos, depois eu desci da mesa, e tirei a cueca dele, nossa eu me surpreendi com o tamanho do pau do meu priminho, eu vi que já estava duro como uma pedra, comecei a punheta-lo, eu era sem experiência nisso mais já havia visto em alguns filmes, ele me jogou na cama e começo a passar a língua por todo o meu corpo, o Lucas resolveu participar, e me deu o pau para mim mamar, eu só pensava em como aquilo era gostoso, o Victor começou a descer a mão até a minha bucetinha, então eu o falei que ainda era virgem, e ele falou que não iria doer nada, que ele iria com calma, primeiro ele brincou um pouco com ela, passava os dedos, e repetia nossa que bucetinha gostosa heim priminha, foi então que o Victor começo a penetrar um dos dedos, eu comecei a gemer, depois ele penetrou mais dois, e enquanto mais ele colocava mais eu gemia, e mais e mais alto, foi então que eu percebi que os quatro dedos dele já estavam na minha bucetinha, o Lucas avisou que iria gozar então o Victor falou, dá leitinho pra ela mano, ela vai amar, então o Lucas me beijou, abriu minha boca e gozou, que porra deliciosa, era tanta que escorreu pelos peitos, e eu continuei a mamar, por enquanto eu só havia sentido os dedos dentro da minha bucetinha, então o Victor falou, bom priminha eu ainda não vou colocar meu pau na tua bucetinha para não te machucar muito, pois aquele pau além de lindo, era grosso e imenso, e continuou, bom priminha então vou aumentar de tamanho e largura, levantou da cama, desceu as escadas e voltou com uma banana, na hora eu gritei não, mas ele disse que não ia doer, eu continuei negando, então o Lucas puxou meus cabelos me deitou e colocou seu pau na minha boca, enquanto isso o Victor abriu minhas pernas com muita violência, e colocou a banana com muita força á ponto de romper meu hímen e fazer com que saísse sangue, eu comecei a gritar e chorar pois a dor era muita, então o Victor me levantou, me abraçou, e o Lucas deitou-se na cama, então o Victor me jogou encima do Lucas, e disse: agora você vai sentir coisas muito mais grossas e riu, ele abriu minhas pernas, beijou minha bucetinha e disse, vai lá mano ajeita teu pau na buceta da nossa priminha, então o Lucas ajeitou a cabecinha do seu pau na minha bucetinha e me empurrou pra baixou fazendo com que encaixasse a minha bucetinha e o seu pau, então o Victor apertou meu peitos com muita força e colocou seu pau junto ao do Lucas na minha bucetinha, confesso que a dor era muita, mais que eu estava amando tudo aquilo. Ficamos assim mais de uma hora, depois eu cavalguei no pau do Victor mais uma meia hora, depois cavalguei no pau do Lucas, então o Victor falou, agora priminha a gente vai arromba teu cuzinho, e você vai amar, foi então que ele me colocou de 4 e comeu meu cuzinho, bom e arrombou mesmo, ficou enorme. Depois o Lucas comeu meu cuzinho, meio desajeitado pois falou que ainda era apertadinho pro seu pai passar, e que seu pau estava doendo, mais ele continuou, fez um serviço MARAVILHOSO, depois o Victor deitou, pediu pra que eu cavalgasse com a bucetinha no seu pau, me puxou pelos peitos, me deitou e o Lucas penetrou meu cuzinho, foi deliciosa a sensação de ter dois só pra você, um na frente outro atrás, ambos tem o pau lindo, gostoso, grande e grosso, e eles também são umas delicias. A gente ficou transando mais um pouco em diversas posições, então eles gozaram em mim todinha, era uma cascata de porra escorrendo, eu bebi o quanto pude mais ainda sobrou muita porra no meu corpinho todo, eram 06h30min da manhã quando paramos de fuder gostoso, então eu fui me deitar. Acordei com uma caricia na bucetinha, era o Victor, dizendo que a minha tia já havia ido trabalhar, e que queria brincar mais um pouco comigo, eu lógico que aceitei pois havia amado a foda da noite passada, então ele pediu pra que eu me esticasse na cama, abrisse as pernas e os braços e fechasse os olhos, então ele me amarrou na cama, e começamos a brincadeira, o Victor estava violento, e me comeu com muita força, me apertou com uma vontade que me deixou cheia de marcas, e eu amava aquele pau grosso entrando e saindo de mim, ele me deixou amarrada até as 20h30min da noite, e nesse tempo todo eu recebi aquele pau dele e do Lucas, em todos os lugares, na bucetinha, no cuzinho e na boquinha, até espanhola eu fiz, e AMEI aquilo. O Lucas e o Victor chuparam minha bucetinha e meu cuzinho e aquilo foi ótimo, eu me sentia poderosa, eu amei ficar amarrada, recebendo o pau, e dedos deles, e diversos objetos... era delicioso, quando deu 20h30min eles me soltaram me encheram de beijos, e eu e o Victor resolvemos fuder na escada, aquilo foi maravilhoso demais, depois eu fudi com o Lucas no banheiro e assim por diante. Aquele era apenas o segundo dia de férias, e o resto das férias foram assim, com muita foda. Até hoje quando nos encontramos temos um tempo para fuder, e agora eu recebo dois paus na buceta e um no cú, pois meu namorado também participa!

 

Gostou? Vote no Conto:

24/12/2010 | 107522 visitas

 
 
 
gostosas videos porno safadas