Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Noite em casa. | Teens | Acervo de Contos

Noite em casa.

Noite em casa.

Nós chegamos a nossa casa por volta das onze da noite, eu não queria que você visse a surpresa que te aguardava então lhe vendei os olhos para que não bisbilhotasse. Eu estava amando a situação. Mas também queria aguçar seus sentidos para que conseguisse sentir os cheiros do incenso que espalhei pela casa, com perfumes de rosas. Então chegamos ao quarto que estava escuro com velas vermelhas grandes espalhadas, além é claro das pétalas que espalhei pela cama, pelo banheiro, as rosas davam um clima nostálgico. O cheiro estava ótimo assim como te guiar pela casa tocando sua pele alva e macia. Não resisti à tentação e lhe desferi beijos nos ombros e te falei ao pé do ouvido:

-Desculpe meu amor, mas eu quero que saiba que eu te amo e te farei a mulher mais completa essa noite.

Ao falar isso percebi um leve arrepio perpassar seu corpo, eu sorri e ainda não tirei sua venda peguei sua mão e comecei a beijar. Depois coloquei uma musica de funda romântica e puxei para dançar, apesar de sua recusa dançamos com você de olhos fechados. Então eu coloquei as mãos na sua cintura e começamos a dançar num ritmo mais lento, eu tirei sua venda com a boca e olhei seus olhos como se não houvesse mais nada no mundo, mas pelo menos pra mim não existe nada mais importante. Nossos olhos e beijaram antes que os lábios se tocassem, o coração bateu em um só ritmo: rápido e ansioso. Eu coloquei sua mão sobre meu peito e disse:

-Você o fez bater de novo, cada vez que sinto o sangue correr em minhas veias sei que foi você que me salvou da angustia dos falsos amores.

Eu te beijei e te guiei para a cama que já estava desforrada e coberta de rosas, soltei seu cabelo tão lindo que logo se misturou as rosas. E cada vez mais te olhar com aquela musica aumentava minha vontade de me tornar um só com você. Após te deitar eu comecei a beijar carinhosamente seu pescoço de leve e fui aumentando o ritmo aos poucos e descendo os beijos. Meus beijos chegaram a sua barriga, levantei sua camiseta e encontrei uma pele macia, dei mais atenção aos beijos. Então tomado por uma tentação louca pedi-lhe para tirar a calça e fui tirando beijar muito de leve cada pedaço da cocha causando arrepios e vi arrepiar os pelos lindos de sua perna.

O quarto emanava o desejo do amor de dois jovens apaixonados, deitamos e rolamos na cama você subia em mim irresistível com camiseta e calcinha, pedi para soltar o cabelo. E você o fez deixando a amostra os cabelos que estavam com rosas emaranhadas. Foi a cena mágica mais bonita que já vi na vida, então segurei seus braços e te virei para baixo e recomecei a beijar suas coxas e minha mão encontrou sua calcinha que estava um pouco úmida. Minha mão a tocou com movimentos leves enquanto meus lábios iam tocando sua virilha. Subi os beijos e pedi para tirar sua camiseta. Então de calcinha e sutiã eu te beijei e recomecei a conhecer o seu corpo com beijos intensos. O desejo estava vivo, sua pele alva e seus lábios rubros despertavam meu tesão e me deixavam sequiosos de te transformar minha mulher naquela noite.

Minhas mãos alcançaram seus seios e os beijei intensamente até que meus lábios desceram e encostaram-se à sua calcinha. Não era possível parar de beijar e minha língua puxou-a para o lado conhecendo sua anatomia. O gosto do amor em minha boca, eu girava a língua até que consegui penetrar a língua e senti-me mais feliz ao fazê-lo. Voltei a subir os beijos e deixei meu dedo cumprir o papel da língua, primeiro enfiei 1 dedo depois coloquei dois e comecei a movimenta-los muito rapidamente quando eu coloquei o terceiro você estava delirando. Tudo isso enquanto eu beijava sua boca que largava a minha pra soltar gemidos abafados. Então tirei minha calça e pedi para colocar gostoso, você disse que sim. Coloquei meu pênis na entrada e fui forçando um pouco.

Forcei, forcei até que entrou a cabecinha toda e comecei a girar ela dentro de você, coloca-la e tira-la. Então você mesma puxou meu corpo e fez todo meu pênis te penetrar profundamente. As bolas bateram em sua virilha e eu comecei um vai e vem lento que fui aumentando de ritmo. Eu te olhava muito e continuava a desferir beijos em seu pescoço. Nossos suores se misturavam, eu então tirei o meu pênis todo e recoloquei-o de uma vez só. Eu estava fazendo muito rápido, veio-me a ânsia de gozar, então tirei meu membro e comecei a beijar do lado da virilha e cada vez mais se aproximando da sua menininha. Que delicia estava, pedi para você virar de costas e então te penetrei com muito fervor encostei um corpo ao outro. Eu fiz movimentos muito, muito rápidos e você disse para que eu continuasse, pois você gozaria eu continuei forte e rápido e seus gemidos foram ficando mais intensos!

Gozamos juntos comigo apalpando seus seios e você de costas, pedi-lhe então para você tomar um banho delicioso junto comigo. Então ao chegar lá para sua surpresa a banheira tinha rosas sobre a água e te deitei lá deliciosamente e comecei a te massagear todo o corpo, cada parte, relaxar seus músculos e aos poucos sem perceber eu já estava com os dedos em sua menininha e recomecei a estimula-la. Desci minha cabeça sobre a agua e comecei a chupa-la por debaixo d?água mesmo. Fiz vários movimentos com a água ajudando, fiquei uns 5 minutos sem diminuir o ritmo até que senti seu gozo delicioso em minha língua e você ficando exausta, subi minha cabeça e te beijei gostoso.

Vendo que você estava exausta te tomei pelo colo antes que você pudesse reclamar e deitamos sobre as rosas que testemunharam nosso ato de amor. E lá abraçados, nus e molhados nos abraçamos confortáveis para dormir.

Eu dormi depois de você amor, ainda fiquei lhe fazendo um cafuné bom, pensando em como é bom ter você ao meu lado e em como quero melhorar cada noite com você. Naquele momento me senti completo em cada centímetro do meu corpo, pois somos um só. Então finalmente dormi com você em meus braços.

 

Gostou? Vote no Conto:

31041 visitas