Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
videos de sexo sexo anal sexo anal videos de sexo sexo safadas

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Dei na biblioteca do colégio | Acervo de Contos

Dei na biblioteca do colégio

Meu nome é Saory e tenho 23 anos. Vou contar algo que aconteceu comigo.
Eu estva no 3° ano e tinha o costume de estudar com uns colegas na biblioteca do colégio eu sempre tive a bunda grande, os seios grandes e empinados as pernas grossas e malhadas e sabia que os meninos eram loucos para me comer. Numa sexta-feira, dia D no colégio, todos os alunos do 3° ano deveriam ir fantasiados, então resolvi ir de colegial para provocar os meninos. Fui com uma blusa branca meio transparente e uma sainha bem curtinha.
Decidi tirar este dia para provocar o garoto mais gato do colégio, Edu, que era da minha turma e sempre me comia com os olhos durante as aulas. Apesar do uniforme minha bunda e meus seios sempre ficavam evidentes e eu fazia questão de colocar calças bem apertadas que valorizassem meu bumbum para deixar Edu mais louco ainda.
Toda sexta-feira os meninos jogavam futebol depois da aula, mas pedi a ajuda de Edu para estudar com a desculpa que tinha ido mau na prova, o q era mentira, pois eu sempre fui muito boa aluna e Edu concordou meio desconfiado pq sabia disso. Durante toda aula eu me exibi para ele. Depois da aula chegamos na biblioteca e procuramos um lugar bem tranquilo, pois eu disse que não conseguia concentrar com barulho. Me sentei na mesa do lado de Edu e percebi que so tinha ficavado a bibliotecária dentro da biblioteca. O Edu começou a me expliar a matéria, mas se desconcentrava quando via meu decote que desixavam meus seios quase a mostra. Eu encostava minha perna na dele para ver sua reação e vi que ele estava com bastante tesão. Falei que o livro q eu não gostva amuito do livro q ele usava e disse que ia procurar outro. Me abaixei fingindo que ia pegar um livro na pratileira deixando minha buda toda a mostra e minha calcinha minúscula de tão enfiada, quase não aparecia. Percebi que ele passava a mão no seu pau que pelo volume da calça parecia grande e grosso. Pedi que ele me ajudasse a pegar um outro livro numa prateleira bem alta e qdo ele foi pegar, passei "sem querer" na sua frente, esfregando minha munda no seu pau. O Edu já tinha entendido o joguinho e disse que tinha um outro livro muito bom na prateleira ao lado. Quando me abaixei para pegar Edu fingiu que ia colocar o livro que estava usando na prateleira e esfregou seu pau na minha bundinha, Me levantei e ele começou a passar a mão na minha bunda por baixo da saia e depois me agarrou por trás e enquanto me encoxava ele apertava meus seios ele desceu uma das mão e começou a alisar meu grelinho. Eu já estava toda molhadinha. Me virei para Edu ele me encostou na parade, abriu minha blusa e começou a chupar meus seios alternadamente. Ele mordia os biquinhos que estvam bem durinhos, os chupava como um bezerro desmamado e passava a lingua como se brincasse com eles. Comecei a alisar seu mebro que parecia que ia estourar a calça. Ele puxou minha calcinha de lado e se baixou para me chupar. Fiquei louca de tesão qdo senti aquela língua na minha buceta. Ele passava a língua lentamente nas minhas coxas, chegava no grelinho, dava algumas mordinhas e depois me chupava vorazmente. Eu segurava sua cabeça e e rebolava passando minha buceta molhadinha em sua boca enquanto gozava.
Ele abriu sua calça, colocou seu pau enorme para fora e mandou que eu o chupasse. Eu lambia seu pau lentamente, passava a língua pela cabeça, enfiava as duas bolas na boca chupando-as com vontade enquanto o punhetava. Enfiava seu pau ate na garganta e chupava sugava com vontade enquanto o ouvia gemer baixinho. Ele então me levantou, me forçou contra a parede e começou a passar seu pau entre as minhas pernas. Começou a brincar de passar a cabecinha na porta da minha buceta que já estva pegando fogo e quando eu já não estva aguentando mais, enfiou tudo e começou a bombar com vontade. Eu não acreditava que aquele pau daquele tamanho tinha entrado todo. Enquanto ele metia, ela apertava minha bunda e chupava meus seios com vontade. Senti, então aquele jato quente dentro de mim e gemi alto. Me abaixei e começei a laber seu pau até não ficar uma gotinha do seu leitinho sem me preocupar se a bibliotecária pudesse aparecer.
Ele disse que eu era muito gostosa e safada e que aquela tinha sido a melhor foda da sua vida. Nos arrumamos e eu agradeci pela ajuda "no estudo" e perguntei se ele gostaria de me ajudar mais vezes. Ele sorriu e disse qui sim, mas que da próxima vez seria na casa dele.
Bom, isso eu conto para vcs depois...

 

Gostou? Vote no Conto:

10/10/2009 | 79318 visitas

 
 
 
videos porno filmes porno flagras