Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
flagras porno ninfetas videos de sexo ninfetas porno

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Safadezas com as priminhas no Motel | Acervo de Contos

Safadezas com as priminhas no Motel

Ola gente, adoro este site e este é o meu primeiro conto espero que gostem, venho aqui relatar uma experiência que aconteceu comigo há uns meses atrás, me chamo Rodrigo (nome fictício) em um fim de semana combinei de sair com meu amigo Felipe e duas garotas que eram primas Paula e Renata que ele conhecia, mas eu ainda não, ele inclusive já havia ficado varias vezes com a Paula. Ele ligou e combinou de pegarmos elas sábado para dar unas voltas elas aceitaram de imediato, pois estavam com um fogo só. Passamos no lugar combinado e pegamos as duas fui até um lugar que vende bebidas e comprei uma vodka e uma Sprite depois fomos até uma praça deserta para tomarmos as bebidas elas bebiam com gosto diziam que queriam ficar alegres e fazer besteirinhas. Depois de uns 30 minutos na praça já estávamos no clima foi ai que fiz a proposta de irmos os quatro pra um motel elas adoraram a idéia, chegando lá pedi para que o Felipe e a Paula que estavam no banco de trás se abaixarem, pois o motel não permite dois casais em um apartamento não permite entre aspas né . Passamos fácil pela portaria, chegando ao quarto elas pediram a nós que fizéssemos um strip tease fiquei meio sem jeito, mas fiz quando eu e meu amigo Felipe já estávamos pelados pedi o mesmo para elas que fizeram de imediato eu e Felipe sentamos na cama cada um de um lado e elas foram tirando peça por peça até ficarem peladinhas meu pau que já estava duro ficou igual pedra quando a Renata pulou em cima de mim me derrubando na cama começamos um beijo ardente bem gostoso a língua dela entrava na minha boca e roçava na minha língua que delicia. Enquanto nos beijávamos Felipe e Paula foi para o banheiro, pedi para que ela subisse com o corpo para que eu pudesse chupar aquela buceta que era enorme comecei a chupar seu grelinho Paula gritava de tezão sentava e rebolava na minha cara chupei até ela gozar, nessa hora ela foi descendo me chupando até chegar ao meu pau caiu de boca nele que chupada gostosa enquanto ela estava mamando na minha pica com gosto Felipe e Paula saíram do banheiro já engatados, tinha uma mesinha de madeira redonda no quarto o Felipe pediu para a Paula colocar uma das pernas em cima da mesa e empinar a bunda que era enorme ele começou a bombar na bucetinha dela por trás com força. Nessa hora pedi para Renata parar de chupar e vir sentar no meu pau ela veio com gosto sentou com aquela bucetona no meu pau e começou a cavalgar primeiro devagar e depois com força ela gemia muito, aquela cena me deixava louco a Renata pulando como louca no meu pau em cima da cama e do lado da cama o Felipe fudendo com gosto a buceta da Paula, ficamos assim por um tempo até que o Felipe pediu pra usar a cama eu e Renata descemos pegamos uns edredons e fomos pro banheiro joguei os edredons no chão do bainheiro pedi para que ela fiasse de quatro e comecei a comer aquela bucetona quanto mais eu bombava mais ela queria bombei muito quando senti que iria gozar avisei ela que pediu para q eu gozasse dentro na hora nem pensei e fiz o que ela queria gozei gostoso enchendo aquela bucetona de porra, ficamos deitados no edredom por um tempo nos beijando e foi me dando um tezão novamente escutando os gritos de Paula na cama falei pra Renata pra irmos ver o que estava acontecendo, quando saio do banheiro deparo com o Felipe comendo o cusinho da Paula de quatro em cima da cama aquilo me deu um tezão repentino pedi para a Renata deitar na outra ponta da cama e ficar de quatro, pois queria comer seu cusinho também peguei o gel k-med que o Felipe tinha deixado em cima da mesa lambuzei todo meu pau que estava duríssimo coloquei um pouco na entrada do cusinho dela enquanto isso Felipe não parava de meter no cu de Paula do nosso lado, primeiro passei a cabeça na portinha ela me pediu pra ir devagar no começo, mas só no começo assim foi fui colocando bem devagar o gel ajudou meu pau a deslizar pra dentro daquele cusinho gostoso enfiei tudo ela deu um gemido falei pra ficar tranqüila que eu ia deixar o cusinho dela se acostumar com o meu pau ai começamos um vai e vem bem devagar que foi aumentando o ritmo aos poucos, quando vi tava bombando com toda força no cusinho dela e ela pedia mais eu bombava e ela vinha de encontro com a bunda com toda força, nisso Felipe gozou no cusinho da Paula a Renata viu e me disse que queria sentir meu gozo no seu cusinho igual à prima, nossa eu bombava e bombava eu massageava o grelinho dela com minha mão ela ia à loucura até que enchi aquele cu de porra tirei meu pau e pedi para que ela ficasse na mesma posição para que nos todos ali pudéssemos ver o meu gozo escorrer daquele cusinho maravilhoso. Depois tomei um banho com ela e deitei na cama pra esperar que Felipe e Paula também tomassem banho. Fomos embora do motel todos felizes e satisfeitos depois ainda comi a Renata mais duas vezes hoje nos afastamos um pouco, mas sempre que ela me quiser estarei pronto essa noite maravilhosa de sexo tenho que agradecer ao meu amigo Felipe que me proporcionou. Espero que gostem desse conto porque já tenho outras experiências para contar abraços.

 

Gostou? Vote no Conto:

11/03/2011 | 27737 visitas

 
 
 
porno flagras filmes porno