Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
bundas gostosas sexo filmes porno porno videos porno

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Realizei minha DP | Acervo de Contos

Realizei minha DP

Sou Ana, casada, morena... A vários meses venho fantasiando transar com dois homens para ser duplamente penetrada, comecei a fantasiar isso assistindo filme pornô, até disse para o meu marido que devia ser gostoso e queria experimentar, a alguns dias atras publiquei um conto neste site e no final relatei que tinha esta fantasia ele leu e não falou nada. Sábado a noite ele colocou um filme para assistirmos e tinha varias cenas de dupla penetração, ele falou que em breve estaria vivendo aquela cena, fiquei tão exitada e gozei muito naquela noite.
Ontem foi meu aniversario, ele chegou em casa por volta das 20hs e disse para me arrumar para sairmos, pensei que ele ia me levar para jantar afinal era meu aniversario, mas quando ele disse para colocar só um vestidinho, fiquei desconfiada. Ele me levou até um apartamento em um prédio do centro da cidade,

Perguntei o que íamos fazer ali ele disse que era surpresa.
Tocou o interfone e uma voz masculina mandou que subíssemos, quem nos atendeu foi um rapaz jovem, loiro, lindo mesmo. Ele se apresentou com o nome de Carlos e nos levou até um quarto bem arrumado, meu marido sentou em uma poltrona e eu sentei na verada da cama, o Carlos serviu um martini pra mim e uísque pro meu marido e pra ele. Percebi que o Carlos era um garoto de programa e então entendi tudo, seria ali que realizaria minha fantasia.

Conversamos algumas abobrinhas enquanto bebíamos e Carlos começou a acariciar minhas pernas, tirei meu vestido, já que não tinha nada por baixo, e deitei na cama com as pernas para fora, Carlos se ajoelhou no chão e começou a chupar minha buceta, ele realmente era profissional, chupava a buceta e enfia um dedo no meu cuzinho, fiquei louca de tesão e logo tive o primeiro orgasmo. Carlos levantou então sentei novamente, ele tirou a roupa mostrando aquele cacete lindo, se aproximou e eu não me fiz de regado abocanhei aquela delicia, chupei aquele cacete que mal cabia na minha boca.
Depois ele me deu uma camisinha e eu coloquei naquele cacete delicioso, fiquei de quatro em cima da cama e ele veio por trás e meteu na minha buceta, meteu devagar e depois começou a bombar com firmeza. Meu marido que estava só assistindo tirou a roupa e se colocou o cacete na minha frente e disse: ?este é teu presente de aniversario, aproveite ao máximo?. Colocou a cacete na minha boca e começou a fode-la, adoro quando ele faz isso, fica fodendo minha boca com forca indo ate na garganta. Estava alucinada com um macho na frente enchendo minha boca e outro atras enchendo minha buceta, gozei novamente.

Após algum tempo resolvemos mudar de posição, estava chegando o grande momento, Carlos deitou com aquele cacete apontado para o teto, fui me ajeitando em cima dele até que ele sumiu dentro de mim, deitei sobre seu peito e deixei minha bundinha exposta para meu marido, ele veio por trás e começou a forcar meu anelzinho, quando seu cacete entrou um pouco doeu demais, mas ele foi com calma forcando aos poucos ate que senti os dois totalmente dentro de mim, no inicio foi meio complicado doeu muito até que achamos o sincronismo, um entrava e outro saia um pouco a dor foi passando e se tornando em prazer, nossa nunca senti algo igual, parecia que eu estava em transe, gozei varias vezes.

Depois de muitas gozadas pedi para eles trocarem de lugar, porque eu queria sentir o cacete do Carlos no meu rabo, eles inverteram as posições e continuaram me fodendo, aquilo não tinha explicação era uma loucura, a impressão que dava era que eu estava sendo dividida ao meio perdi as contas de quantos orgasmos.

Quando percebi que eles estavam quase gozando pedi para o meu marido gozar na minha boca, fiquei novamente de quatro e o Carlos meteu na minha buceta e gozou. Disse para o meu marido: ?obrigado querido, vem gozar na minha boca meu amor?. Ele gozou como nunca, engoli um pouco e o resto espalhei no rosto.

Tive que ficar um tempo deitada naquela cama porque não conseguia me mexer, fiquei acabada, depois o meu marido me carregou até o carro e fomos embora.

Agora estou escrevendo este conto com a buceta doida e o cu ardido, parece que os dois cacetes ainda estão dentro de mim, mas valeu a pena foi um dos melhores presentes de aniversario que já ganhei.

 

Gostou? Vote no Conto:

29/10/2009 | 49686 visitas

 
 
 
bundas porno amadoras