Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Na loja do shopping - Parte I | No Emprego | Acervo de Contos

Na loja do shopping - Parte I

Na loja do shopping

Oi tudo bem, vou contar como tudo aconteceu comigo á alguns meses atrás. Chamo-me Cristina (fictício), sou casada a seis anos e meu marido se chama Paulo(fictício). Sou morena cabelos compridos preto, gosto muito de prancha, rsssss, tenho 24anos. Bem eu já trabalhava mesmo antes de me casar e quando engravidei fiquei um bom tempo em casa, mas depois de uns dois anos eu tive que voltar a trabalhar... Procurei em anúncios e em empresas de seleção de pessoal até que fui contratada para trabalhar em uma loja de artigos esportivos no shopping. Era uma luta dois ônibus todos os dias pra ir e dois pra voltar... Havia mais duas vendedoras e um vendedor, o Jairzinho (fictício), filho do Sr. Jair o Gerente da loja. Logo fiz amizade com todos e as vendedoras começaram a me gozar e me instigar, elas diziam que queriam ver quanto tempo ia levar para o Jairzinho me passar na conversa... Ele era o terror do shopping, já havia ficado com elas e mais uma porção ai fora... Porém, eu nunca lhe dei muita liberdade e ele sempre me respeitou... Foi assim por mais ou menos uns dois meses até que eu também comecei a entrar nas brincadeiras do pessoal da loja, escondia a bolsa de uma das meninas na hora de ir embora, o tênis dele e até a bolsa do Sr. Jair... Sentia-me entrosada, num dia desses a loja estava com pouco movimento e senti a falta da Soelis e do Jairzinho, foi logo depois do almoço, ainda estava com aquela preguiçinha quando a gente acaba de almoçar, Sr. Jair tinha saído e não retornaria mais, então pensei que os dois safadinhos tinham ido dormir no estoque... Pensei vou pegar eles com a boca na botija, rssss, vou assustar os dois, subi devagar sem fazer um barulho se quer, eles não estavam em nosso esconderijo, olhei pra sala do Sr. Jair e pensei, eles não teriam coragem de estar dormindo lá. Fui devagarzinho e fiquei completamente surpresa quando vi a Claudia deitada na mesa de costas pro Jairzinho, ele tinha as calças um pouco arreada, então percebi o que estava acontecendo... Aproximei-me mais um pouco, a porta estava semi aberta, pude ouvir ela gemendo e ele gostando do que ela falava: - ai Jairzinho que delicia, tava com saudade desse pinto gostoso, mete gostoso, mete devagarzinho... Ele arfava e respondia: - eu também tava com saudade dessa buceta gostosa q você tem, ele mete gostoso assim, mete, fala pra mim... Não, você mete mais gostoso... Então pede mais, pede... Mete Jairzinho, mete essa rola gostosa em mim, e isso que você quer ouvir, mete gostoso, que esse pintão seu é uma delicia... Eu tava boquiaberta, voltei rapidamente lá pra baixo sem dizer nada, uns quinze minutos depois eles desceram com a cara mais deslambida, ela foi e comprou um refrigerante e ofereceu a todos nós. Agora eu entendia porque elas brincavam comigo, quanto tempo levaria pra eu estar ficando com ele, com certeza ele já comia as duas, e eu respondendo ? sou casada e muito bem casada, elas sorriam e perguntavam e daí, agora eu entendo a Cláudia era casada, mas transava com ele... Chegando a casa tomei meu banho e cuidei da minha gatinha, a pus pra dormir e fui assistir um pouco de filme com meu marido, dormi, acordei sozinha na sala... Os dias foram passando e só conseguia pensar naquilo que ela falava baixinho ? ai Jairzinho que delicia tava com saudade desse pinto gostoso, mete gostoso, mete... Comecei a pensar como uma mulher casada como a Claudia mesmo casada e muito bonita transava com um cara galinha que pegava todo mundo...

 

Gostou? Vote no Conto:

41627 visitas