Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

ENCOXANDO A MÃE DE NOVO ? Só QUE DESSA VE | Incesto | Acervo de Contos

ENCOXANDO A MÃE DE NOVO ? Só QUE DESSA VE

ENCOXANDO A MÃE DE NOVO ? SÓ QUE DESSA VES...

     Claro que não foi bem assim. Pintou uma espécie de culpa um remorso, sei lá! O certo é ouve um hiato. Nós pouco nos falávamos. Até o comportamento dela mudou; a postura, as roupas mais comportadas tudo mudou. Até que num sábado a tarde eu estava deitado no sofá da sala assistindo tv, como sempre de calção de física sem cueca e sem camisa. Quando ela apareceu na  sala com duas latas de cerveja nas mãos vestindo um short-doll curtíssimo sem calcinha e uma camisa social velhinha desabotoada com um nó na cintura e sem sutian, linda, linda, linda. Nos cabelos um rabo de cavalo; estava bem mulherzinha, bem fêmea um tesão como no passado. Toma, esticou o braço me oferecendo uma latinha de cerveja e falou; chega pra lá, deixa eu deitar aí contigo. Pronto, será o reinício? Ricardo como você está quente! Ué eu to como sempre estive! Sei lá eu nem me lembro mais, faz tanto tempo. Foi você quem se afastou de mim né Aninha! Ai que bom! Estou tão feliz porque você me chamou de Aninha. Mas não é o teu nome? É, mas você não me trata assim dês daquele dia. Da um abraço apertado na mamãe meu amor, da! Ali ficamos em silencio abraçadinhos eu já estava acariciando os peitinhos de menina moça. Ihhh, mãe desculpa! Por que? Eu tava apalpando o teu peito. Continua meu amor, estava tão gostoso, olha só como os biquinhos estão! Continuamos como estávamos. Inevitavelmente com aquele contato dos dois corpos quentes pele com pele eu fui ficando de pau duro. Ela voltando os olhos para mim perguntou sussurrando: você tá com tesão na mãezinha? Hu hum! A mamãe também ta com tesão em você! Nessas alturas o meu pau já havia escapado do calção e todo babado estava alojado entre as coxas dela. Ahhhi Aninha você me deixa maluco, começou tudo de novo, e agora? E agora vamos deixar rolar! Aninha tu está percebendo pra onde nós estamos caminhando? Estou, mas você já percebeu o que é que você está fazendo neste exato momento? Você está apalpando os meus peitos e com a piróca toda babada fudendo as minhas coxas! O que é isso meu amor? Não vamos ser hipócritas, nós já praticamos incesto há muito tempo. E agora? Agora eu to cheia de tesão em você, e você doido pra me comer. Sabe de mais, essa conversa me deu o maior tesão, eu to quase gozando com essa pica toda babada nas minhas coxas, põe a mão na minha buceta, ela esta inundada. Aninha então goza que eu vou gozar nas tuas coxas. 

NO PROXIMO EU CONTO O QUANTO GOZAMOS.   FOI - 01 / 01 2015

















Sabe de mais, essa conversa me deu o maior tesão, eu to quase gozando com essa pica toda babada nas minhas coxas, põe a mão na minha buceta, ela esta inundada. Aninha então goza que eu vou gozar nas tuas coxas. Ela gozou gostoso e eu esporrei ela do umbigo aos pés. Ficamos ali nos esfregando suados e esporrados, a sala estava impregnada daquele aroma característico do sexo. Em pouco tempo estávamos recuperados e prontos para recomeçar. Nós nos beijávamos como loucos, parecia que um queria ir pra dentro do outro. Ela então sussurrou no meu ouvido; meu amor, meu filho querido vamos dar uma fodinha, a minha bucetinha esta em chamas, esperando pela tua mangueira. Nesse exato momento eu brochei! O que foi amor? Não sei, acho foi o meu filho; cortou o clima. Ahhh foi sim, desculpa amor eu não vou falar mais não. Deixa eu dar beijinho nele que volta. Ela me fez um boquete que o meu pau voltou a ficar como aço. Pronto agora me fode, mete tudo na minha buceta, isso, asssssim, aí devagar, não entra amor, a tua buceta ta muito apertada. Também há quanto tempo que eu não levo uma boa foda? Peguei um pote de vaselina na gaveta. Untei bastante todo o pau e a buceta. Assim, agora tenta de novo, assssim, me foooooode, vai empurrando devagar, ahhhh saiu, mete de novo bem devagarinho, vai metendo, issssso, vaaai, mais rápido, isso assim, não para, não para, não para. Faz um filho em mim eu quero que você goze dentro. Aninha eu adoro te encoxar, mas a tua buceta é deliciosa, alias, VOCÊ é deliciosa! Gostoso é você meu filho, agora eu posso falar assim, já tá dentro. E pensar que o prazer estava dentro de casa, ao meu lado todo o tempo, mas não tem problema nós vamos recuperar o tempo perdido. Ai mãe você é muito gostosa, a tua buceta tá mastigando o meu pau, ó ela mordendo direto. Você é a melhor mulher que existe, que fêmea, que mulher é essa meu deus. Vem ca mãe, você quer que eu goze dentro porque? Por que eu quero ter um filho teu. Tá louca? Não to não! Mas mãe! Pssssi, nem mais, nem menos. Goza comigo goza, a mamãe ta quase gozando. Tá então vamos lá, começa, vamos gozar juntos. Vai Anihna, mexe, rebola. Mete, enfiiiia, foooorte, chupa o meu peitinho, me fode toda, bota o dedo no meu cuzzziiiinho, vamos gozzzzaaaaaaar aggggooooora juntiiiinhos, agoooooora, eu toooo gozzzzzaaaaaannndo fiiiillhhhhho. Eu também vo gozzzaaaar mãaaae, aggggoooora, aggggooooora tooo gooozzaaaando mãazzzzziiiinnnnha. Tentei tirar, mas não deu tempo, gozei dentro como ela queria.

 

Gostou? Vote no Conto:

87123 visitas