Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
ninfetas safadas filmes porno videos de sexo safadas gostosas

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Comi a mulher linda do meu primo | Acervo de Contos

Comi a mulher linda do meu primo

Gente o conto que vou relatar é verídico, e os nomes fictícios para a segurança dos demais e minha.
Meu nome é Robson (fictício) sou do RJ, sou negro, 1,73 alt, 85 kg e pagodeiro,
Na família sempre tive fama de pegador, sonso, safado etc..., isso me dava muita satisfação, pois em uma faze da minha vida eu era muito tímido e calado, mas vamos aos fatos.
Tudo aconteceu no dia que notei Raquel a mulher do meu primo (26anos, morena clara 1, 73, cabelos castanhos até pouco acima da cintura, e uma barriguinha saradinha com pêlos dourados pelo sol: uma delícia) estava eu em uma festa na casa de uma tia quando ela chega, Ela havia clareado o cabelo de loiro e estava mais linda do que nunca.
Eu não resistindo passei a lhe encarar de forma discreta, entre uma hora e outra nossos olhos se encontravam e ela desviava meio sem jeito. Até que em dado momento puxei assunto com ela sem levantar suspeita entre os demais, entre um assunto e outro pedi seu telefone com uma desculpa qualquer e ela sedeu.
Na semana seguinte liguei e conversamos sobre a festa etc... Rodeei bastante até que falei se não a incomodava meus olhares insistentes e ela me disse...
- vai o pessoal estava quase notando.
Aquilo me caiu como um consentimento para ir mais fundo nos papos, sendo assim disse que não estava resistindo ela com aqueles cabelos dourados e ela me perguntou se eu estava maluco, pois era mulher do meu primo. Eu disse que tentava evitar, mas não conseguia, e ela então disse...
...-Tá apaixonado!!! Rsrsrsrsrs...
Eu disse estou prima e que precisava ver ela para lhe dizer outras coisas que se passavam pela minha cabeça; ela então me disse que no dia seguinte iria à casa de sua mãe, que fica á 50 km. de onde ela mora, mas á 7 km do meu escritório.
Sendo assim falei no trabalho que precisaria esticar um pouco mais no almoço para ir até o banco. E marcamos em um ponto de ônibus.
Parei com o carro e fiquei esperando-a, quando vejo ela descer do ônibus e vir em minha direção com uma calça jeans que delineava aquele corpo escultural e uma blusinha tomara que caia meu coração disparou ela então abre a porta e diz...
-Vamos sair logo daqui.
Eu então segui para uma rua deserta estacionei o carro e disse você é linda, e ela me falou que eu era tarado, passei a acariciar seus cabelos e em um impulso lhe roubei um beijo e ela respondeu como se já esperasse aquilo enlaçando minha língua de uma forma voraz (que delícia), minha outra mão acariciava suas pernas por cima do jeans tentando chegar no meio delas mas suas pernas não se desgrudavam, eu passei a beijar os lóbulos de suas orelhas seu pescoço e ela passou a gemer e revirar os olhos no banco do carro, então levantei sua blusa e suguei bem gostoso aqueles seios que pareciam duas pêras com os bicos marrons, e ela descontrolada disse...
-Aí delícia hummm... meu peito não, isso me dá muito tesão e suas pernas se abriram facilitando assim o caminho de minhas mãos.
Abri meu zíper e coloquei o meu Pau pra fora, ela instintivamente o agarrou e começou a me masturbar.
Após bastante instigação pedi para irmos para um lugar que ficássemos á sós e ela concordou. Seguimos para um hotel próximo.
Chegamos ao quarto nos amassos entre beijos e abraços a joguei na cama e retirei sua calça para ter o contato de sua péle junto a minha(ela estava com uma calcinha de renda preta linda), tirei minhas roupas e deitei sobre ela, a cabeça do meu pau forçava a entrada por cima da calcinha não resistindo mais com uma de minhas mãos joguei a calcinha de lado e deu pra sentir o quanto ela estava com a buceta encharcada encostei meu pau em sua fenda e empurrei bem devagar para sentir cada centímetro daquele orifício quente e húmido, nossos lábios se envolviam como se o mundo fosse acabar naquele momento. Após meu pau entrar por completo iniciei um gostoso vai e vêm que delicia, ela dizia...
-Vai mete gostoso come sua priminha... Hummmm... delicia...
Soquei gostoso aquela buceta deliciosa, até que anunciei que ia goza e ela disse..
-Quero ver seu leite
Retirei e gozei em sua barriga um grande jato de porra...
Ela com a cara de satisfeita e safada disse...
-Ué não vai me dar nem um tapinha...


Mas isso conto no próximo


Imail: binhorjoest30@gmail.com

 

Gostou? Vote no Conto:

26/04/2011 | 80942 visitas

 
 
 
videos de sexo sexo sexo