Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Vizinho,novinho...delícia! | Heterosexuais | Acervo de Contos

Vizinho,novinho...delícia!

Chamo-me Kellynha e vou relatar a vocês o tesão que tenho por uma delícinha de vizinho!



Guga é o estilo bom moço, que toda mãe em sã consciência desejaria como genro, só por causa daquela simpatia e timidez que o deixam sedutor de toda forma. Pois bem, apesar de ser um tanto mais velha que ele e imaginar que ele nem olharia pra mim eu tinha surtos de prazeres ao sonhar e às vezes pensar nele. Até mesmo arrepios de excitação em vê-lo passar em frente de casa.



Tímido, moreno, baixinho, corpo em forma, olhar sedutor, piscadinha de olho fatal, voz gostosa de ouvir, inteligente, pérsicas, um jogador habilidoso, esperto, jovem porém muito maduro,escreve muito bem...uma verdadeira tentação! Sim... Realmente é esse o melhor dos adjetivos!



Entre conversas e conversas nas redes sociais sempre dava uma cutucada com minhas palavras, sempre conversamos sobre diversos assuntos. Confesso que não esperava um retorno positivo, já que sou cautelosa... Prefiro esperar a ?deixa? certa... Odeio ser rejeitada!



Um belo dia, a isca fisgou o peixinho. Que sorte! Eu quase não me controlo, em meu quarto imaginei sua boca me beijando, igual nos sonhos. Imaginei o que ele seria capaz... Fiquei excitadíssima!



Eu o queria! E tinha que ser pra já. Então marquei no mesmo dia da conversa, sem perca de tempo. Uma amiga de cobaia, amigas que moram sozinhas e emprestam espaço no ap tem seu valor! (risos)



Já na casa da amiga, não via a hora dele chegar. Chegou!!!! Apresentei a minha amiga e apenas, segurei pela mão dele e o arrastei de corredor adentro. Coração batia na boca, tesão latejava com força entre as pernas,era muito bom sentir aquela sensação que fazia tempos que não sentia!



Dentro do quarto, calor! Era só o começo. Beijos, alguns, saborosos e tão bons quanto os dos sonhos.  Carinha de menino, voraz como uma fera. Dentro dos seus olhos eu via, queria me rasgar, eu sentia! E nisso roupas se foram, pude ver e tocar seu corpo, me esfregar nele, entranhar seu cheiro em mim.



Sem eu dizer e nem pedir, me masturbou deliciosamente, pareceu ler meus pensamentos. Tocou-me a fundo,beijou,lambeu, mordeu... Bom garoto fez tudo que pedi... Delicioso!

Eu também não me fiz de rogada, assim que pude agarrei seu bem precioso, o chupei,adorei. Coloquei por inteiro na minha boca, estava vendo sua feição delirante ao abocanhar cada vez mais seu membro. E então me penetrou lento, gostoso. Suor pingando, corpos ávidos ao deleite, era prazer por prazer... Apenas!

Minha vontade era morder, rasgar, arranhar. Realizar sonhos e vontades é muito satisfatório e eu estava anestesiada em vida! Tesão louco,medo do por vir,água na boca pelo suposto bis!



Eu o quero e pra já! Ainda é essa minha vontade, se pudesse pulava o muro, o roubava e trancava em meu quarto, só pra ter por perto essa delícia de vizinho.



Guga... Não foi o mesmo dos meus sonhos, mas confesso: foi bom do mesmo jeito ou mais... Bem mais!

 

Gostou? Vote no Conto:

15835 visitas