Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Todo mundo merece um Paulinho - Parte 2 | Heterosexuais | Acervo de Contos

Todo mundo merece um Paulinho - Parte 2

Todo mundo merece um paulinho...o retorno!

Sim, depois de muito tempo sem postar nenhum conto sobre ele, volto aqui com minhas humildes palavras pra deixar registrado um dos muitos momentos juntos. Chamo-me kellynha, eu e paulinho paramos de nos encontrar por uns anos. Certamente não foi a melhor coisa a se fazer, mas na época achei necessário. Assim que fiquei solteira nos encontramos, conversamos nos beijamos e tudo voltou a ser como era antes. Mesmo eu estando magoada e visivelmente abalada, ele me queria em seus braços novamente e isso me deixou muito, muito feliz. Eu precisava sentir um homem de verdade em minha vida e nunca tive duvidas que fosse ele. Nos gostamos de nosso jeito, ele com a vida dele e eu com a minha. O que nos une são esses desejos avassaladores e nossa harmonia... Sexualmente falando. Identificamo-nos muito na cama... Até demais. É muito prazer e sensualidade, uma taurina com um escorpião. Loucura!

Relembro então o nosso retorno, foi muito bom! Pra paulinho não existe barreira de horário e nem de lugar. Eu me sinto bem com ele, protegida. E não me importo de onde vamos e como vamos fazer pra matar nossa vontade. Então ele me ligou e marcamos de nos encontrar. No local marcado ele apareceu, entrei no carro e fomos pra um motel. Era dia ainda e horário de almoço do meu trabalho. Foi o melhor almoço que já tive!

Entramos no quarto e meu coração já disparado, boca seca e corpo tremulo. Eu pensava se ia conseguir... É lógico que ia! Quando então ele começa a me beijar e abraçar... Sim, é questão de segundos pra eu perder o fôlego e me deixar levar. Estava com muita saudade daquele beijo quente que há muito tempo não sentia. É um beijo molhado e quente, muito quente. Paulinho é incrível, basta ele me olhar com aquela carinha de safado pra eu ficar excitadíssima. Tanto fez e faz... Logo fico toda molhadinha.

E as peças de roupa começam a vir ao chão e posso então vislumbrar aquele corpão que agora está muito mais vistoso que antes, bem mais malhado e por tanta fome contida... Parecia-me bem mais apetitoso.  Aquele olhar de excitação me enlouquece, aquela língua safada me entontece. Perco até um bocado de minhas forças naqueles braços grandes e fortes. Então os beijos se espalharam entre nossos corpos e era fulminante o desejo entre nós. Não dá pra esquecer de minha gula,já relatada em outros contos,pois bem,aquele pau lindo e rosado não poderia escapar de minha boca gostosa. Eu tinha que chupá-lo, afinal, eram dois longos anos de total abstinência de paulinho... Como eu consegui? Até hoje não sei! O que sei é que chupei sem parar, senti aquele delicioso sabor, me lambuzei. Passava a língua com jeitinho e lambia como a um picolé. Sabe aqueles que se tomam quando criança no calor da inocência? De inocente eu não tinha nada, mas a chupada era parecida. Então deslizava a língua na cabeçinha e engolia aquilo tudo. Pau lindo e cheiroso voltou pra mim do mesmo jeitinho de antes... Nossa como é apetitoso!

Honestamente, não sei de nós quem estava mais ávido ao deleite, só sei que era delirante ter nossos corpos nus e entorpecidos de prazer. Ele estava com um jeitinho de: vou te pegar de jeito sua nega! E foi mesmo assim viu. Ele conduziu o seu corpo ao meu de forma calma, me penetrando devagar, sentindo novamente como era então aquela sensação de me fuder novamente. Estava desacostumada e precisava de um carinho e um jeitinho. Mas com ele, tem como nada ficar ruim não. Ele é expert na arte do desejo, na forma de fazer um sexo bem gostoso. Então começou a estocar com muita força, do jeitinho que eu gosto. Eu delirava de excitação e mal acreditava que estava acontecendo novamente. Fizemos de quatro, cantinho da cama, papai e mamãe, cavalgando. Pelo que percebo, ele ama que eu cavalgue nele. Mas acho que ele prefere mesmo é me pegar de quatro. (calma kellynha...calma. Abre mais abre,abre...isso,assim,muito bom). Eu louca ouvindo tudo isso naquela voz aveludada e charmosa. Aliás, ele é todo charmoso. Como disse nossa sintonia é muito intensa, ele sabe que a posição que, mas me satisfaz é essa, de quatro. Ele segura forte em meu cabelo e cintura e me enfia tudo, eu deliro muito e os tapinhas estalados ajudam. É deliciosamente fascinante nosso desejo um pelo outro, formam anos sem contato e mesmo assim parecia que nada tinha acontecido, o fogo era o mesmo. Só eu que estava meio fora de forma, na forma dele. Mas na segunda relação amorosa engatei bem o rojão do safado. São mãos, bocas e pele, num reencontro de pegar fogo. Agora não preciso de bombeiro pra apagar, aliás, a mangueira do bombeiro nem funcionava tão bem. Pois nunca me satisfazia e eu sempre queria mais. Já meu deus grego não, esse me deixa acabada, cansada e totalmente satisfeita. Ele tem poder de me fazer ter orgasmos múltiplos, é deliciosamente louco.

E pensa que fica numa vez só? Não, ele sempre quer mais e isso me deixa tão louca, tão devassa, tão desejosa. Eu peço pra ser fudida e não tem como não querer. Pois após um banho quente as energias estão repostas e começa tudo outra vez. Com paulinho meu gozo é uma loucura, ele é frenético e tenho tanto tesão naquele homem. Não só pelo corpo, mas pelo que ele é: safado mesmo... Bem safado!

Agora é que vai ficar bom, pois tem muito mais a contar, porque estamos nos vendo muito ultimamente.

Dia 30/06/12 pra mim foi o pior dia de muitos anos, mas foi um dia necessário. Vai ficar na memória e sempre vou lembrar-me desse amor que tenho no meu peito.  Mas... Prefiro um cafajeste sincero a um príncipe mentiroso. Meu cafajeste sempre vai estar comigo e agradeço ao saudoso bombeiro por me dispensar e me fazer ser feliz novamente,porque paulinho me preenche e me deixa feliz e satisfeita. Pois amor não e prisão e sim liberdade. Sou livre pra me deliciar com meu ?cafajeste? querido e sempre serei dele... Sempre!

Paulinho,adoro você meu lord!

Se gostaram do conto,comentem e votem pois kellynha voltou a ativa e haja fogo pra apagar em paulinho?  E tem outros contos postados também, as versões 1,2,3 e 4 de todo mundo merece um paulinho. Procurem e se deliciem assim como eu, e espero que gostem.

Força sempre!

Beijos kellynha J

 

Gostou? Vote no Conto:

7140 visitas