Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Surpresa maravilhosa | Heterosexuais | Acervo de Contos

Surpresa maravilhosa

Na festa de final de ano, uma das empregadas que trabalha em nosso setor apresentou-me uma amiga que estava com ela na festa e trabalhava em outro setor e estudava com ela enfermagem. Fiquei encantado com a beleza da garota, que se apresentou com o nome de Viviane, uma morena de aproximadamente 1,55 mts, seis pequenos, bumbum grande, rosto redondo (lindo), uma boca carnuda com sorriso sensual.

Conversamos um pouco sobre alguns assuntos, dançei uma musica com ela e falei sobre a possibilidade de um entrosamento maior naquela noite que estava começando. Respondeu-me ser casada e não se interessar em outro homem, que estava ali para se divertir e depois iria embora. Isto era por volta das 22 horas, ela realmente foi embora as 23 horas com sua amiga e de metro, não acreditei, mas foi verdade.

Não me preocupei com a dispensa, continuei a curtir a festa com os/as demais participantes. Passado alguns meses, nem me lembrava da garota, quando minha secretaria anunciou que tinha uma empregada de outro setor da empresa, com nome Viviane querendo falar comigo e parecia abatida. Falei que não conhecia nehuma Viviane, bom, afinal tinha muitas Vivina na empresa, pois temos mais de 7 mil empregados.

Pedi para verificar do que se tratava para definir se atenderia, ou, encaminhava para outro profissional. Minha secretaria retornou informando que era particular, e, era a Viviane amiga da Joyce que me conheceu na festa. A principio, fiquei imagindando do que se tratava, pois ela tinha me dado o maior fora na festa.

Autorizei sua entrada para atende-la e se possivel ajudar, lembrando, que estavamos em ambiente de trabalho. Conversamos sobre algumas coisas de rotina por alguns minutos, até que ela me perguntou se poderia fechar a porta, pois o assunto era particular, falei que sim, informando a minha secretaria.

Ela abaixou a cabeça, não conseguia olhar na minha face e foi falando que precisava de um conselho, pois estava desconfiada que seu esposo (casada a dois anos) tinha outra pessoa, que evitava ela na cama a três meses e que pior de tudo, ele tinha um homem, ela tinha sido trocada por um homem. Fiquei praticamente congelado na hora, olhando ela chorar e imaginando como poderia alguém deixar de lado uma mulher tão linda como aquela por um homem, que ele goste de cacete, mas não poderia despresar um tesão de mulher daquele. Conversamos por aproximadamente 30 minutos, levei ela para tomar um café em uma lanchonete próxima e após vários conselhos, ataquei, dizendo que poderia resolver o problema de sua falta de sexo a qualquer momento, se ela assim topasse. Relutou um pouco, mas marcamos um encontro para o dia seguinte, no meu horário de almoço.

Fomos em um hotel, assim que entramos ela me beijava loucamente, apertando meu corpo, me alisando dizendo que estava com saudades de um homem de verdade. Tirou minha gravata, abriu minha camisa e chuapava meus peitos, eu estava todo arrepiado e de pau duro de tanto tesão, foi abaixando e abriu minha calça, baixou a calça com a cueca e chupou maravilhosamente minha pica, que ficava cada vez mais dura, ela tirou o pau da boca e falou, que rola grossa, cabeçuda, quero tudo (meu pau é 19x6, acho que é de tamanho normal). Após chupar por uns 15 minutos, me segurei para não gozar, ela subiu me beijando e tirando sua roupa, que corpo lindo, que tesuda era a garota. Sem para de me beijar, tirou toda a roupa, ficando somente de calcinha, deixou na cama e me disse, faça o que quizer, sou toda sua. Sem perder tempo, fui para cima dela, beijando descendo para o pescoso, chupando aqeules seis tesudos, sua barriga, seu umbigo, sua buceta gostosa, por cima da calcinha, estava uma loucura de tesão, aquele cheiro de mulher tesuda, tirei sua calcinha, que buceta linda, pelos bem aparados, toda umida de tesão, chupei seus grelo, enfiei a ligua, ela gritou que iria gozar, fiquei esperando aquele suco de mulher descer em minha boca, bebi com gosto, era muito gostoso, ela apertava minha cabeça na sua buceta, ela gozou mais três vezes na minha boca, que delicia aquela garota, fui subindo de vagar e ela gritava, me come, envia tudo este caceta na minha buceta, ela de pernas aberta recebeu meu pau todo, quando metia ela gritava, chorava de tesão quando gozava, gozou mais umas tres vezes, até que não aguentei e falei que iria gozar, ela disse enche minha buceta de porra, estou com saudades de porra quente, explodi num gozo alucinante, que meu corpo tremia todo, sem tirar de dentro, ficamos abraçados por alguns minutos até que ela me falou, esquemos da camisinha e agora? Estava com tanto tesão que nem pensei nisso, disse ela, me perguntou se tenho suspeita de doença e se ela ficasse gravida... Percebi que ela estava muito preocupada. Pedi para se acalmar, pois não saia com outra mulher fazia muito tempo, que só tinha relação com minha esposa e que fizasse tranquila, pois era vasectomizado.

Ela me beijou novamente e começou a mexer o quadril, pois meu pau estava dentro da sua buceta, embora um pouca flácido. Ela pediu para que saisse de cima dela, pois queria de quatro, quando vi aquele mulher tesuda de quatro, meu pau reagiu na hora, que linda, que bunda. Ela abriu as pernas e falou envia tudo, coloquei meu pau na sua buceta, dei algumas estocadas, ela gritou de tresão e me disse que agora queria sentir no cuzinho, queria meu pau no seu cuzinho, e queria tudo. Enfiei a lingua naquele cuzinho tesuso, deixei bem molhado enquanto ela gemia e falava quero pau no meu cú, me come, encostei a cabeça na entrada e quando estava pronto para começar a enviar, ela pediu para que eu ficasse parado, pois ela iria comer meu pau com seu cú. Não acreditei, quando ela começo a empurar sua bunda, seu cú no meu pau, ela gritava, falava que estava doendo, mas que iria comer meu pau. Foi rebolando e a cabeça entrou, soltou um grito mas não parou de rebolar, eu estava em extase, aquela bundona rebolando no meu pau, foi enfiando devagar até entrar tudo, pediu para que continuasse quieto, pois ela queria me comer completo. Foi rebolando e fazendo movimento de vai e vem, eu estava alucinado com aquilo, nunca tinha cumido uma bunda tão gostosa como aquela, nunca tinha comido um cú daquele jeito, ela ficou por uns vinte mintuos rebolando, gozou outras varias vezes, eu quase explodindo, até ela pediu para segurar sua bunda com as duas mão e meter tudo e com muita força, para ela sentir tudo. Sem demora foi atendida, que tesão de cú, de bunda, de mulher, de tudo. Ela gritava, que era muito gostoso dar o cú, e agora entendia porque o marido gostava de dar o cú. Não aguentei mais e anunciei meu gozo, ela disse para encher seu cú de porra, fiz sem cerimonia, gozei muito. Ela deixou na posição que estava e eu por cima. Falei que iria tomar um banho se ela queria ir comigo. Me disse que não, que iria para casa daquele jeito, que iria mostrar para o marido a porra na buceta e no cú e depois se ele quizesse, poderia ir embora com o macho dele.

Passamos a nos encontrar duas vezes por semana, ela falou que o marido foi embora para a casa do seu macho que não queria mais nada com mulher, que o negocio dele agora era rola, assim como ela gostou de dar o cú ele também adorava.

Após seis meses relacionamentos, nos separamos, ela arrumou um namorado e pretendia ser fiel a ele, três meses depois, liguei para ela, me disse que estava se preparando para casar, mas que gostaria de trepar comigo de novo, fomos mais uma vez.

Ela se casou e perdemos o contato. É fato verídico, quem quizer se encontrar comigo é só escrever, estou no centro de Sampa. nito.gostoso@yahoo.com.br

 

Gostou? Vote no Conto:

27266 visitas