Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

O Encontro | Heterosexuais | Acervo de Contos

O Encontro

Arthur acorda disposto, algo dizia que o sábado ia ser bom. Ele vai corta o cabelo e segue para a academia e faz sua musculação, puxa seus ferros. Afinal, Arthur precisa manter sua forma, mesmo assim ficou na dúvida se ainda correria 40 minutos no parque da cidade. Desistiu, afinal era sábado. Saiu da academia, todo suado, e pinicando devido aos restos de cabelo. Só pensava chegar logo em casa e tomar um banho antes de almoçar. Toma seu banho, se sente bem e antes de ir comer resolve entrar no MSN.Lívia também acorda, mas acorda sem empolgação para o sábado, pois na noite anterior não foi boa, suas amigas escolheram um lugar pequeno e com muita gente, e o lugar só se via a fumaça dos cigarros alheios. Um enorme problema para ela, que saiu de lá cheirando a cigarro e quando chegou a casa, de tão injuriada nem tomou banho. Acordou com se sentindo mal, fedendo, sua pele macia fedia. Ela entrou foi tomar seu banho lavou seus cabelos, limpou sua pele. Ao sair do banho, passou óleo corporal de amêndoas e colocou uma roupa leve, se sentia outra, mas revigorada, e sentiu que algo bom podia acontecer no sábado. Lívia entra no MSN.Arthur e Lívia se encontram no MSN e começam a conversar. Os dois nunca se viram pessoalmente, somente conversam há muito tempo pelo MSN, já se conhecem um pouco. Falam sobre sua noite anterior, onde Arthur contou que foi num barzinho com os amigos comemorar o aniversário de um deles. Foi divertido, beberam e conversaram. Lívia conta de sua noite e se lamente imensamente, pois foi lá contrariada por imposição das amigas, que não se divertiu e teve que ficar lá, pois estava de carona com elas e não podia vir embora sozinha. Arthur retruca Lívia dizendo que ela poderia ter ligado para ele, que ele a teria buscado onde ela estivesse para ter aproveitado melhor à noite. Mas Arthur lembra que nunca trocaram celulares, pois ela, nunca quis.Os dois conversam sobre tudo, tudo mesmo. Até que Arthur, pergunta a Lívia ela vai fazer na noite de sábado. Lívia responde que não sabe, então num jogada rápida, Arthur convida Lívia para ir comer pizza, já que sabe que seu prato favorito é pizza. Lívia fica meio relutante, mas Arthur não desiste e insiste e para a surpresa ela aceita o convite. Arthur fica muito empolgado com o convite. Lívia fica meio assim, mas resolve não voltar atrás e decide aproveitar o programa que está por vir. O encontro está marcado para às 20:00 horas.Arthur fica todo empolgado e resolvi ir ao shopping comprar roupas novas, ele quer que a noite seja muito divertida. Lívia também se empolga, liga correndo no salão e consegue um horário, ela quer se produzir. Faz as unhas dos pés e das mãos, hidratação nos cabelos, tira as sobrancelhas, máscaras de relaxamento.. enfim tudo que tem direito para se sentir bem. Arthur, também se produz, corta as unhas, compra até um barbeador elétrico para deixar a pele do rosto lisinha. Arthur vai para o banho, barbea-se até constatar que a pele está lisinha. Sai do banho e coloca a roupa nova que comprou. Lívia também toma seu banho, um banho demorado, usa seu melhor sabonete, só para ocasiões especiais. E começa-se a se arrumar. Faltando 15 minutos para às 20:00, Lívia, que finalmente passou o celular para Arthur liga para ele e pede que ele chegue às 20:30, pois não vai conseguir se arrumar até o horário combinado e diz que ele não vai se arrepender. Arthur sai de casa e vai buscar Lívia em sua casa. Durante o percurso, o coração de Arthur começa a bater mais acelerado, um frio na barriga. Lívia finalmente está pronta e Arthur já está a esperando. Arthur espera Lívia em frente ao seu carro, e quando ela sai pelo portão de sua casa, Arthur fica admirado, maravilhado, só faltava um babador para ele. Lívia usa um vestido tubinho preto, com scarmpam nos pés da mesma cor do vestido e a bolsa combinando também. Seus cabelos soltos brilhavam com a luz da lua e a brisa da noite, trouxe até Arthur a fragrância. Quando Lívia viu Arthur, quase não acreditou também. Ele estava com um terno preto, camisa prata e uma gravata vermelha. Arthur sabia que Lívia adora homens de ternos. Os dois acabavam de trocar o primeiro olhar enquanto Lívia caminhava em direção a Arthur. Quando eles estão pertos, não trocaram palavras ainda, apenas se cumprimentam com um beijinho no rosto, mas próximos aos lábios. Arthur fala para Lívia, como ela está linda e entrega uma rosa da cor rosa para ela. Pela segunda vez na noite, em menos de 1 minuto, Lívia se surpreende com aquele moço. Ela agradece, e vai em direção a porta do carro. Ele pede para esperar e a acompanha, e abre a porta para ela entrar. Ela agradece e pela terceira vez em pouco tempo é surpreendida. Arthur entra no carro e diz: ?Vamos comer pizza?? Lívia responde: ?Vamos?.Arthur e Lívia partem rumo à pizzaria. No caminho, Lívia pergunta a Arthur, aonde iriam e ele responde que iriam à pizzaria mais badalada da cidade. Lívia espanta-se, pois lá precisa de reservas e comenta isso com ele. Arthur responde que não se se preocupa, pois tinha tudo sob controle, que um dos donos era seu cliente e consegui uma reserva para aquela noite. Durante o caminho à pizzaria, os dois conversam, nem parece que acabaram de ser ver pela primeira vez. Ao chegarem à pizzaria, o manobrista abre a porta para Arthur e outro se dirige para abrir a porta a Lívia. Mas Arthur não deixa e faz questão de abrir a porta do seu carro para que Lívia desça. Então ele estende o braço a segura pela mão e delicadamente a traz para fora do carro. Quando estão lado a lado, e coloca o braço dela, entre os deles e vão juntos entrando na pizzaria. Lá chegando, o casal é recebido por Lucas, o amigo de Arthur que os conduzem à sua mesa. Enquanto os dois caminham para os seus lugares, os olhares de todos da pizzaria se desviam para eles, e ouve-se um burburim que com certeza é para o casal que passa. Arthur se sente todo pomposo, mas não comenta nada com Lívia, ela também se sente bem. Os dois sentam-se à mesa e o garçom traz o menu. Arthur deixa por conta de Lívia a escolha da pizza, e enquanto isso ele pede ao garçom a carta de vinho de casa. Pizza escolhida e o vinho escolhido, os dois conversam, conversam e conversam. Arthur pega delicadamente nas mãos de Lívia e quando ela menos espera, ele dá um suave beijo no dorso de sua mão. O vinho chega e os dois fazem um brinde àquela noite que está apenas começando. A pizza demora um pouco a chegar, e enquanto isso os dois conversam e bebem e quando percebem a garrafa de vinho acaba e Lívia, já um pouco mais relaxada sugere outro vinho, idéia prontamente aceita por Arthur. Os dois de estômago vazio, o vinho faz efeito mais rápido e ficam mais solto. Podem o outro vinho, mas só quando chegar a pizza. Finalmente a pizza chega e junto com o vinho. O garçom serve o prato dos dois e enche as taças de vinho novamente. Enquanto os dois comem, seus olhares se cruzam várias vezes e quando se cruzam param e se olham fixamente, sem dizerem palavras um ao outro. Lívia um pouco mais solta, se ente mais relaxa, e cada vez mais admirada e encantada por Arthur. Sem esperar Lívia sente os pés de Arthur tocando suas pernas, ela pensa que foi sem querer, mas não fala nada. E os dois conversam, saboreiam a pizza e degustam o vinho. Novamente os pés de Arthur tocam as pernas de Lívia por debaixo da mesa, agora mais demoradamente, nesse momento Lívia da um suspiro, e sem perceber aceita os carinhos mais avançados de Arthur. Mas de repente, volta a si e se recompõe. No entanto, ela retribui os carinhos dele, também passando os pés nas pernas dele. Momentaneamente os dois se esquecem da pizza, seus olhares se cruzam, ficam em silencio e Lívia diz a Arthur que quer ir dançar. Mas ainda tem pizza, retruca Arthur, e Lívia o retruca, manda embalar para viagem. Os dois saem da pizzaria rumo a danceteria, durante o caminho Arthur ao mudar as marchas do carro, tocava levemente as pernas de Lívia, e sentia a sua pele macia, mas cada vez mais demorava com as mãos nas pernas dela e em um determinado momento as mãos dele ficam lá. Lívia sente arrepios e também repousa sua mão na nas pernas dele. O carro para em no semáforo seus olhares se cruzam de novo, mas é um olhar diferente, fixo, intenso, mas o sinal abre, no entanto mais a frente tem um novo semáforo vermelho. Novamente Arthur e Lívia se olham, mas dessa vez se aproximam mais. Seus lábios se aproximam e se tocam pela primeira, o primeiro beijo deles. O sinal abre, Arthur avança e encosta o carro. Finalmente se beijam com intensidade, um beijo forte, muito forte. Os dois se arrepiam com o beijo, se olham se seguem juntos para a danceteria.Já na danceteria começam a dançar, todos olham para o casal, pois ele é o único de terno, todos ficam com inveja. Depois de dançarem um pouco, resolvem sentar para descansar e pedem uma bebida. Arthur pede caipirinha de vodka importada e Lívia pede um drink. Os dois estão sentados no sofá mais afastado de todo o movimento da danceteria, enquanto esperam as bebidas, conversam bem próximos um ao outro e quando menos espera, Arthur rouba um beijo de Lívia. Mas não foi só um beijo, foi mais que um beijo roubado, pois Lívia retribui o beijo com intensidade, seus lábios se tocam, suas línguas se entrelaçam se tocam. Suas mãos começam a percorrer os corpos, as mãos de Lívia passam pelas costas de Arthur e as mãos dele também estão nas costas. Nesse momento são interrompidos pelo garçom que traz o pedido que fizeram há pouco. Lívia empolgada vira seu drink de uma vez, e fala para Arthur que vai dançar. Arthur, também empolgado toma sua caipirinha toda de uma vez e segue Lívia. Mas não vão longe. Eles ficam ali perto de onde estavam e começam a dançar. Como tomaram suas bebidas muito rapidamente os efeitos do álcool os deixaram bem relaxados, descontraídos e desinibidos. Os dois começam a dançar bem colados, bem próximos, rosto com rosto, a música no momento era lenta, propensa ao clima que estavam ali. A música muda, e fica mais agitada, Lívia entra no clima e vira de costas para Arthur, e elem nem acredita e resolve aproveitar também. Ele a segura pelos quadris e começam a se mexer junto com a música, Arthur beija a nuca de Lívia provocando arrepios em seu corpo, o que a deixa ofegante, ele beija seu pescoço e ela vira o rosto buscando a boca de Arthur para beijar, eles se beijam, de uma forma mais intensa. As mãos de Arthur começam a acaricias a barriga de Lívia, ela o provoca e gruda seu corpo contra o dele e dança sensualmente, deixando Arthur excitado. As mãos deles tocam as pernas de Lívia, mais precisamente na coxa, ela sente mais arrepios, ela fica mais ofegante. Lívia se vira de frente para Arthur e ele fica contra a parede, Lívia o beija, beija o seu pescoço, passa suas mãos por seu peito, já desalinhando o terno que ele veste, suas mãos descem e passam pelas pernas dele, o deixando arrepiado. Quando estavam se beijando, Arthur fala para Lívia que quer ir a outro lugar mais reservado, só para os dois. Ela dá aquele olhar, e aquele sorriso que só as mulheres sabem dar e fala: ?Vamos agora?. Pagam a conta e saem da danceteria.Já dentro do carro os dois não param de se provocar, enquanto Arthur dirigir e fica passando as mãos levemente na coxa de Lívia, a deixando arrepiada, ela dá beijos no pescoço e perto do ouvido de Arthur, o deixando arrepiado e quase o fazer perder o controle do carro. Arthur sugere que vão para sua casa, pois lá vai ter uma privacidade maior, Lívia aceita. Já no elevador, ignoram ou esquecem que tem câmera de segurança e lá dentro começam um amasso quente. A coisa começa a esquentar, pescoços são beijados, leves gemidos são solto pelos dois. A sorte é que o elevador chega ao andar de Arthur.Já no apartamento, sentados no sofá recomeçam os amassos, Lívia tira o paletó de Arthur e sua gravata também, começa a desabotar sua camisa, onde ela passa a mão em seu peito e a beijá-lo, deixando Arthur muito ofegante e excitado. Ele não deixa por menos e retribui os carinhos a beijando no pescoço, sua nuca, e devagarinho vão abaixando a alça de seu vestindo, ele desce beijando seu pescoço, seu peito. Nesse momento Lívia se senta no colo de Arthur e começa beijá-lo novamente, dessa vez dando beijos e mordidas de leve e continua descendo, passa a mão por seu peito, e o beija e o acaricia passando a unha. As mais delas procuram a calça dele para tirar o cinto e desabotoá-la e a desabota. Lívia beija o peito de Arthur, beija sua barriga e puxa devagar a calça dele para baixo, o deixando apenas com de cueca boxer preta. Ela volta a beijá-lo desde a boca, passa por pescoço, barriga, abdômen e continua a descer. Arthur está rendido, de olhos fechados apenas sentido o prazer. Enquanto é beijado e lambido por Lívia, as mãos delas estão nas pernas dele, massageando suas coxas em direção a virilha e seus beijos cada vez mais embaixo. Lívia toca o pênis de Arthur por cima da cueca, o massageia e toca em suas bolas, Arthur o sente crescer e dá leves gemidos de prazer. Suas mãos invadem a cueca, tocando pela primeira vez na carne do pênis de Arthur e começa a massageá-lo com leves movimentos, com sua outra mão acaricia suas bolas. Lívia continua e beijar e segura o pênis de Arthur com as duas mãos e o sente latejar, devagarinho ela vai se aproximando dele e suavemente passa e língua pela glande, depois ainda com a língua passa por toda a extensão do pênis. Em seguida começa a beijá-lo, de baixo para cima até que volta a sua glande, onde a coloca em sua boca, e passa a língua novamente, mas com ela dentro de sua cavidade oral. Arthur está com os olhos fechados, e acaricia os cabelos de Lívia, que coloca sua boca por todo o pênis dele e começa a saboreá-lo com volúpia, com intensidade. Arthur abre os olhos e vê Lívia olhando para ele com um olhar de prazer, ele percebe que o satisfaz e aumenta a intensidade dos movimentos e acaricia as bolas dela, o fazendo gemer um pouco mais alto. Ainda com o pênis em sua boca, Lívia brinca novamente com a língua na cabecinha do pau de Arthur.Arthur pega Lívia e atrás para junto de si e a beija com intensidade, sentindo o seu próprio gosto, os dois agora estão de pé, e Arthur a beija, tirando a alça de seu vestido e caindo no chão. Ao vê-la sem vestido, Arthur fica maravilhado, pois descobre Lívia vestida com um sutiã meia-taca e um conjunto preto de fio dental e cinta liga. Ele para por uns instantes para poder admirar tanta beleza. Aos poucos Arthur volta a beijá-la e com as mãos hábeis em suas costas desabotoa seu sutiã, que deixa seus lindos seios soltos. Os seios de Lívia são médios e durinhos, com os mamilos rosadinhos. Arthur não agüenta e começa a beijar o pescoço, peito, e toca os seios com suas mãos. Ele volta a sentar no sofá e ela está sentada em seu colo, Arthur não resiste por mais um segundo e beija com vontade os seios de Lívia, ora beija um, ora beija outro, até que começa a dedicar-se ao seio direto, enquanto sua outra mão brinca com o seio esquerdo. Arthur parece criança e delicia-se com o que faz arrancado gemido de Lívia, que levemente arranha as costas de Arthur, o dando mais prazer.  Arthur chupa, beija, passa a língua no biquinho o deixando durinho para receber leves mordidas, a deixando cada vez mais ofegante. Ele repete a mesma coisa no outro seio. Lívia volta a ficar em pé e Arthur beija sua barriga, a lambe, apertas suas pernas com as mãos, solta sua cinta liga, aperta sua coxa, passa a mão em suas virilhas. Ele com a boca perto de sua calcinha fio dental chegam nela e com os dentes começa e puxá-la para baixo, suas mãos tocam sua bunda durinha e gostosa. A língua de Arthur acompanha a descida da calcinha, provocando arrepios e gemidos são ouvidos da boca de Lívia. Quando a calcinha cai por completo, Arthur admira a linda xoxota de Lívia, que é toda lisinha, sem nem um pelo e cheirosa, mas antes de sentir, tocar e provar, Arthur passa a língua na virilha de Lívia e desce até o meio da coxa, vai para outra e começa a subir até a outra virilha. Com a língua, ele começa a contornar a região da vagina de Lívia, que já está toda arrepiada. Ela senta no sofá e abre as pernas, e Arthur com sua língua toca pela primeira vez a xana de Lívia, ele passa a língua de cima em baixo e baixo em cima, fazendo suspirar alto. Com a ponta de língua ele contorna os lábios vaginais e com a ajuda das mãos, abre a xota dela e coloca a língua dentro dela. Lá Arthur brinca com a língua, fazendo movimentos que arrancam gemidos fortes de Lívia. Lívia sob o domino da excitação que sente, segura a cabeça de Arthur, e a empurra contra a sua xana, ele entende o recado e gruda a sua boca nela e começa a sugá-la de forma intensa, absorvendo os seus líquidos do prazer, o seu mel que escorre de sua xoxota. Ele não cansa a língua e ruma em direção ao seu clitóris onde ele passa a língua, dando lambidas. O clitóris vai ficando durinho, cada vez mais sensível, Arthur da mordidinhas, chupa, e resolve escrever o alfabeto com a lngua no clitóris. Lívia já geme alto, e Arthur para judiar mais, coloca dois dedos dentro da xaninha e faz movimentos de entra e sai. Arthur olha fixo nos olhos de Lívia e fala que quer ser o homem mais feliz do mundo se ela gozar na boca dele. Uns dois minutos depois, Lívia, começa a tremer, arquear o corpo e segura a cabeça de Arthur e a pressiona contra sua xoxota e goza intensamente na boca dele. Arthur saboreia o mel de Lívia, não deixa escapar nada.Arthur volta beijando o corpo de Lívia até chegar a sua boca novamente onde se beijam. Lívia entorpecida de tesão ainda, chega perto do ouvido de Arthur e fala, que quer senti-lo profundamente, que quer dar-lhe prazer extremo. Os dois levantam-se e beijam-se, Lívia volta a tocar o pau de Arthur e a massageá-lo, deixando com a cabeça meladinha e passa o dedinho de leve na glande, arrancando gemidos de prazer. Lívia ao pé do ouvido de Arthur, pergunta onde é o seu quarto, ele aponta a direção e ela segue na frente e o puxa pelo seu pênis, enquanto caminha, ela para e fica de costas para ele, seus corpos estão colados. De repente ela abaixa na frente dele, curvando seu corpo e para provocá-lo, da uma rebolada deixando seu pênis mais duro. Por um instante, Arthur pensa em possuí-la ali mesmo, naquela posição em penetrá-la. Mas para retribuir a provocação ele só passa a cabeça de seu pinto em toda extensão de sua xoxota, a fazendo gemer. Finalmente chegam no quarto, e vêem aquela cama king size extra, e Arthur fala que tem muito espaço para se divertirem. Lívia concorda, mas com um olhar bem safado retruca Arthur dizendo que ali, não é único lugar que ela quer se divertir e aponta para a sacada, ele simplesmente sorri.Na cama, os dois se beijam, e Arthur fica deitado enquanto Lívia beija o seu corpo e vai descendo, peito e lambe sua barriga, novamente chega ao pênis, mas dessa vez é mais rápida, alguns beijos, lambidas na glande e uma rápida chupada para deixá-lo em ponto de bala, duro igual pedra, ereto igual um mastro de bandeira. Lívia vem por cima de Arthur e posiciona-se em cima do pinto dele, ele resolve torturá-la e não a deixa a penetração acontecer, fica passando a glande por toda a extensão de sua xoxota, a deixando louca. Até que ela implora para ser penetrada, Arthur com as mãos nos ombros dela a empurra para baixo e o seu pau, finalmente invade a sua xana que estava sedenta para recebê-lo. No momento que a penetra, Lívia solta um gemido alto. Arthur comanda os movimentos, controla o ritmo, Lívia fecha os olhos, mordes seus lábios e geme de prazer, diz palavras desconexas. Lívia passa a controlar o ritmo dos movimentos e a intensidade, ela desacerela e curva-se e beija Arthur, e ela acelera a penetração, Arthur beija o seu pescoço. Lívia cavalga gostoso sobre ele, Arthur aperta seus seios e ela geme, ele geme. Os braços dele estão em suas costas, e sem tirar seu membro de dentro, ele se senta na cama e Lívia acerela mais os movimentos, suas mãos vão nas costas dele e de tanto tesão ela começa a arranhar as costas, deixando suas marcas nele, Arthur adora isso, e começa e beijar a orelha de Lívia e fala coisas excitantes a ela: ?você é demais?, ?gostosa?, ?to adorando sentir minhas costas arranhadas por você?, ?quero fazer você gozar de novo, mas agora quero que você goze no meu pau duro dentro de você?. Lívia se excita mais e vai ao ouvido dele e fala com voz excitada: ?vou melar seu pau com meu gozo melado?, ?sente minha xoxota quentinha, ela ta agasalhando seu pau bem gostoso?, ?que delicia ele duro em mim?. Os dois começam a gemer, gemer alto, bem alto, Lívia gruda sua boca no pescoço de Arthur e começa a beijá-lo, chupá-lo e volta ao ouvido do Arthur de diz para ele não parar por que ta quase gozando e pede para que ele goze junto com ela, que ele goze dentro da sua xaninha, que a inunde com seu gozo quente escorrendo por sua xana. Os dois aceleram os movimentos, e Lívia começa a gritar alto, e fala que ta gozando. Arthur não demora e também começa a gozar e inunda a xoxota de Lívia com sua porra quente. Os dois deitam na cama bem satisfeitos, Lívia põe a cabeça no peito de Arthur e ele faz cafuné. Os dois adormecem, precisam relaxar recuperar as energias. Uma hora depois Arthur acorda com Lívia levantando e indo ao banheiro, ele não perde tempo e vai atrás. Ele entra no boxe do banheiro, liga o chuveiro e convida ela a entrar também. Ela aceita. Os dois lá dentro, a água quente caindo sobre eles, os dois abraçados começam a se beijar, as línguas se entrelaçam, as mãos percorrem os corpos. Arthur vai se abaixando e beija e chupa novamente os seios de Lívia, e desce com a língua pelo resto do seu corpo, até encontrar novamente a xoxota dela, só de dessa vez, Arthur coloca Lívia contra a parede, ficando de costas para ele. Ele levanta-se, beija a sua nunca e lambe suas costas de cima e baixo, dá vários beijos em seu bumbum e posiciona-se embaixo de Lívia. Nessa posição Arthur eleva o tronco e estica seu pescoço até tocar a xaninha de Lívia novamente. No momento que a toca com a boca, Lívia sente um arrepio e Arthur começa a chupá-la novamente, deixando-a muito excitada. Ela fala que quer sair dali, então ele se levantam e deixam o boxe. Enxugam-se e nisso Lívia começa a tocar o membro de Arthur novamente, com movimentos suaves, o faz crescer em sua mão. Ele senta na cama e ela ajoelha-se e começa a lamber o pênis de Arthur, quer deixar ele duro de novo, ela quer senti-lo novamente, ela e saboreia o membro dele como se fosse um sorvete o deixa todo babado. Enquanto ainda saboreia, ela massageia as bolas dele, tira a boca de seu pau e o lambe, e beija o seu saco, coloca as bolas na boca, dando uma sensação nova de prazer a Arthur, que já delira e geme de prazer.Lívia volta à cama onde os dois se deitam, acariciam-se, Arthur beija o corpo dela novamente e retribui o sexo oral com maestria, deixando-a louca de tesão. Arthur vira Lívia de costas na cama e novamente beija suas costas, ela então já dominada pelo tesão, ergue o seu quadril, apóia as mãos na cama e Arthur entende também fica de joelhos na cama. Seu membro está duro e fica muito mais ao ver Lívia de quarto, ele fica atrás dela e a provoca passando seu membro nas nadegas, passa a cabecinha na entrada do seu anelzinho, Lívia e recua e diz que ali hoje não. Arthur não demonstra frustração e com uma das mãos toca a vagina de Lívia e a sente molhada, Arthur traz os seus dedos até a boca e os lambe, depois posiciona seu pinto na entrada da xana e passa a cabecinha lá umas duas vezes, suas mãos estão nos ombros de Lívia, eis que derrepente Arthur puxa Lívia contra si e o seu pênis a invade com rapidez, arrancando um alto gemido de prazer da boca da moça, que vira pra traz e com o seu olhar diz que está adorando. Arthur controla a velocidade do movimento, tira as mãos dos ombros de Lívia e a segura pela cintura acelera os movimentos, só ouve Lívia gemendo mansinho, pedindo para não parar. Arthur entrelaça os cabelos de Lívia em suas mãos e os puxa, mas não puxa para machucar, só para dar prazer e ela gosta, vira para ele e olha e diz: ?sou sua potranca agora, acaba comigo meu garanhão gostoso? ele responde: ?então vou acabar com você minha potranca gostosa? e ?quero que você acabe comigo também, me deixe exausto?. Lívia já muito excitada começa a rebolar e aumenta a excitação os dois estão bem ofegantes, seus corpos estão suados, melados, até que Arthur anuncia que vai gozar, Lívia anuncia que está gozando e pede para Arthur esperar um pouco, pois quer que ele goze em seus seios. Arthur tenta segurar mais um pouco até Lívia terminar de gozar, ela se vira deita na cama e Arthur quase que por cima dela goza em seus lindos seios. Os dois caem na cama, trocam beijos quentes e carinhos. E seguem para o banho, dessa vez apenas tomam banho, uma ajuda o outro. Eles não têm fôlego para mais nada essa noite. Lívia fala que precisa ir embora, então sai do banho, Lívia troca de roupa e Arthur a leva embora para casa. No dia seguinte pela manhã ou mais perto da hora do almoço, Arthur liga para Lívia a surpreendendo novamente.

 

Gostou? Vote no Conto:

13567 visitas