Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Numa cidade do interior | Heterosexuais | Acervo de Contos

Numa cidade do interior

Sou uma mulher que adora conhecer novidades sejam elas o que forem!

Graças a Deus, sou uma profissional bem sucedida, o que me possibilita alguns regalos, como viagens internacionais, cruzeiros e etc...

Sou morena, 1,70, 56 ks, cabelos longos levemente encaracolados e olhos verdes claros.

Sou uma mulher atraente, e procuro sempre estar, porque gosto de sexo, e gosto de sexo de qualidade.

O que vou narrar aconteceu há poucos dias, numa viagem a trabalho, para o interior do Pr.

Eu e meu sócio Roberto, q é uma delicia, e que já me comeu mtas vezes fomos para o interior do Paraná, para ver alguns clientes!

Cidade pequena sem mta coisa pra fazer, Roberto resolveu levar a esposa, então eu fikei sem companhia. Chegamos a noitinha, e iriamos a empresa só no outro dia pela manhã.

Marina ( esposa de Roberto), é muito pudica, e não gosta nem de brincadeiras relativas a sexo.

Então vesti um micro shorts, camiseta branca ( sem soutien) um colete preto, e uma sandália ( de salto médio). Amarrei o cabelo no alto da cabeça, e levei um livro.

Caso não encontrasse nada pelo menos adiantava a leitura.

Dei uma volta pela pequena praça da cidade, e encontrei alguns jovens conversando e bebendo.

Sentei-me num banco próximo a eles, e olhei para o grupo pra ver o que me atraia.

Encontrei um garoto, lindo, alto, loiro, corpo bem definido, e apesar de apreciar mais os homens mais velhos, akele garoto realmente me chamou a atenção.

O encarei, e ele retribui meio timido.

Esperei um pouco e como ele não se aproximou me levantei, e fui dar uma volta pela praça, ver as vitrines. De repente escuto passos apressados, me assustei.

Qdo me virei era ele.

"Oi, desculpa, não kiz te assustar!"

" Td bem," - respondi.

" Posso te fazer companhia nesse passeio?" - Perguntou ele me encarando.

" Se vc não tiver algo melhor pra fazer!! " respondi

"Eu até teria, mas não sei se vc vai querer!" Respondeu ele safadamente.

"Humm, arrisque! Kem sabe eu tb prefira outra coisa que não seja passear..." disse-lhe

Ele não me respondeu, me puxou pela cintura me beijou com mto tesão.Sua boca era doce, seus lábios carnudos, eram ao mesmo tempo suaves e fortes. Não sei explicar, mas era uma delicia, sua lingua passeava nos meus lábios...Apenas sucumbi...

Depois sussurrou no meu ouvido: ' eu conheço um lugar aqui pertinho, que talvez vc goste..."

Apenas sorri e assenti, ainda tentando entender o que aconteceu comigo.

Então ele foi em direção a um carro, abriu a porta pra mim e disse: não vai se arrepender!

Entrei no carro, minha mão estava gelada, e se ele fosse um assassino, um ladrão sei lá!

Ele entrou no carro e me deu mais um beijo, e disse: "Prazer meu nome é Wagner! Não sou nenhum louco, nem assassino se é o que está pensando, não precisa ter medo! Eu vi o modo que vc me olhou na praça! por isso te segui! E como vc correspondeu ao meu beijo, acho que posso ir além! Mas vc pode negar se kizer!"

Eu sorri, e disse: " que bom que não é um assassino, sou Jess, e depois dakele beijo vc pode me levar onde kizer!"

Wagner sorriu!

Enqto saia da cidade, conversamos como velhos conhecidos.

Contei que estava na cidade a trabalho, etc...

Ele me contou q tinha 25 anos, uma empresa de som automotivo e que fazia faculdade.

De repente ele dimiuniu a marcha, e entrou por uma estrada de terra.

" vou pegar um atalho!" disse ao ver minha cara de espanto.

Logo abriu-se uma clareira, a frente havia uma represa, a lua cheia deixava tudo nitidamente visível.

Era um lugar lindo!

"Venho sempre aki! É um lugar calmo! Gosto de silêncio as vezes..."

Eu estava bokiaberta, era tudo perfeito...

Mas nada se compara ao que viria...

Wagner me abraçou, me beijou. Foi até o carro pegou um colchonete, um cobertor, e sorrindo disse: " sou previnido tb!"

Estendeu o colchonete bem próximo a água, sentei-me, então ele começou a me beijar, loucamente agora...

Entre um beijo e outro ele dizia coisas que me deixavam louca de tesão.

" que delicia essa boca" " seu gosto está me deixando louco..."

eu gemia...

como akele garoto era bom!!!

Wagner tirou minha camiseta, e começou a mamar nos meus seios, enlokecida eu gemia, e pedia pra ele me comer, mas ele não respondia.

Mamou por minutos, lambia, beijava, mordiscava!

De repente levantou, tirou a camiseta e o jeans que vestia, ficando só de cueca.

Tirou meu shorts, calcinha sandália, enfim nua!

Voltou a me beijar, lamber meu pescoço, mamar nos meus peitos, e desceu a lingua pela minha barriga...

Abriu bem as minhas pernas e disse: " Que linda!!!"

Incrivelmente eu corei!

então ele começou a lamber minha xana, beijar, mordicar meu grelo, e eu gemia...

meteu os dedos nela... depois no meu cuzinho...

eu gemia ainda mais...

Gozei várias vezes na boca dele, e ele dizia... Goza denovo!

Eu estava explodindo!

Então tirei a cueca que ele vestia, e me assustei com o tamanho da pica dele!

Enorme, grossa!

Eu kz chupá-lo mas ele me impediu!

" Vc não vai conseguir!" Ele disse rindo!

" deixe-me tentar!" respondi.

CAi de boca nakela tora, mas não consegui mesmo engoli-la toda!

Acho que mal-e-mal a metade!

Ele gemia...

Ele me pôs de 4, e começou a lamber minha buceta, denovo...

Gozei denovo e denovo!

Ai ele se posicionou para meter! E disse: " se doer me avise! já estou acostumado..."

Eu ri e disse: " se doer vc mete mais..."

E ele foi colocando devagar... Senti a cabeçorra entrar, confesso que doeu um pouco.

Ele foi metendo, e pedindo se podia continuar.

A preocupação dele era até engraçada...

Então eu comecei a me mover, para que entrasse tudo...

doeu mto mas o prazer era ainda maior...

ele deixou q eu me movesse, até que eu pedi: Bomba, mete tudo, com vontade! Não tenha receio, eu kero que vc me arrombe...

Ele socou tudo, gemi alto...

Ele bomabava como louco....

Então ele meteu o dedo no meu cu, e foi abrindo, e metendo mais um, e bombando naminha buceta...

eu gemia alto e o eco me deixava ainda com mais tesão...

Ele tirou e gozou!

era mta porra... tomei o banho! rsrsrs

ele caiu exausto de meu lado, e me pediu desculpas...

perguntei porque, e ele disse que a namorada dele não deixa ele meter tudo porque dói, e que nunca teve uma mulher que mexesse tão gostoso como eu.

Lógico que achei akilo "papo pra boi dormir", mas tudo bem, iria embora em 3 dias msm.

Eu estava exausta, então ele perguntou se eu keria um banho.

E saiu correndo pra agua... Corri atrás...

a água estava levemente gelada, mas uma delicia...

ele me abraçou, me beijou e disse:

vc é uma mulher sensacional, pena que não mora aki!



sorri, e agradeci dizendo o mesmo...

nos beijamos, e ele me levou ao hotel...

...

Pela manhã enquanto tomava café, recebi um bilhete:

" Jess, se vc kizer, eu gostaria de ser seu anfitrião, até a sua volta pra casa... me ligue... W."

Fui para o quarto me trocar e liguei pra ele, disse que teria o dia bem cheio mas que a noite poderiamos sair.

Combinamos jantar...

O dia passou de arrasto, os clientes, as reuniões, os assuntos sem noção de Marina...

Enfim, demorou pra chegar as 8:00 hs...

Mas pontualmente as 8:00 hs lá estava ele, de Jeans, camisa, me esperando no Hall do pekeno hotel.

... saimos todas as noites... emendei o final de semana...

nunca mais nos separamos, abrimos uma filial da loja dele na minha cidade e hoje fazem 5 meses que ele mora comigo...

Gozando muito, transando muito...

 

Gostou? Vote no Conto:

18143 visitas