Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

No quarto ao lado | Heterosexuais | Acervo de Contos

No quarto ao lado

Este fato inusitado aconteceu comigo a algum tempo atrás, não sei se eu o classifico como estranho ou bizarro, mas podem acreditar foi verídico. Acredito que um bom casamento deve ser feito com amor e muita sacanagem para não cair na rotina e para fugir da monotonia nos costumávamos ir a variados motéis, nos amávamos e conversávamos sobre o cotidiano familiar, tudo na mais perfeita ordem como um casal normal e as vezes para apimentar um pouco a relação falávamos sobre a inclusão de um casal em nossas fantasias. Ela se mostrava muito animada durante as conversas e quando falávamos sobre alguém conhecido para termos afinidades, ela recusava com medo dos comentários que surgiriam se caso a historia vazasse ao mencionarmos um estranh,o ela tinha medo do inesperado, na verdade nunca tínhamos saído da fantasia ate que certo dia, eis que alguém bate na porta do nosso quarto. Nos olhamos com dúvidas, pois não havíamos pedido nada a recepção, fui até a porta e perguntei quem era, a voz do outro lado disse ser o casal que estava no quarto ao lado, mantivemos uma conversa rápida ate que na curiosidade eu acabei abrindo a porta. O casal havia entrado pela garagem, estavam apenas com os roupões do motel e o cara me pedia para comer o cu da sua mulher, ela abriu seu roupão mostrando seu lindo corpo e eu fiquei de boca aberta com o lindo corpo que ela tinha, a minha mulher que estava por trás da porta e ouvia toda conversa perguntou baixinho, e porque ele mesmo não fode ela e foi exatamente o que eu sugeri ao cara e nesse momento foi ele quem abriu seu roupão mostrando que seu cacete mole ia quase no seu joelho. A minha cara de espanto fez a minha mulher passar por baixo do meu braço para ver o que estava acontecendo na garagem e é claro que também ficou de boca aberta admirando o tamanho do cara. Nesse mesmo instante me veio a idéia de aproveitar a oportunidade de por em prática as nossas fantasias, pedi um segundo ao casal para conversar com a minha mulher, sozinhos, falamos rapidamente sobre as possibilidades, ela parecia irredutível em aceitar a idéia, mas quando eu mencionava o tamanho do cara entrando na xaninha dela, seus olinhos brilhavam é claro que ela estava cheia de tesão então eu sugeri a ela que permitíssemos o outro casal entrar no nosso quarto para conversarmos melhor e quem sabe. 

Abrimos a porta e convidamos o outro casal a entrar, fomos para piscina e começamos a beber e conversar sobre as nossas preferências e a nossa iniciação ao swing, explicamos que tínhamos muita vontade de participar mas que ficávamos receosos de como iríamos nos olhar depois de experimentarmos essa nova aventura e o bom humor do outro casal foi quebrando a timidez e aos poucos foram surgindo os primeiros toques. Minha esposa ainda estava contida conversando com o cara e pela sua aparência ela estava um pouco enciumada em ver aquela gostosa sentada no meu colo e por sugestão da gostosa eu puxei a minha mulher para um beijo, esse beijo parecia um pedido de aprovação para darmos continuidade a toda sacanagem que iria rolar em seguida. A minha mulher permitiu que o cara a leva-se no colo para a cama e pelos gemidos que vinham do quarto com certeza aquele cacete enorme deveria estar dando muito prazer para ela já eu fiquei pela piscina comendo o cu daquela gostosa em varias posições, nunca tinha visto uma mulher com tanto tesão no rabo como essa mulher, trocamos e re trocamos de posições mas ela sempre encaixava o meu cacete no seu cuzinho. Logo depois nós também fomos para o quarto, e juntos nos quatro continuamos metendo e trocando de parceiros estava muito gostosa toda aquela sacanagem que foi interrompida bruscamente pela minha mulher quando a gostosa começou a chupar a minha mulher. Ela aceitou a minha relação com a gostosa, ela aceitou se deitar com o estranho e ate aceitou o troca, troca e a dupla penetração, mas ela não era lésbica e repudiava a idéia de uma outra mulher tocando as suas partes intimas. Mas valeu toda a sacanagem. 

 

Gostou? Vote no Conto:

18620 visitas