Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

meu sonho de consumo | Heterosexuais | Acervo de Contos

meu sonho de consumo

Nair é minha colega de trabalho. Sempre tive muito tesão por ela que tem seios grandes, é de pele clara com 1,70 de altura mais ou menos.Sempre imaginei ouvir seu gemidos na hora em que ela estivesse gozando. De vez em quando dava uma roçadinha de leve com a mão no seu coro mas nada muito indiscreto acho que ela nem percebia. O fato é que um dia fomos terminar uns trabalhos na casa dela e eu já estava com o pau prá lá de duro, ela usava um vestido curto e um perfume muito gostoso. De repente não resisti e falei que sempre a admirei e sempre a desejei. ela riu e continuamos até que não aguentei passei a mão em suas coxas,ela disse você é doido, e eu disse sou mesmo e comecei a abraçá-la ela meio que sem querer deixar mas levantei o seu vestido e puxei bem sua calcinha enterrando-a na sua bunda e fui logo esfregando seus seios no meu peito, estavam durinhos no ponto de chupá-los e ão me fiz de rogado logo estava acariciando-os com minha língua. sua respiração estava forte e ela dizia que delícia cri cri (me chamava por esse apelido). Deitamos na cama e retirando sua calcinha percebi que seu clitóris estava pedindo que eu o acaricia-se com a língua mas resolvi colocá-la de bruços e passar a língua em seu cuzinho que no inicio estava contraído mas depois ficou relaxado nesta altura ela estava gemendo como louca mas eu queria aproveitar a oportunidade e só aí suguei aquele seu clitóris ela se contorcia me dizendo que era minha cadela até que ela gozou estremecendo o corpo bem gostoso. Então a penetrei sua buceta estava quente e macia a cada estocada ela gemia e se contorcia. deixei que ela ficasse por cima e enfiei o dedo no seu cu arrancando mais gemidos fazendo-a gozar mais uma vez e então não aguentei mais e também gozei dentro do seu corpo delicioso queria rasgá-lo de tanto prazer. Deixei então que ela acaricia-se meu pau com a lingua e não demorou já estava dentro dela, quente e úmida a fiz gozar mais e gozei muito também. Depois disso ela virou minha cadela predileta e sempre gozamos muito.

 

Gostou? Vote no Conto:

779 visitas