Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Meu gatinho tarado | Heterosexuais | Acervo de Contos

Meu gatinho tarado

Bem o que passo a contar, tem me deixado muito exitada, pois embora me considere bem dadinha e danadinha, faz tempo que não curtia algo tão bom. Tenho um metro e cinquenta e cinco, sou baixinha, uns 49 ou 50 kg, morena de cor e cabelos negros, meus seios são pequenos, mas adoro o bico deles, pontudinhos e a minha bunda é oque mais gosto, pois embora pequena ela é firme e bem redondinha(adoro ficar horas no espelho me admirando e a cada dia mais me encanto com meu bumbum.   Estava eu de baixo astral, depois de alguns relacionamentos frustrados e, por que ainda pensava muito em meu ex, o qual deixei por que ele me traiu, poxa poderia ter me convidado junto. Entrei no facebook e fui adicionando conhecidos, até que um cara me chamou atenção, no seu avatar aparecia dentro de uma piscina, em bronzeado e de óculos escuros. Adicionei para ver mais fotos, e ele prontamente me aceitou. Nossa era grande, olhos verdes, mas nada de sarado. Convidou-me para adiciona-lo no MSN oque eu fiz prontamente. Começamos a conversar, e os papos ficavam a cada papo mais animados, e indo para o lado só do sexo, foi quando resolvemos nos encontrar, e marcamos de tomar um mate, na praia. Inverno aqui eu coloquei uma calça jeans, e muitos blusões, enfiei uma calcinha bem fio e um sutiã que aumentava meus seios, rsrsrs. Na hora marca lá estava ele me esperando, entrei no carro, dei um beijo no rosto e começamos a conversar, ir em direção à praia. O cheiro do perfume dele, suave e no ponto (sem ser de mais). Era um homem grande, creio que quase 1,90 e ficamos passeando de carro, até que ele me levou a uma praia com menos gente, estacionamos o carro e ficamos curtindo o sol e tomando um chimas. Achei q o cara ñ tinha me curtido, mas quando foi me deixar em casa e fomos nos despedir me roubou um beijo, que coisa boa, demorado, daqueles de beijar com o corpo todo, nossa molhei a calcinha, mas ele tinha horário e não conseguimos prosseguir. Logo que me deixou em casa, eu fui ao banho, peguei o SEVERINO e, me masturbei gostoso pensando em que tamanho teria aquele pau e as mãos grandes me tocando. Umas 22 horas ele entrou no MSN e disse que queria me encontrar, desta vez mais cedo. Concordei e marcamos para uma sexta-feira. Chegado o dia eu tomei um banho, não estava frio, coloquei uma calça de lycra, uma blusinha branca, um sutiã que aumentava meus pequenos seios e uma jaquetinha de manhã, roupa que uso para dar aulas de educação física e sei que os gurizinhos não tiram os olhos e eu ficava molhadinha. Bem, ele passou na hora certinha, e fomos novamente para a praia, mas no caminho ele disse que queria ficar em um lugar, onde pudéssemos parar o carro e conversar. O cara me para o carro em uma avenida e, me agarra-me abraça e me beija com força, querendo me comer ali mesmo, e eu preocupada com as pessoas que passavam e ele já com as mãos no meio das minhas pernas, comecei a ficar inteiramente molhada, acho que ele notou, pois quando olhei minha calça estava molhada, e passei a mão no pau,hum que belo volume, mas eu não estava a vontade, e pedi para sair daquele local. Ele então se dirigiu para me levar em casa, ai foi minha vez de dizer que queria ver pelo menos o pau, ele dirigia calado e, parou atrás de um trailer destes de lanche, estava escurecendo já e foi abrindo o zíper, no que eu gananciosamente coloquei a mão, baixei a cueca e uma piça cabeçuda apareceu, ele forçou a cabeça para que eu chupasse, e não me fiz de rogada e comecei a timidamente lamber aquela piça de gostinho bom, me colocou de quatro no banco do carona e tocando a xota por cima da calça, ai eu perdi a cabeça de vez, punhetiava o pau,chupava,tentava engolir, e o safado baixou minha calça, e enterrou minha calcinha no cuzinho, senti o tecido de algodão roçando meu cú, ele colocou a mão por trás na minha bucetinha, eu estava melada, molhada, e começou a procurar meu grelo, esfregava o dedinho no meu grelo e enfiava lá dentro, eu continuava em uma chupetinha fogosa, as vzs abria os olhos e punhetiava, o cara começou a molhar o dedo na minha buça e passava o dedinho molhado na volta do meu cú,eu estava delirando com aquela sacanagem toda que nem lembrava que estávamos na rua, foi quando ele disse que não aguentava mais, que ia gozar,eu disse: goza,goza. Vou gozar na tua boca, e pedi que jorrasse a porra toda na minha boca, na minha cara, por que puta gosta assim, ele começa a jorrar porra na minha boca, nos meus cabelos e enfia o dedo no meu cú, eu grito e mando-o socar outro dedinho, e sigo lambuzando meu rosto na porra.   Sei que limpo todo o pau com a boca, ele pega uma flanelinha limpa os dedos, passa um gel e eu peço para irmos, pois sabia que ele tinha compromisso e eu tinha que chegar em casa cedinho para terminar coisas do trabalho. Quando estacionou para me deixar, dei-lhe um beijo bem gostoso e disse que na próxima eu queria motel e tomar piça, sei que ele saiu dali de pau duro.



 Era um sábado a noite,e o Fra tinha acabado de entrar na net,eu estava louca de tesão e disse que estava,pediu que eu ligasse a cam,eu o fiz,e pediu para eu tirar a minha calcinha e mostrar a buceta e  o cú. Tirei a calcinha,comecei a me tocar,e disse que queria ver minha bunda,eu me levantei,fui até o espelho de costas,e dei uma dançadinha,voltei para a cama e comecei a me masturar,foi quando ele me mostrou que o pau estava duro,aquilo me deu um tesão que comecei a gozar,enquanto ele batia uma punheta,fechei os olhos e gozei, gostoso,pedindo para que ele me mostrasse a porra que eu já havia sentindo na minha boca,e gozou que notei que ele molhou o not. Marcamos de nos encontrar no próximo sábado

 

Gostou? Vote no Conto:

33947 visitas