Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Festa de fim de ano | Heterosexuais | Acervo de Contos

Festa de fim de ano

Fim de semana antes do Natal. A galera resolveu se reunir numa chácara para uma festinha da firma.

Churrasco, cerveja, piscina, jogos, diversão!

Eram umas 5 tarde e o pessoal começou a ir embora? aos poucos, um a um iam deixando a piscina onde estávamos. Por fim, foi a vez de Natália:

? Bora Larissinha?

? Não, vou dar mais um tempinho aqui, aproveitando esse restinho de sol?

Assim, ficamos apenas eu e Larissa; ela, deitada de bruços e eu, dentro da piscina.

Gostava muito dela e algumas vezes já tinha até rolado uns flertes. Estava justamente pensando nisto quando ela disse, sorrindo:

? Vê se faz alguma coisa de útil e vem passar protetor em mim!

Sorri e saí da piscina, molhando minha amiguinha, que fez uma careta.

Começamos a jogar conversa fora enquanto passava o protetor em suas costas.

? Você gosta de marquinha de biquini? ? perguntei.

? Tá doido? Claro que não!

? Então pra quê isso aqui? ? e sem dar tempo para que ela pensasse, desamarrei o laço de seu biquini.

Ela levou um susto e como que por reflexo, levou as mãos nos seios, reclamando brava:

? Cê tá ficando doido??

Mas confirmando que não tinha ninguém por perto, acabou rindo da situação.

? Continua, vai?

E assim, obedeci minha amiguinha. Aquela sensação de ficar esfregando o corpinho dela era deliciosa e fui ficando excitado com a situação. Aos poucos, fui esfregando outras partes do corpo enquanto continuávamos nossa distraída conversa. Passei as mãos pelas pernas, subindo pela parte posterior das coxas, até que cheguei ao bumbum? Tive muito cuidado, mas ela não se opôs, nem falou nada.

? Você gosta de marquinha de biquini? ? perguntei novamente.

? Nem vem! ? protestou ela ante a possibilidade (remota) de que eu viesse a baixar a calcinha. E rimos bastante!!

? E agora, como eu me levanto? Pode tratar de amarrar de novo o biquini!

? Por mim, vc podia ficar assim? tá linda!

Ela deu um sorriso gostoso, e ordenou:

? Amarra, vai!

Amarrei o biquini de volta morrendo de vontade de colocar as mãos naqueles seios gostosos.

Ela pulou na piscina e ficou encostada na beira da piscina, no rumo da porta de entrada, como se ficasse observando se alguém iria aparecer.

Entrei na piscina em seguida, e me coloquei atrás dela, chegando cada vez mais perto, até que meu pau, já volumoso, encostou na bundinha dela?

Ela sorriu e disse:

? Doidinho? e se alguém aparece??

Se a preocupação dela era que alguém aparecesse, então era sinal que ela estava afim?

? Fica tranquila, quase todo mundo já foi e estamos longes de quem ficou. Ninguém vai ver nada?

Foi então que delicadamente envolvi ela com meus braços, segurando seus seios e apertando meu pau contra a bundinha dela.

Imediatamente ela empinou sua bundinha, que se encaixou maravilhosamente no meu pau.

Dava pra ver sua aflição e seu medo com a possível chegada de alguém, mas o desejo falou mais alto. Comecei a beijar sua nuca e fui acariciando seus peitos, por cima do biquini, e ela, com a respiração ofegante, continuava esfregando seu bumbum no meu pau, que já tava latejando de tanto tesão.

Foi então que tentei algo mais ousado? enfiei minhas mãos dentro do biquini; ela levou suas mãos em cima mas minhas, mas por cima do biquini, e ficou acompanhando meus movimentos. Como era delicioso sentir seus seios em minhas mãos e passar os dedos nos biquinhos do peito. O tesão continuava aumentando cada vez mais. Aumentando tanto que resolvi abaixar a mão direita, em direção à xaninha dela, primeiro, por cima do biquini.

? Não? ? foi a reação dela, não muito convincente?

? Sim? ? respondi?

Fiquei alisando a bucetinha dela por cima do biquini, e não demorou muito pra colocar minha mão por dentro. Que sensação deliciosa, passar a mão naquela bucelinha toda lisinha. Parece até que ela tinha se preparado especiamente para isto.

? Adoro uma bucetinha lisinha? ? murmurei baixinho em seu ouvido.

? É?? Então aproveita?

Que delícia minha Larissinha! Que tesão!

Comecei a acariciar seu clitóris, enquanto continuava beijando sua nuca, seu pescoço?

Pra minha surpresa, ela colocou sua mão para trás e a enfiou dentro do meu calção de banho. Naturalmente, quis também sentir meu pau com suas mãos, e ficou apertando ele, massageando, para o meu delírio. Ter o pau massageado dentro da água era uma sensação que eu ainda não havia experimentado, e aquilo era maravilhoso!

Não deu pra aguentar mais, e a virei de frente para mim, enquanto observava novamente se não havia sinal de ninguém por perto chegando.

Tudo livre, agarrei seu rostinho e nos beijamos maravilhosamente, enquanto nos apertávamos, esfregando nossos sexos um contra o outro; o tesão rolava solto e depois de muito beijar gostosamente minha amiguinha, baixei a cabeça e comecei a chupar seus seios, que ainda estavam soltos fora do biquini.

Mas isto durou pouco tempo, pois a vontade de sentir meu pau dentro daquela bucetinha era enorme e, sem pensar muito, abaixei sua calcinha.

Ela arregalou os olhos, mas a sensação de medo foi passageira? novamente enfiando a mão dentro do meu calção, puxou meu pau até que se encaixasse na entrada da sua bucetinha?

Ela me olhou bem nos olhos, sorriu e disse:

? Vai?

E em seguida me deu um beijo cheio de paixão.

Enfiei meu pau com cuidado enquanto sentia sua língua toda molhada explorando a minha, num beijo ardente.

A medida que meu pau invadia sua xaninha, ela soltava gemidos de prazer. Por fim, meu pau estava deslizando para cima e para baixo, dentro daquela bucetinha molhadinha e quentinha.

Não conseguia me conter de tanto tesão até que ela envolveu suas pernas em torno das minhas e começou a subir e descer no meu pau, enquanto eu a auxiliava segurando seu delicioso bumbum.

Desta forma, o contato do meu pau com sua bucetinha era mais intenso e ela gemia cada vez mais, de forma que seu clitóris também era massageado, até que um arrepio percorreu seu corpo, seguido em um gemido mais alto e longo. Ela havia gozado? e ao olhar aquela expressão de felicidade e satisfação no rosto da minha querida Larissa, senti aquela sensação maravilhosa e gozei deliciosamente.

Me senti extremamente feliz!

E eis que acordo, com a cueca toda melada? Tudo não passara de um sonho!!!

Mas a sensação daquela xaninha deliciosa, eu jamais esquecerei?

 

Gostou? Vote no Conto:

1650 visitas