Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Universitária trepando com casado | Fetiche | Acervo de Contos

Universitária trepando com casado

Todos os fatos aqui relatados são totalmente verídicos. Olá me chamo taty, tenho 18 anos, sou baixa, cabelos loiros bem longos, branquinha, seios grandes, bunda empinadinha, olhos puxados e universitária. Bem, conheci um homem bem forte e bem mais velho do que eu, casado. Mas mesmo sendo casado ele sempre deu encima de mim em conversas no facebook e whatsapp, mas na época das cantadas eu não dava muita corda ate porque eu era muito nova . Dois anos se passaram e eu mudei pra um estado vizinho do meu pra fazer faculdade e hoje moro sozinha em um ap. A gente sempre conversava e cobinavamos de nós encontrar aqui na minha cidade e como é perto um dia ele veio ate mim. Eu senpre fui atraida por ele, ele é bem mais velho do que eu, ja tem cabelos grisalhos mas é um chame só e pelo fato da família dele ser uma das melhores da cidade dele ajudou bastante pois hoje em dia ele me dar tudo que eu quero. Era uma sexta feira anoite quando ele deixou a mulher dele e veio pra minha cidade me ver, nós fomos a barzinho curti a noite de BH, depois de enchermos a cara troxe ele pro meu ap. Quando ele tocou em mim eu estremeci de tanto prazer que eu senti. Ele começou a tirar minha roupa e beijar meu corpo inteiro, dizendo no meu ouvido que a minha pele era macia e gostosa, depois ele tirou minha lingerie da parte de cima e começou a chupar meus peitos de uma maneira tão gostosa que eu comecei a gemer, então ele tirou minha calcinha e quando ele enfiou o dedo ja tava toda molhadinha pra ele. Então bruno começou a lamber minha buceta, lambia tanto que parecia um cachorro, eu comecei a gemer tão alto que todos os meus vizinhos escultavam. Foi ai que eu avisei que iria chupar aquele pau delicioso, que eu qria senti ele toda na minha boca. Comecei a chupar e o bruno começou a gemer e me chamar de vagabunda, gostosa e falar que eu era a puta dele. Subi encima daquele pau duro e gostoso e comecei a pular e rebolar bem gostosinho encima dele. Bruno quase gozou, ele me puxou pelo cabelo e me deu dois tapas na cara e me colocou de quadro e começou a me fuder com tanta força, eu só pedia pra ele meter mais e que me desse uns tapas. Eu nunca apanhei tanto em uma noite, aquele homem praticamente me espancou. Por fim ele gozou tudo na minha boca com uma bela chupado que eu dei pra tomar toda aquela porra gostosa. Desde então ele sempre me procura e nosso encontros são semanais .

 

Gostou? Vote no Conto:

1556 visitas