Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
videos de sexo porno bundas flagras videos de sexo ninfetas

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Novinha e o vizinho maduro da praia | Acervo de Contos

Novinha e o vizinho maduro da praia

Ola meu nome Dani (fictício) tenho cabelos castanhos 1,72 altura, bunda redondinha e peitos fartos, sou uma mulher casada com um homem maravilhoso, mas antes de me casar tive inúmeras aventuras maravilhosas.
A aventura que contarei começou quando eu tinha dezoito aninhos e não tinha muita vontade de me relacionar com homens da minha idade, ao mesmo tempo sentia certo fascínio por homens mais experientes.
Ele era um conhecido de minha família há tempos, um homem com 60 anos bem musculoso que chamava muito atenção por seu porte físico, aposentado pelos bombeiros e vivia praticando natação tinha casa em uma pequena praia no interior, praia esta bem deserta por sinal, apenas poucos turistas no verão era um lugar bem calmo onde as maiorias das pessoas soíam para lá passeio
Fui passear uns dias em uma casa de praia de umas amigas que era bem perto da casa dele. No segundo dia que estava lá fui caminhar na praia sozinha ele estava lá caminhando também, quando nos encontramos começamos a conversar, paramos sentamos na areia a beira da água durante a conversa toda hora ele dava um jeito de se encostar-se em mim eu até estava gostando daquilo e facilitando as coisas. Já que eu estava com um shortinho amarelinho muito fino e curto e dava para ver a marca de minha calcinha e uma parte da minha bundinha já em cima apenas um biquíni.
No meio da conversa ele me perguntou se eu tinha namorado, falei que não ai me perguntou quanto tempo eu estava sozinha sem ninguém ai ele seguiu querendo saber quanto tempo estava sem ninguém, acho que uns 2 meses ai ele questionou se estava faltando pretendente ou por opção.
Foi então disse a que eu estava em uma fase que não estava curtindo tanto os garotos da minha idade, ele sorriu e perguntou se com uma idade um pouco mais avançada eu curtia, fiquei um pouco sem graça e balancei a cabeça dizendo q sim.
Foi à chance que ele queria percebi que o volume por baixo da sunga deu uma aumentada.
E quando nos levantamos passei a mão na minha bunda para tirar a areia ao mesmo tempo dando uma reboladinha ele ficou babando olhando e disse ainda ficou areia se quiser tiro para você então ele passou a mão bem devagar na minha bunda e socou um dedo bem grosso no meio bunda eu cheguei a gemer na hora ao mesmo tempo apertei o dedo dele no meio das minhas nadegas, ficando por alguns segundos ali ele foi tirando dedo dele bem devagar sem pressa ai então se encostou por traz aproveitei e dei uma reboladinha e senti o pau dele todo duro e falei que tinha sentido uma coisa dura ele ficou doidinho e perguntou se eu queria ver sorriu deu-me um beijinho no rosto.
Eu fiz uma carinha de safadinha pra ele e disse que queria ai então falou que morava sozinho e que eu devia ir a casa dele se quisesse ver. Não resisti, vi se alguém estava olhando e fui lá.
Durante o caminho, ate a sua casa ele falava bem perto do meu ouvido algumas gracinhas e sacanagens eu apenas ria às vezes só para provocar andava uns passos a frente dele rebolando ele olhava minha bunda e suspirava.
Quando entramos na casa ele me levou pro quarto e depois que entrei fui logo sentando na cama ele veio pra cima de mim, me deitou e ficou em cima e começou a me beijar na boca. Nessa hora, minha xaninha já estava toda meladinha de tesão.
Ele saiu de cima e tirou meu shortinho devagar. Olhando fixo pra minha calcinha, minha bucetinha, minha barriga literalmente me comendo com os olhos eu adorando isso. Abri bem as pernas, colocou minha calcinha de lado e caiu de boca, chupando-me, enfiando a língua funda dentro de minha xaninha ficou molhadíssima
Depois de me deixar toda molhada e cheia de tesão tirou minha calcinha sua sunga e veio pra cima de mim de novo mirou a cabeça da pica dele na minha xaninha foi enfiou devagarzinho até que entrou tudo e começou a meter comecei a gemer com força e ele meter mais rápido e gostoso até que gozou dentro de mim enquanto eu estava gozando também, ai caiu deitado do meu lado cansado
Depois d poucos minutos, eu queria mais e peguei o pau dele e comecei a chupar. Já estava mole mais eu estava adorando aquele pau. Ele não parava de me xingar e depois de um tempo ficou duro de novo e eu subi em cima dele e sentei na pica dura. Agora entrou com mais facilidade porque eu já estava fudidinha e queria ficar mais. Rebolei muito de frente e de costas e gozei mais uma vez, mas ele não gozava de novo e eu estava adorando. Aquele pau duro grosso e gostoso sem camisinha dentro da xaninha Ai ele me segurou em cima dele, me jogou na cama de costas e veio pra cima de mim. Que delicia aquele corpo pesado em cima do meu corpo todo, meteu na minha bucetinha e começou a meter com força, sentia o corpo dele batendo na minha bunda e a vara toda dentro de mim até que ele esporrou tudo dentro de mim de novo.
Levantei e me vesti, mas não coloquei a calcinha, ele pegou e disse que outro dia eu voltava para buscar. Eu disse q tudo bem que voltaria mesmo era só ele me convidar com isso demos um demorado sorriso nos abraçamos.
Ele disse que as portas estavam abertas para mim quando quiser.
Eu realmente voltei muitas vezes depois e tivemos várias aventuras, me transformando em a putinha do velho, durante quase 4 anos.

 

Gostou? Vote no Conto:

07/05/2011 | 69258 visitas

 
 
 
amadoras videos porno bundas