Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Nossa primeira pegação... | Femininos | Acervo de Contos

Nossa primeira pegação...

Olá!!! Essa é a primeira vez que escrevo aqui...Por isso vou contar a primeira vez que transei com meu atual namorado. Que é uma delicia por sinal. Ele não é alto, forte ou musculoso, mais é lindo! É branquinho, de olhos verdes, uma bundinha linda e um pau muito gostoso e grande!

Pois bem, vamos a história!

Isso aconteceu a mais ou menos uns 3 meses atrás, quando ainda nem éramos namorados, apenas ficavamos. E ele me levou até a casa dele para um churrasco em família (oportunidade para ser apresentada para a familia), apesar de eu não gostar muito da idéia aceitei, pq eu adoro um churras neh..rs.

Depois de ser apresentada a familia, e ter passado altos micos, com cunhados, sogra e amigos dele. O churras estava quase terminando...Minha sogra e cunhados já tinha ido dormir, pq passava das 2h da manhã, ficamos apenas eu, ele, e uns dois amigos dele tomando cerveja e comendo carne...Até a cerveja acaba, mais os "pinguços" de plantão resolvem ir comprar mais, prometendo voltar logo...Assim ficamos sozinhos no terraço da casa, e era uma noite fria, decidimos entrar e ficar na sala de casa até que eles voltassem. Tudo já tramado por ele é claro! E eu, uma pobre vitima inocente sendo levada para a toca do lobo. Como ele mesmo tinha combinado, os meninos só voltariam horas mais tarde, se voltassem.

Enfim, entramos. Mais como a casa dele está em reforma, a sala está um pouco desajeitada, sem sofá, sem piso, apenas uma TV velha em cima da estante e um Puff (não sei se escreve assim) para sentar.

Sentamos e ele já foi logo me beijando, com aquela boca deliciosa, me pegando pela nuca e afagando os meus cabelos. Ele me beijou muito, muito mesmo. E que beijo gostoso, cada vez mais envolvente. Ele passava a mão no meu pescoço, e começava a descer pelo braço, indo pela cintura e chegando até a bunda, e me dava uns apertos por cima da calça. Subiu novamente a mão e começou a acariciar meus seios, não com força, mais com uma delicadeza sem igual, que mesmo por cima da blusa e com o sutian por dentro dava para ele sentir com eles já estavam ficando durinhos, e o tesão começa a tomar conta dos nossos corpos. Não me contive e comecei a apertar o pau dele por cima da calça e fiquei impressionada e mais excitada com o tamanho da criança, e pensei:! "Caraca meu ele só tem 18 anos e já é assim, que delicia"...

Como ele viu que eu já estava envolvida com a situação e com certeza ia dar pra ele...Ele se afastou, correu no quarto e voltou com um edredom, pq estava um frio insuportável, e ficar pelado no frio não rola neh. Menos de 30 segundo depois ele volta, já pelado e com aquela vara balançando no ar. Joga o edredom por cima de mim e entra por baixo, tirando a minha calça sem que eu visse, apenas sentisse, já que eu estava com a cabeça pra fora do edredom e ele não.

Ainda sem que eu colocasse a cabeça dentro do edredom, ele começou a beijar a minha barriga, em direção a minha menininha (apelido carinhoso dado por ele), ele tirou minha calcinha com a boca e começou a me chupar delicadamente e deliciosamente. Passava a lingua dentro dela e me fazendo arrepiar. Soltei um leve gemido. Ele começou a subir me beijando, chegando no meu par de seios durinhos de tesão por ele. Ele tirou minha blusa e meu sutian, e sem pensar caiu de boca e mamou neles intensamente. Como isso me deixa excitada, nossa! E como ele chupa bem.

A essa altura eu ja estava toda molhadinha...Pedi para ele me deixar chupá-lo, estava louca pra sentir aquele pau grande e duro se afogando na minha boca. Sem contestar ele enterrou aquela pica gostosa na minha boca e eu a devorei, chupei muito, e com força, bati uma pra ele e chupei as bolas tbm. Podia sentir uma cerTA eletricidade no corpo dele, e como ele se contorcia a cada chupada, eu adorei isso. E apesar dele estar quase gozando me pediu pra parar pq ele queria gozar dentro da minha bucentinha primeiro. Aceitei e deixei ele me penetrar. Quando ele começou a enfiar aquele pau gostoso sentir uns calafrios na espinha, que sensação deliciosa, senti como se tivesse passando uma corrente elétrica por todo meu corpo, soltei um gemido alto de prazer, mais logo me contive, pois a familia dele toda dormia nos quartos a metros dali.

Ele me socava cada vez mais forte, e eu me contorcendo de tanto tesão. Comecei a falar baixinho no ouvindo dele umas sacanagens que o deixaram mais fora de si. Falei: "Me fode gostoso, me come seu gostoso tarado. Me come que essa bucetinha é toda sua..." E ele me fodia cada vez mais. Daí ele começou a fazer uns movimentos diferentes que me deixaram ainda mais louca de tesão. Ele começou a fazer uma espécie de rebolado, fazendo a pica girar dentro de mim. Ele tirava e colocava, fazendo ela entrar de ladinho, mesmo ele estando em cima de mim. Eu queria gritar, urrar de prazer, mais não era possível, pq não queria acordar ninguém.

Mais alguns entre e sai e ele anunciou que ia gozar, e poucos minutos depois, senti aquela porra quente inundar a minha menininha que ainda latejava de tesão...

Pedi pra ele não parar de me foder mesmo depois de gozar pq eu tb já estava quase gozando. E assim ele fez...E quando eu anunciei que ia gozar ele tirou o pau de dentro de mim e caiu de boca na minha buceta e me chupou,gozei muito na boca dele. Depois ficamos ali parados, em êxtase total.

De lah pra cá não nos desgrudamos mais. Transamos muito e vários lugares diferentes...E aquela vez no trem...Ops...Essa é outra história...

 

Gostou? Vote no Conto:

21121 visitas