Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
videos porno videos porno gostosas videos porno porno sexo anal

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Segredos de um marido | Acervo de Contos

Segredos de um marido

Segredos de um marido

Marcelo, um homem em seu segundo casamento com uma mulher linda em igual situação, vê surgir com o passar dos dias uma mulher cheia de vida e que parecia ser mais que isso quando se tratava da vida sexual, onde revelara frustrações em seu primeiro casamento. Com uma grande afinidade, muito íntimos, as preocupações com o trabalho os impediam de aprofundar em conhecer melhor seus desejos que ficavam muitas vezes falado de forma superficial.
Porém o jogo continuava e as insinuações aumentavam a cada transa do casal e era notório o desejo de ambas as partes ao sentirem-se levados aos enormes orgasmos quando brincavam com a imaginação e fantasias sexuais .
Como tinham uma relação aberta não rolava desconfianças.
Era comum sua mulher atender ligações de amigos com naturalidade em sua presença. Mas certo dia, do banheiro, ouve a mulher pronunciar o nome de Luis ao telefone onde perguntava também por outro alguem chamado Danilo, o que lhe intrigara, pois nunca soubera deles.
Quando se conheceram, moravam em cidades diferentes, ela comprara um apartamento na cidade onde se empregara, mas foi morar na cidade do marido, porém mantendo o imóvel que usavam para alugar nos feriados.
Na semana do carnaval, alugaram e ela foi fazer uma manutenção no apartamento sozinha, onde ele resolvel inesperadamente ir para ajudá-la. Chegou mais cedo sem avisar nada ,e aproveitou para tirar uma soneca no quarto de hospedes a portas fechadas.
Quase que duas horas depois, acorda com a batida da porta da sala, imagina ser a esposa e ainda meio sonolento, resolve ficar deitado a esperar que adentrasse o quarto. Ouve logo em seguida o interfone e a esposa falando alguma coisa com alguem, mas não pode entender nada ao certo, e percebe a porta abrir e fechar novamente, parecia estar recebendo alguem, e resolve prestar um pouco mais atenção. Até então imaginara que pudesse ser uma de suas amigas que poderia ter vindo ajuda-la com a limpeza, ouve a televisão ser ligada em um programa qualquer e ouve também a mulher pronunciar o nome de Luis em meio ao falatótio da tv,pensa estar confundido apenas. Abre a porta e vê apenas a mulher sentada no sofa de frente para a tv muito avontade com um vestido e as pernas entre abertas que permitia a visão de sua calcinha, daquela vista, ou de quem estivesse sentado no outro sofá. Mas ela não percebera sua presença por causa das paredes do corredor e distraída com alguma coisa que a chamava a atenção, fazia uma carinha de sapeca, ele observou aquilo e retornou ao quarto sem entender muito bem ainda .
No quarto, já despertado, torna a ouvir agora mais claro ela perguntando a alguém : o que você está olhando? e uma voz responde : você é muito bonita realmente. E com certeza não era voz de mulher.
Abre a porta apenas o suficiente para poder ouvir com mais clareza a conversa, e o clima o fazia perceber algo, estava com a respiração reduzida, e se preocupava em não chamar a atenção, e ouve agora mais nítido ela exclamando :você acha Luis ? e permanece assim sem se apresentar e agora compreendendo que ela estava flertando com um homem chamado Luis que muito provavelmente seria o mesmo que ela falava outro dia ao telefone. Ao mesmo tempo que via sua mulher como uma descarada, a situação mexia com ele. Em resposta o homem confirma dizendo : sim , eu acho você muito bonita e o Danilo também, imaginei em seguida que ele devia ter falado dela para o amigo. Escuta o que parecia ser outra voz dizendo : isso mesmo!! e tudo se silencia então por alguns segundos.
Com as luzes do quarto e do resto da casa apagadas, ficava tudo em meia luz apenas com a pouca luz da televisão, no corredor que dava para o banheiro era totalmente escuro e aproveita para ir até o banheiro sem ser percebido e poder observar com maiores detalhes o acontecido , pois no banheiro, além de ouvir poderia então ver o que estava acontecendo. Tudo estava confirmado, sua esposa tinha a fantasia de estar com dois homens e como eles não conseguiam tomar a atitude juntos, ela partira para a realiação da fantasia, pois já era explicito tudo isso diante de tantas conversas intimas e confições.
Provavelmente sua esposa iria transar com aqueles dois homens até o momento sem face nem aparencia alguma. Estavam ali conversando e ao que se parecia era um clima de timidez mesmo já sabendo do objetivo daquelas pessoas ali presentes. E inesplicavelmente tudo aquilo estava sendo exitante demais.
Pois-se nas pontas dos pés e não fecha a porta para não fazer algum som e a caminho do banheiro, para no corredor onde podia observar com riscos de ser visto, mas queria saber o que se passava naquele súbto silêncio e tem a maior surpreza da sua vida. A imagem de sua esposa abraçada aquele homem com os seios a mostra,estava confirmado: é o fim do clima de inibição, e inicia a trepada de uma mulher que era nada menos que sua esposa com mais dois homens . Vê o outro abaixado por entre suas pernas com a cabeça enfiada em sua xoxota e coxas grossas, sendo abertas pelas mãos daquele rapaz. O outro por sua vez sugava seu seio com avidez . E assim se chocou com a visão e fora para o banheiro para se esconder com certa segurança.
Fica fechado ali dentro fechado por alguns minutos, com o sentimento mais louco de tesão e suspense.
Respirou fundo e agora refeito reabre a porta do banheiro apenas para ficar uma brecha em que permitia fazer dali um observatório seguro, assume seu papel e envolvido pelo enorme tesão que a situação lhe causava iria mesmo aproveitar todas aquelas imagens. A pocisão agora já era outra, sinal de que tudo iria fluir realmente para os finalmentes em breve. Deitada no sofá com as pernas abertas dava agora para ver melhor o que acontecia, eram dois rapazes de seus vinte e tantos anos, sendo um bem branquinho e o outro um moreno bem mais escuro que continuava se deliciando em sua xoxota enquanto o outro ganhava uma mamada no pau e fazia caras de quem estava sendo muito bem acariciado.
A mulher também deixava muito explicito o nível de tesão que sentia com aquela situação, fazia caras de quem estava gostando muito. todos tão envolvidos que permitiam que ele ficasse cada vez mais avontade para observar em detalhes, quando o rapaz, que tinha seu pênis sulgado deixa sua boca livre para o outro sacar seu também e direciona-lo a boca da mulher para receber o mesmo tratamento do amigo,que observa o rapaz envolver o orgão com um preservativo e aproximou da xoxota da mulher que de pernas meio abertas sede a penetração, que já parte para um vai e vem frenético e ela em aceitação ao clima do rapaz se mostra totalmente envolvida e facilita ainda mais a investida do homem que a segura pelas pernas e a deixa totalmente arreganhada.
O marido agora se encontra em uma masturbação se delirando com as imagens que se seguem o surpreendendo cada vez mais.
Percebe que o calor do momento os levaria até onde tudo fosse permitido. Os rapazes, principalmente o branquinho ,tinha um jeito de muito safado , e começa a falar nomes para ela que iam desde de safada, até de puta, rampeira vagabunda e era claro a satisação da mulher pelo que ouvia . Que ia além, com tapas em sua bunda e abrindo a mesma para permitir uma penetração ainda maior.
Como se comandasse a situação, ele deixa a xoxota e ordena meio que liberando para o amigo poder também penetrar sua buceta, dizendo a ele como é tão apertadinha e quente , para que experimentasse também. Então logo estava ali o rapaz negro com seu pau mirando sua xoxota e com um cacete escuro maior que do amigo, não se fez de rogado e começa também a desfrutar daquelela mulher. Ele a fode com vigor , chingando também a exemplo do amigo, e logo aparece com o pau na boca da mulher e dava para ser visto que já teria gosado, pois estava todo babado ao tirar a camisinha e penetrar imediatamente a boca da esposa que agora assumira de vez o papel proposto pelos rapazes de servi-los totalmente.
O marido observava tudo , e continua se surpreendendo a cada atitude daqueles amantes. Sua mulher que era tratada por ele com tantos cuidados e carinho era agora possuída sem qualquer zelo, e se libertava de qualquer pudor imposto pelo casal se transformando na mais vadia das mulheres nas mãos daqueles dois homens que iam ultrapassando váriso limites. Eram realmente amigos e parceiros dessas ocasiões e mostravam ser acostumados a viverem papeis de putanheiros e não se faziam de rogados vibrando juntos e preparando um para o outro as pocições para que tivessem o máximo de prazer daquela mulher.
Sentiram-se então permitidos para fazerem o que quisessem com ela. Depois de lambe-la inteira e provocá-la com os palavroes e a verem vibrando igualmente com tudo, tomaram posse de vez daquela mulher que agora seria mesmo transformada em sua puta. E como se a tivessem a contratado para essa finalidade, só se preocupavam em sentir prazer investindo de todas as maneiras sobre ela.
Ora por cima, ora de quatro , eles iam se alternando em se saborearem de todas as formas. No sofá , ela de quatro gemia muito alto em um momento em que o rapaz , safado se deliciava com a visão de sua bunda que entre gemidos a elogiava. Então neste momento, ela em meio a um delirio e gritos seguidos de gemidos anuncia seu goso e é um frenesi só no ambiente. Já se vê com a língua em seu rabinho entendendo a intenção do rapaz, empina sua bunda e logo o mesmo , como se soubesse da presença do marido, abre as nádegas deixando a mostra para a tomada do banheiro em quese encontrava e penetra seu cuzinho. Parecia estar exibindo tudo aquilo, colocando e tirando e mostrando para o amigo, enfiava e tirava devagar e voltava deslizando lentamente parando para que fosse observado e dizia: olha que cuzinho gostoso !!! gemendo se delirava olhando em direção ao banheiro mas sem abrir os olhos deixava apenas ser observado mostrando o quanto a esposa de um desconhecido, aquela mulher tomada ,lhe dava prazer.E sem anunciar, o rapaz que estava socando com muita volúpia em sua bunda, tira o pau para fora do anus da mulher, retira a camisinha e se direciona a boca dela, explode em um goso jateando na boquinha daquela que era neste momento "a vagabunda" e sedendo como se fosse de direito, a todos os caprichos dos homens .O marido via o homem aproveitando cada momento de sua mulher , e continuava a se masturbar, agora endoidecido também, como se participasse ativamente daquela treapada .
Tudo agora parecia ter poucos limites, o rapaz senta-se no sofá e ela senta em seu colo engolindo seu membro com seu cuzinho e começa a calvalgar com o rabinho e em um momento deixava a mostra sua buceta que o rapaz negro começa a pasasr a línsgua tatiando seu clitoris a leva ao delirio . Enlouquecida , deixa claro sua intenção.O negro logo entende a sugestiva e aponta seu cacete na entrada da gruta exposta e abaixando um pouco para encontrar a pocição empurra de uma só vez o membro. Ela grita e ficam assim por algum tempo,estavam em dupla penetração, sonhada e desejada por tantas mulheres mas vividas por raras, alternando ora um empurra ora outro, ora os dois juntos enterram seus membros em suas entranhas.
Exautos, os tres se acomodam no sofá, mas no entanto o rapaz escuro ainda a puxa pelos cabelos e empurra sua boca em seu cacete, a deixando por um longo períro mamando e pedindo que o faça gosar novamente, que se ela não seria capaz ? E assim por muito tempo ficava ali mamando com avidez e punhetando aquele cacete , babando e engolindo por vez por inteiro em sua boquinha.
O marido percebeu então que era o momento e a oportunidade de se retirar sem ainda ser visto, e pode por um ultimo momento presenciar aquela mamada com um som das salivadas que dava no cacete do rapaz em seu rosto melado da porra escorrida ainda do goso do outro rapaz, percebia a enorme satisfação que a levava até ao sorriso de tanto prazer.
Retornou ao quarto, fechou a porta e apenas ouvia ainda aos gemidos, frutos das últimas investidas dos rapazes, que logo ouviria o som do chuveiro. Ouviu alguem falando xau, e logo o portão abrindo, onde pode ver da janela do quarto os dois rapazes patindo de moto.
A esposa entra no quarto e ao ver o marido deitado se surpreende, mas se tranquiliza quando percebe que está dormindo, e imaginando não ter ouvido nada, se tranquiliza.
Transaram como nunca esta noite e ele jamais revelara seu segredo de marido.

 

Gostou? Vote no Conto:

12/03/2011 | 29467 visitas

 
 
 
sexo anal videos de sexo porno