Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
gostosas sexo amadoras ninfetas safadas flagras

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Comi a amiga evangélica da minha esposa. | Acervo de Contos

Comi a amiga evangélica da minha esposa.

Oi pessoal,depois de ler alguns relatos resolvi mandar o meu e o que vou relatar aqui aconteceu realmente e não é ficção.Sou casado com uma loira linda que em matéria de sexo nunca deixou a desejar,porem já estou casado a 14 anos,  as pessoas dizem que aparento ser mais novo pois tenho descendência negra,meu pai era negro e minha mãe branquinha então fui abençoado pela genética,como dizia estou casado a 14 anos e as coisas relacionadas a sexo na minha casa já não andavam como no começo do casamento e acho que isso acontece com vários relacionamentos,bom mas foi ai que as coisas começaram a mudar,minha esposa trocou de emprego,logo de cara teve uma festa da empresa onde ela começou a trabalhar onde tive a oportunidade de conhecer seus colegas de serviço,ate então tudo bem,como a maioria eram mulheres durante a festa comecei a fazer uma análise do mulherio que lá estava,e tava difícil escolher pois todas eram muito gostosas.Quando a festa terminou,Samira minha esposa(nome fictício) me pediu pra dar carona a uma de suas amigas Meire(nome fictício),que logo de cara me chamou a tenção,mulata,1,70 cabelos longos,falsa magra,cintura fina e uma bundinha empenada,seios pequenos daqueles que cabem inteirinho na boca .Durante o trajeto até sua casa,Meire falou pouco,as vezes eu fazia uma brincadeira com minha esposa e olhava pra traz e Meire dava um sorrisinho meigo,mas seu olhar me deixava alucinado pois ela me olhava no fundo do olho,aquilo me deixava com muito tesão,ao chegar em sua casa ela se despediu e ao me dar um beijo no rosto consegui pegar o cantinho de sua boca,fiquei mais louco ainda,fomos embora e ao chegar em casa fiz amor com Samira como a muito tempo não fazia pensando na Meire é claro,comecei a ir buscar minha esposa com mais freqüência pois sabia que acabaríamos levando Meira até sua casa,ela também começou freqüentar minha casa,sempre que podia e Samira não tava por perto dizia coisas com duplo sentido pra ela,falava algo malicioso,no começo ela ficava meio sem graça mas nunca contou nada pra minha esposa,certo vez Samira e eu tivemos uma discussão dentro do carro quando estávamos levando a Meire,no outro dia Samira me disse que em uma brincadeira no seu serviço Meire falou que devido aquela discussão ia me tomar dela pois ela era muito ruim comigo ,aquilo me deixou maluco de vontade de comer aquela bucetinha evangélica,foi ai que decidi bolar um plano para come-la,comprei um chip celular e comecei a mandar sms pra ela,ela ficou curiosa e retornava os sms querendo saber quem eu era,as msgs a principio eram bem comportadas mas ia resolvi meter o pé no balde dizendo nas msgs coisas picantes como ?quero fuder bem gostoso essa bucetinha linda? ,ela retornava  dizendo que também queria mas era virgem,eu dizia que ia ser carinhoso esse tipo de coisa,foi quando resolvi arriscar tudo e marcar um encontro com ela,em uma da msgs que me mandou disse estar preocupada porque a gente nunca tinha conversado por telefone apenas  msgs,pois qdo ela ligava eu nunca atendia,e me perguntou se me conhecia eu respondi que sim,ela disse que já sabia que o que estávamos fazendo era errado,pois tinha um pressentimento que eu era casado,mas que mesmo assim estava com muita vontade de encontrar comigo,lembrando que toda essa conversa foi por sms,então marcamos um encontro,sai de casa com meu carro e no caminho troquei pelo carro de um amigo que é todo insufilamado,qdo estava próximo ao local combinado para não ter surpresas mandei um sms dizendo que estava chegando e ela me retornou dizendo que já tinha chegado,passando pelo local antes de parar dei uma volta no quarteirão sem que ela me visse,meu coração estava a mil,mas não podia recuar,já tinha ido longe demais,ela estava sentada em um banco na praça,com vestidinho verde que realçava sua cor,estava linda,parei bem de frente ao banco,ela não podia me ver pois vidro era muito escuro,mas uma vez mandei um sms dizendo pra ela que eu estava no carro a sua frente,ela leu e olhou para o carro,ficou um tempo sem reação,pensei em sumir dali,mas continuei ali parado olhando pra ela,acho que ela tomou coragem e veio em direção ao carro,qdo ela chegou próximo baixei o vidro,qdo me viu ficou estática de novo,sua cor mudou,ficou pálida,achei que ela ia ter um troço ali,então abri a porta e pedi que ela entrasse,ela me respondeu que eu era louco,que aquilo não era certo,então pedi pra ela entrar que eu lhe explicaria tudo,pra ela não se preocupar,fui tentando acalma-la, ate que ela resolveu entrar no carro,aquilo era o que eu queria pois mesmo que não virasse nada eu ia fazer sua cabeça pra não contar nada pra minha esposa,qdo ela entrou antes que eu dissesse alguma coisa ela pediu pra sairmos logo dali pois sua irmã poderia passar já que o local era próximo da sua casa.Comecei a dirigir sem rumo,disse a ela que desde a primeira vez que a vi alguma coisa mexeu comigo,que ela era linda,e ela sem dizer nada,então resolvi entrar em um motel,qdo cheguei a portaria,ela me perguntou que lugar era aquele,apontei para o luminoso,ela não respondeu nada,então pedi o apartamento e entramos,a essa altura percebi que os bicos dos seus peitinhos estavam muito duros já que o tecido do seu vestido era molinho,ao entrar no quarto antes que ela dissesse alguma coisa eu a abracei por traz,meu pau parecia que ia explodir,se alojou no meio daquela bundinha,comecei a beijar sua nuca e a forçar meu pau contra sua bunda,ela tentou  sair mas eu não deixei,virei-a de frente e comecei a beijar sua boca,disse que aquilo era o que eu vinha sonhando a dias,pra minha surpresa ela me disse que também tinha sonhado com aquilo mas que era melhor a gente parar pois era errado,então baixei minha calça e mostrei meu pau dizendo que errado era ela me deixar daquele jeito,ela não conseguia parar de olhar para meu kct que modéstia a parte tem 25 cm e é bem grosso,então peguei sua mão coloquei nele,sua mãozinha tremula começou massagear ai que ela me disse que era virgem,que já tinha brincado muitas vezes com um ex namorado mas sem penetração,fiquei mais louco ainda,a abracei de novo enfiei minha mão entre suas pernas,sua calcinha era minúscula e já estava encharcada,com muita dificuldade consegui enfiar um dedo ela gemia muito,então levei ela pra cama deitei por cima,já estava só de cueca,tirei seu vestido,era a visão mais linda do mundo,seus peitinhos eram bem pequenos na verdade só eram bicos duros comecei a mamar neles por algum tempo,desci e ranquei sua tanguinha com tanta força que chegou a rasgar,sua bucetinha era linda,somente um triozinho de pelos,comecei a chupa-la como louco,foi qdo senti algo quente em minha boca,ela estava gozando,nunca tinha visto uma mulher gozar daquele jeito,meu rosto ficou ensopado,,ranquei minha cueca perguntei se ela já tinha chupado o pau do ex namorado,ela respondeu que ele era evangélico tambem e dizia que aquilo era coisa de puta,mas que ela tinha vontade de experimentar,então pegou meu pau e começou a dar umas lambidinhas para sentir o gosto,disse que era bom,começou a chupar com mais vontade,não tinha muito a manha mas fui orientando até que ela começou a pegar o jeito,meu pau mal cabia na sua boca,em certo momento forcei sua cabeça,ate que ele tocou sua garganta,ela teve ânsia mas não parou de chupar,falei que ia gozar se ela queria para,ela disse que não e continuou a chupar não agüentei e gozei na sua boca,era tanta porra que ela chegou e engasgar ,escorria pelos cantos,ela me disse que aquilo era ótimo,saiu foi ao banheiro lavou a boca e voltou,ela começou a chupar meu pau de novo,ai fizemos um 69,deitei ela de frente e fiquei sobre ela beijando sua boca deliciosa,meu pau tocava sua buceta,ela se afastava,ele tocava de novo ela se afastava,ficamos assim por quase meia hora,de repente senti que ela não estava se afastando mais,meu pau estava encostado na portinha que estava toda melada,comecei a forçar de vagar,ela gemia muito,senti passar a kbça ela deu grito e pediu pra parar pois estava doendo muito,fiquei ali parado beijando sua boca,ela foi relaxando e forçando sua buceta contra meu kct,eu estava em transe de tanto tesão,quando dei por mim meu pau estava inteiro dentro daquela buceta apertada,não podia acreditar como uma bucetinha tão pequena conseguira engolir um pau tão grande,perguntei se estava doendo, ela disse que tava doendo um pouco mas que estava muito gostoso,e começou a movimentar o quadril,era maravilhoso sentir meu pau agasalhado por aquela bucetinha,comecei a meter com vontade,ela cada vez gemia mais alto,até que passou a gritar e gozou ,fiquei maluco e gozei também,tirei meu pau pra fora,ai vi o estrago,ele tava todo melado de sangue,o lençol ficou encharcado de porra,do gozo dela e sangue,fiquei com um pouco de medo, olhei pra ela e a beijei,ela disse que tinha sido maravilhoso,fomos tomar um banho,perguntei se ela não estava com medo de engravidar,ela me disse que tomaria uma pílula do dia seguinte,que pegaria da irmã sem ela saber,fiquei aliviado e a abracei,meu pau deu sinal de vida novamente,a virei de costas e coloquei na sua buceta por traz,ela pediu pra ir devagar ainda estava meio dolorida,comecei a fude-la bem devagar em baixo do chuveiro,meu pau também estava todo dolorido,ficamos ali fudendo,ela começou a gemer novamente,o ri timo foi aumentando,ela começou a gritar  de novo me chamando de safado,pedindo para fude-la com mais força,comecei a socar com força dizendo se era o que minha putinha queria era o que ela ia ter,ela gozou de novo,continuei metendo,ela disse que queria que eu gozasse na sua boca de novo,tirei da sua bucetinha que a essa altura já era um bucetão e coloquei na sua boca ela começou a mamar com gosto pedindo pra mim gozar,não agüentei e gozei,dessa vez quase nem sai nada,mas mesmo assim ela engoliu o que saiu,terminamos e banho e fomos embora,atualmente estamos saindo toda semana,e até sua bundinha já comi,mas isto vai ficar pra outra historia.

 

Gostou? Vote no Conto:

21/11/2010 | 124299 visitas

 
 
 
amadoras ninfetas sexo anal