Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Não transei com a minha cunhada | Acervo de Contos

Não transei com a minha cunhada

NÃO TRANSEI COM A MINHA CUNHADA

Olá
Este conto é verídico, mexeu muito comigo e mexe até hoje após 7 anos.
Está é a primeira vez que eu conto este fato e é como um desabafo.
Tinha 31anos na época e já havia namorado varias garotas até com boas historias para contar, mais essa marcou porque até hoje ainda não transei com a minha cunhada e morro de tesão por ela.
Após 3 meses de namoro quando conheci minha namorada, ela foi me apresentar sua irmã mais nova, Emília de 19 anos, fiquei ansioso para conhece-la porem torci para que ela não fosse muito gata, pois me conheço e sabia que iria dar em cima dela.
Então chegou o dia e ela foi em casa, oba, ela tinha uma beleza comum, branquinha, magrinha, de óculos, muito simpática, então pensei comigo "ela não vai me incomodar" mas fui inocente.
Após mais alguns dias combinamos de conhecer o resto da família, num ferido de 3 dias, na fazenda dos avós dela, casa grande de construção antiga muitos quartos,fogão a lenha, etc.
Dormi sozinho em um dos quartos, minha namorada no outro com mãe e a cunhada.
No primeiro dia acordei cedo levantei sai no corredor e vi a porta do quarto delas levemente aberta com pouca luz entrando pelas frestas da janela, entrei e lá estava apenas a Emília deitada de bruços coberta com um lençol.
Sem maldade sentei do lado da cama dela passei a mão em seus cabelos e disse "você não vai levantar hoje" ela respondeu já vou e ai eu com pouca maldade, fui descendo a mão pela suas costas fazendo um carinho e tirando o lençol discretamente. Notei que ela estava de camiseta e short,então voltei para o meu quarto e comecei a arrumar a cama, minha namora foi me chamar para tomar café, já no corredor indo para cozinha, minha namorada abriu a porta do quarto delas para chamar a Emília, quando olhei em pé no corredor a surpresa, a cunhadinha ainda deitada de bruços no mesmo lugar porem sem lençol, sem short e com as pernas levemente abertas apenas de calcinha de algodão lilás, olhei por trás como quem estivesse nos pés da cama e vi a buceta mais linda da minha vida, bem volumosa e com um espaço de uns quatro dedos entre as coxas, tudo isso num flesh de 15 segundos, o tesão bateu na hora e pensei comigo "como ela estaria sem roupa num intervalo de cinco minutos,ela tá querendo pinto".
Passei o dia observando e notei que ela estava dando umas entradas,então pensei "amanha cedo vou entrar no quarto dela e vou passar a mão na bunda e se ela não reclamar vou tirar o short dela".
No outro dia cedo entrei no quarto dela sentei do lado passei a mão nos cabelos e levantei o lençol já descaradamente e a surpresa de novo ela estava só de calcinha bege de renda enfiada naquele cuzinho lindo, saindo do rego e cobrindo a super xana, ela de bruços e eu passando a mão em todo o seu corpo quente de pele muito macia como de um bebe,afinal ela se cuida muito com cremes etc, e eu com o coração a mil, curtindo aquela delicia de mulher e de olho no corredor, para não ser pego no fraga, pois era a primeira vez com toda a família ia pegar muito mal.Ficamos ali sem dizer uma palavra, como se o tempo tivesse parado, então sai do quarto com as pernas tremendo de tesão o pau duro e latejando e com uma ideia fixa "preciso comer aquela ninfeta".
Mais tarde fomos passear na fazenda eu a Emília e minha namora, que por sinal me disse que estava com muito tesão por mim e já havia se masturbado varias vezes.Durante a caminhada na plantação, eu sempre com uma latinha de cerveja na mão, dizia para elas não olharem pois ia fazer xixi,então tirava o pau duro pra fora e soltava aquele xixi já clarinho e quente, formando um arco pro alto, e virava pro lado delas como quem está distraído molhando as plantas, mas oposto que elas estavam vendo e loucas de tesão para sentir o calor do meu xixi em em suas pernas como se eu estivesse marcando meu território e elas no cio. Encontramos um tronco de árvore caída e inclinado no meio do caminho e minha namorada sentou na ponta e ficou tipo agachada com os pés no chão eu sentei um pouco mais alto logo atrás com as pernas abertas entre seu corpo e com o pau encostado na costas dela e a cunhada mais alto ainda atrás de mim, tipo trenzinho, com as pernas bem abertas entre o meu corpo e com a buceta colada no meio das minhas costas,cara que tesão, fiquei roçando o ossinho da coluna no meio da xana dela, deu pra sentir quando a minha coluna escorregava da virilha e encaixava no meio da buceta dela então ela fazia movimento pra cima e para baixo esfregando o clitóris na minha coluna,dava pra sentir através do short fininho a calcinha dela encharcada e quente de tesão.
Então continuamos nossa caminhada até uma pequena cachoeira dentro da fazenda,dei uma de bobo e disse que elas poderiam ficar de calcinha e soutien que eu não iria olhar e que meu sonho era nadar pelado se teria algum problema, minha namorada disse que era arriscado pois poderia passar alguém da família por ali, mas aceitou e ficaram de calcinha e soutien e pediu para a irmã ficar de costas para eu nadar nu e para eu ser rápido.Fiquei peladão na agua e sei que a Emília ficou de rabo de olho ao mesmo tempo em que mostrava seus pequenos seios durinhos com os bicos pulando pra fora de tesão, só faltava eu descobrir a cor de seus seios ainda coberto pelo soutien branco, minha vontade naquela hora era saber o que passava pela sua mente.Senti também que se eu forçasse a barra nós três ficaríamos nus, porem fiquei com medo de "queimar o filme"mas hoje me arrependo.
Depois de tudo isso sem poder comer as meninas
pensei comigo "amanhã é o ultimo dia, vou levantar cedo, entrar no quarto dela, vou tirar sua calcinha e vou enviar o dedo dentro dela até ela gozar na minha mão" mal dormi a noite.
Levantei, olhei no corredor, estava livre a porta levemente aberta,entrei, puxei seu lençol de uma só vez, pronto para arrancar sua roupa,quando veio a super surpresa, ela estava deitada de bruços novamente, com as pernas um pouco mais aberta
com um dos braços solto para o lado e o outro escondido por debaixo de sua barriga, totalmente nua, eu nos pés da cama olhei para aquela bundinha bem redondinha cobrindo o cuzinho, a pele lisa e macia, fui descendo os olhos e comecei a ver os pelinhos que deverião proteger a buceta, porem ela estava tão aberta que os pelos não davam conta, comecei a ver o buraquinho aonde meu pau tanto queria entrar e mais pra baixo um pouco ....OPÁ oque é isto ....era o dedinho da mão escondida debaixo de sua barriga que chegava ao clitoris, onde ela se masturbava lentamente como se estivesse, esperando a minha língua chegar para tomar aquele mel que escorria por entre os lábios carnudos de sua vagina e depois sentir o meu pau explorar cada milímetro de sua buceta, mas eu travei na hora não esperava ser recepcionado com tanta malícia, rapidamente coloquei a mão em sua bunda, fui abrindo e enfiando o dedo na buceta toda molhada e junto com o dedinho dela ficamos massagiando, ela ficou arrepiando a bunda para cima feito gata e ficou gemendo e se retorcendo acho que orgasmos múltiplos, com a cara no travesseiro para não fazer barulho.Fiquei ali me deliciando claro que tive vontade de tirar a roupa e leva-la ao êxtase total mas corria um risco muito grande de ser pego e iria ficar mal com a família que me recebeu muito bem,então voltei para o quarto na seca.
Fiquei com tesão o resto do dia mais antes de irmos embora para cidade ainda teve o ultimo lance,após o almoço ficamos descansando no quarto delas,eu e minha namorada numa cama e a Emília na outra com o rosto virado quase dormindo.Então minha namora discretamente começou a bater uma punheta pra mim debaixo do lençol derrepente ela se levantou e foi ao banheiro, nesse momento chamei o nome dela "Emilia,Emilia"e quando ela olhou, tirei o lençol e lá estava ele, um pinto de mais 20cm com a cabeça brilhando e os nervos pulsando, apontado para teto e duro com nunca esteve até eu assustei.Ela então com cara de desnorteada soltou um pulo da cama, olhou para o corredor, viu que estava livre e com olhos fixo no pau, chegou perto e passou a mão lentamente, começando pelo saco e subindo até abraçar todo o pau, abria e fechava a mão bem devagar, como se estive analisando cada milímetro.Olhou para a porta denovo ameaçou tirar a calça andou pra lá e pra cá, envim percebeu o perigo e então voltou para sua cama meio cambaleando como se tivesse tido um orgasmo ali de pé ,de roupa e tudo.
Nesses três dias tive vários sentimentos por ela até encarei como minha putinha,mas acho que fiquei foi apaixonado.Hoje ela me evita e nunca comentou sobre o assunto o que me deixa muito triste pois nunca contei isso pra ninguém.Então gostaria de saber a opinião dos leitores e trocar ideias meu email é carlosretman@gmail.com depois vou relatar o que aconteceu na semana seguinte, leia o conto AINDA NÃO TRANSEI COM MINHA CUNHADA.
Abraços

 

Gostou? Vote no Conto:

20/08/2009 | 33909 visitas

 

Comentários

  • mauro postou em 27/06/2014

    vc tinha que ter comido as duas a namorada e a cunhada,vc deu mole dançou nene!!!!!

  • riomanso postou em 07/04/2011

    meu amigo voce foi perto do paraiso e dançou.... eu to a 10 anos querendo uma oportunidade dessas e o maximo que consegui foi ver minha cunhada de calcinha.... não aguento mais.....

  • atecubanos postou em 18/10/2010

    meu amigo.....voçê é um cara de sorte....pena que não chegou aos finalmentes......mas isso é normal......a mulherada gosta de ver um pau.....elas na hora fazem aquelas carinhas de assustadas......mas na realidade elas querem é mesmo cair de boca....com as pernas abertas....de quadro........parabens....belo conto.......

  • jd duram postou em 17/07/2010

    Desculpe amigo ,mas para mim voce perdeu a unica oportunidade de meter em sua cunhada, e nao vai ter mais essa oportunidade..
    Pra mim, penso eu, que sua cunhada apesar de ter visto seu pau duro deve achar voce um boiola tonto.
    Hoje ela te evita para nao passar mais vontade, prefere sair com alguem que quer mesmo foder ela gostoso e nao um cunhado gay

  • ju postou em 11/11/2009

    naum gostei do conto naum . naum tem tesão .  fik só vendo e batendo punheta oxi

  • lala postou em 08/09/2009

    oi esse conto foi mt mau porque nem um pouco molhadinha mas que tesao ver outros quero mt



:D :P: :afff: :confiante: :convencido: :convite: :decepcionado: :derrota: :descrente: :encucado: :fascinado: :lagrima: :legal: :meia-boca: :no:

  confirmacao * Todos os campos são obrigatórios
 
 
Disk sexo - Tele Sexo Mulheres dispostas a realizar os seus desejos, basta ligar e pedir que a sua fantasia será realizada. www.sexopelotelefone.com
Sexo por telefone Mulheres procurando por sexo, ligue já para: 091 17 7878-0270 e encontre sexo em poucos minutos! www.sexopelotelefone.com
Disque Sexo Gatas deliciosas prontas para muita putaria no telefone, é só ligar: 091 17 7878-0270 www.sexopelotelefone.com
Faça Sexo Pelo Telefone Selecionamos as mulheres brasileiras mais gatas, gostosas e safadas estão esperando para ter sexo no telefone. www.sexopelotelefone.com
Quer fazer sexo? Ligue já para: 091 17 7878-0270 e veja perfis com vídeos de mulheres gostosas buscando um homem safado! www.sexopelotelefone.com