Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Congestionando a via | Exibicionismo | Acervo de Contos

Congestionando a via

O transito esta infernal com aquele anda e para que não saia do lugar e eu vagueava o meu olhar de um lado para o outro tentando descobrir o porque da interdição, quando os meus olhos avistaram a passageira de um eco esporte vermelho que havia emparelhado com o ônibus em que eu estava, ela usava uma mini-saia jeans e tinha os seus pés fixados no painel do carro a sua calcinha amarela dividia os seus lábios e alguns pelos fugiam pela lateral. Simplesmente me desliguei daquele congestionamento porque não conseguia tirar os meus olhos daquela calcinha e quando o eco esporte ficou um pouquinho para trás, vi que o motorista era um senhor de certa idade e que a passageira era uma mulher bem novinha, a principio pensei que fossem avô e neta mas isso logo ficou fora de questão. Quando o velho percebeu que eu estava olhando fixamente para eles, ele começou a esfregava a sua mão tremula sobre a calcinha dela, depois a beijou provocativamente enquanto jogava a sua calcinha para o lado me exibindo a sua xoxotinha peluda e rosada, meu pau ficou duríssimo na hora assistindo aquela provocação e eu, o ajeitava nas calças para não continuar puxando os meus pelos. 

O anda e para do congestionamento continuava e eu às vezes os perdia de vista porque estavam a frente ou atrás e mesmo quando estavam lado a lado com o ônibus, nem sempre eu conseguia ficar com uma boa visão daquela sacanagem e quando eu comecei a me esticar na tentativa de encontrar o melhor angulo para assistir, acabei despertando a curiosidade de outros passageiros que também começaram a ficar olhando para o eco esporte. Isso fez com que o velho se mistura-se um pouco no meio do transito e quando todos pareciam ter esquecido o eco esporte vermelho, ele tornou a emparelhar com o ônibus e desta vez ele sinalizou me chamando, aquilo era simplesmente inacreditável e eu demorei para aceitar o convite mas quando aquele rostinho lindo apareceu na janela me chamando, não tive duvidas e pedi ao motorista do ônibus que abri-se a porta ali mesmo no meio daquele congestionamento e desci no meio do transito zigue zagueando entre os carros.

O velho destravou a porta e eu embarquei no eco esporte, após uma rápida apresentação a mulher passou espremida entre os bancos do motorista e do carona e veio para trás, nos começamos a nos beijar enquanto o velho ajeitava o seu retrovisor para nos observar melhor, logo em seguida ela pós o meu pau duro para fora e começou a mamar e enquanto ela mamava, colocou um preservativo no meu pau com a boca e depois montou apoiando uma mão em cada banco da frente, seus peitos grandes balançavam a esmo enquanto ela gemia e o velho parecia se deliciar com o que assistia, ela se curvava para não bater com a cabeça no teto do carro enquanto quicava no meu pau e eu forçava a minha entrada segurando na sua cintura mas o espaço do banco traseiro do eco esporte é muito apertado e isso comprometia a nossa movimentação ate que o velho falou com a sua voz rouca que se rebatêssemos o banco traseiro, ganharíamos mais espaço com a área do porta mala e foi o que prontamente fizemos. Ela retornou ao banco da frente enquanto eu rebatia o banco e quando ela voltou de quatro, segurei na sua saia jeans que estava enrolada na sua cintura fazendo-as de rédeas e comecei a socar rapidamente na sua xoxotinha enquanto o velho insistentemente dizia para viramos. Ele queria ver toda a penetração da sua xoxotinha bem arregaçada enquanto o meu pau lhe invadia e como os nossos joelhos estavam ficando feridos prontamente atendemos a sua vontade e nos colocamos de lado, eu levantei uma das suas pernas e a penetrei, o carro deu algumas freadas bruscas e pelos palavrões que vinham da rua provavelmente eram os quase possíveis acidentes que ele provocava porque estava com a sua atenção desviada entre conduzir o eco esporte e olhar pelo seu retrovisor para poder ver a sua mulherzinha sendo possuída por um completo estranho no meio daquele congestionamento mas, pelo visto alem disto também era a sua insistência de levar urgentemente a sua eco esporte para o acostamento. O velho estava a ponto de atingir o seu êxtase e parou o carro rapidamente chamando a sua mulherzinha obediente que prontamente parou tudo e foi lá lhe chupar, ele encheu a sua boquinha de leite dizendo para ela engolir tudo e assim que ela o fez, mostrou a sua boquinha vazia para ele como se lhe pedi-se autorização para retornar. Ela veio me empurrando pelos ombros me fazendo deitar, montou ajeitando o meu pau na sua xoxotinha e rebolou gostoso ate eu gozar, ela rodou em cima do meu pau sem deixar ele sair e continuou rebolando gostoso ate o velho punheteiro voltar a lhe chamar e sem desmontar do meu pau ela se esticou todinha e pela segunda vez o velho lhe deu de mamar e como eu já havia gozado, meu pau começou a amolecer dentro da camisinha e toda a porra começou a vazar. Ela desmontou, retirou a camisinha que ficou presa na sua xoxotinha e espremeu toda a porra sobre o meu pau, depois usou a sua boquinha para me limpar, extremamente erótica ela lambia e chupava toda a porra espalhada enquanto me olhava fixamente nos olhos e batia com o meu pau duro no seu rosto e subitamente tomado pelo prazer eu me joguei sobre ela, arqueando as suas pernas e a possui cheio de desejo. Mesmo parado o carro todo balançava como se atravessa-se uma estrada de terra ou uma trilha acidentada cheia de pedras e buracos, ela gemia unhando as minhas costas e completamente alheio a dor eu continuava enfiando duramente o meu pau na sua xoxotinha peluda só pensando em lhe fazer gozar e quando por fim nos gozamos. Foi que eu percebi que agora não era só a novinha gostosa que exibia a sua xoxotinha para os passageiros do ônibus mas sim nos que exibíamos uma foda carnal e animal ali no meio daquele transito caótico e que insanamente eu havia acabado de meter com aquela gostosa sem camisinha.   

 

Gostou? Vote no Conto:

2369 visitas