Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
safadas porno amadoras ninfetas amadoras ninfetas

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

As garotas da academia | Acervo de Contos

As garotas da academia

Fui contratado como balconista de uma lanchonete que fica dentro das dependências de uma academia de ginástica. A primeira recomendação que eu recebi do meu patrão e que também era o mesmo dono da academia era para que eu não tivesse nem um tipo de envolvimento com as suas alunas, para que eu as servi-se com seriedade e respeito mantendo-me focado apenas no meu trabalho. Havia dado baixa recentemente mais ainda estava acostumado ao regime militar e segui as ordens como um cordeirinho, só que a carne e fraca e ficar vendo aquelas beldades sem se animar é quase impossível aquelas roupas coladinha no corpo, contornando e valorizando cada parte das suas siluetas era demais para um pobre recruta. Eu ficava de prontidão no balcão como se estivesse em uma guarita aguardando elas fazerem os seus pedidos, escutando as suas conversas picantes e fingindo estar alheio a tudo o que estava acontecendo ao redor, só que a minha indiferença fazia com que elas ficassem mais ousadas a cada dia e elas não se importavam ou tinham vergonha de falar abertamente sobre as suas roupas de baixo, detalhes corporais, namorados e relações sexuais, era realmente como se eu não estivesse ali e por mais que eu tenta-se ignorar não tinha como não ficar com a pica dura escutando aquelas mulheres linda falando um monte de sacanagem. Depois de uns quinze dias, por mais que eu estivesse precisando do emprego e tentando não me ater a elas foi inevitável quando uma delas me chamou pelo nome como se já fossemos íntimos e me pediu para dar a minha sincera opinião, ela estava com mais quatro colegas e discutiam sobre usar um absolvente ou um shortinho por baixo da sua roupa apertada para que não modelasse a sua bocetinha. Parei perto delas e fiquei boquiaberto a admirar cada uma delas se exibindo a primeira deu uma volta no meio das outras e disse que não usava nada por baixo da sua calça de ginástica e que por isso não fazia aquela marquinha de biquíni para ficar chamando a atenção, ela abaixou um pouquinho a lateral da sua calça confirmando que não usava mais nada por baixo. Minha pica estava dura feito aço e pulsando dentro da calça só de imaginar aquela gostosa nua, mais não parou por ai, eu quase fui a loucura quando uma outra concordou que não fazia a marquinha do biquíni em compensação me mostrou como ficava volumosa a sua bocetinha comprimida naquela roupa apertada e quando eu perguntei se ela também estava nua por baixo ela me respondeu abaixando um pouquinho a sua calça ate aparecer seus pelinhos aparadinhos e pintados de louro, a terceira me mostrou o porque do inicio da discussão delas, ela usava uma calcinha fio dental que não deixava marquinha de biquíni atrás porque estava enterrada entre as suas nádegas mais em compensação dividia a sua bocetinha deixando sua racha bem exposta, a quarta usava um absolvente que não deixava a sua racha exposta mais fazia um volume que lembrava o capô de um fusca, e a quinta que usava um shortinho de lycra por baixo não mostrava a racha e nem era volumosa, mais também ficava com a sua bocetinha em evidencia porque criava uma abertura entre as suas coxas que se juntavam me fazendo imaginar que a sua bocetinha deveria ser muito pequenininha e apertada. Perdi a noção e fiquei completamente aéreo imaginando cada uma delas nua que nem vi o patrão chegando. Retomei as minhas atividades depois de ser advertido e elas retornaram para os aparelhos de ginástica. Eu ficava lá do balcão da lanchonete as observando pela vidraça, cada uma fazia seu exercício se revezando com a outra, sentadas elas abriam e fechavam as pernas para tonificar a parte interna, deitadas elas levantaram peso com as pernas para enrijecer a panturrilha, também fizeram um exercício com peso nas pernas para fortalecer o bumbum, movimentos para abrir o tórax e, mas alguns minutos de esteira retornaram a lanchonete esbaforidas e suadas, tomaram mais uma rodada de suco enquanto comiam as suas barrinhas de cereais e destilavam as suas fofocas novamente tentaram falar comigo, mas eu disse que o patrão estava me marcando uma delas me pediu uma caneta e anotou em um guardanapo seu telefone dizendo que era para ligar para ela quando eu estivesse saído do trabalho. Foi uma agonia esperar o fim do expediente naquele dia, quando sai, liguei e ela me passou um endereço, apertei o interfone e o portão se abriu, parei enfrente a porta e lá estavam elas, cinco lindas mulheres. O papo começou, senta bebe alguma coisa e logo em seguida elas falaram nos te chamamos aqui porque uma colega esta afim de você, só que ela é casada e se você estiver afim vai ter que rolar aqui para o marido dela não desconfiar. Eu já olhava com fome para cada uma delas sem me importar quem seria porque todas elas eram maravilhosas, de repente veio àquela pergunta, responde rápido com qual de nos você gostaria de sair. Era tanta beleza que não tinha como falar rápido sem engasgar, mas eu acabei escolhendo uma morena linda que lembrava a Juliana Paes, ela veio na minha direção e nos começamos a nos beijar e nos agarra na frente das outras, fomos nos despindo e começamos a nos chupar enquanto as outras sentadinhas em um sofá nos observavam em um show de luxuria exclusivo para elas enquanto a sua colega me dava uma surra de boceta, definitivamente ela me mostrou que as horas que elas passavam na academia não eram em vão, foram muitos agachamento e aberturas incríveis sem perder a força da contração da sua vagina, não consegui mandar na brincadeira porque em qualquer posição que eu a colocasse ela requebrava gostoso a morena era simplesmente uma ninfomaníaca, resisti heroicamente o Maximo que pude achando que as outras também iriam participar, mas sai com o pau todo esfolado de tanto gozar, com certeza eu morreria se mais uma delas entrasse na brincadeira.Cheguei acabado no dia seguinte e uma delas me entregou um DVD com o titulo sexo em 3D, a historia era baseada em quatro amigas que assistiam a um filme pornô onde os atores eram projetados da tela e pareciam transar na frente delas elas ficariam tão excitadas que transariam entre si a noite toda. Tudo não passava de uma armação com o dono da academia que tinha câmeras de vídeo espalhada pela sala, depois ele editava os melhores lances e gravava o DVD que rola por ai nos site de copias amadoras a R$15,00 cada disco e quem comprar vai poder confirmar o quanto elas são maravilhosas e que eu não neguei fogo, mais que foi foda, a isso foi      

 

Gostou? Vote no Conto:

22/02/2011 | 32138 visitas

 
 
 
videos de sexo videos de sexo videos porno