Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Trepada nota 10 | Diversos | Acervo de Contos

Trepada nota 10

Olá ! sou Luciana, 25 anos, casada, branquinha de cabelos escuros e olhos castanhos, tenho 1,60m e 62Kg, chamo a atenção dos homens pelos meus seios fartos, jeitinho de menina e uso roupas bem provocantes. O ocorrido se deu quando eu estava fazendo compras num shopping na zona norte de São Paulo, ao observar uma vitrine de lingerie, um moreno alto de olhos claros, tipo garotão, musculoso, barba por fazer, sorriso malandro, se aproximou e falou: - Você ficaria linda nesse corpete (se referindo a uma lingerie, justa de em preto, tecido transparente, tanguinha, meias e cinta liga; num manequim na vitrine)... confesso que achei abusado de sua parte, mas fiquei envaidecida e me deu um certo tesão. Disfarcei e comecei a andar...ele me seguiu e completou....- Acho que não! ficaria melhor sem ele... parei olhei bem em seus olhos e ele...- Guilherme! um admirador das belezas do mundo, e vc é uma delas. Não tive como resistir ....abri um sorriso e foi a deixa para ele se aproximar, me deu dois beijinhos na face, e se ofereceu para pagar um suco... fomos até uma mesa na praça de alimentação e começamos a conversar.... Ele era muito culto e envolvente, foi especulando minha vida e me convidou para irmos a um motel. Topei e em questão de minutos estávamos somente de roupas intimas nos abraçando e beijando numa suíte confortável. Guilherme tirou meu sutien em se deliciou com meus seios enormes, revezando ora mamando no direito ora no esquerdo.... me ajoelhei e tirei sua cueca, de onde saltou uma pica enorme (uns 20 cm, dura como pedra, envergada para cima, grossa com uma cabeçona brilhante) timidamente coloquei a ponta na boca lambendo-a no mesmo tempo que acariciava aquele saco peludo com duas grande bolas.... ele gemendo de tesão empurrou a rola para dentro de minha boca, até onde coube, fazendo movimentos com se estivesse fudendo minha boca..... me revezei em chupar e punhetar aquela pica, até que Guilherme não resistindo jorrou sua porra em minha boca, sendo que parte eu engoli e parte escorreu pelo canto da boca caindo sobre minhas tetas. Estava acostuma a pagar boquete para meu marido mas nunca havia experimentado uma pica tão grande e com tanto esperma ejaculado. Fui ao banheiro me recompor e ao retornar encontrei Guilherme deitado de barriga para cima com sua rola apontando para o teto, já dura e pronta para mais uma etapa. Tirei minha calcinha já meladinha de tesão, apresentando aquele macho minha bucetinha peludinha e revelando minha tatuagem de um escorpião na virilha.... como um lobo sobre sua caça Guilherme avançou em minha xana lambendo meu clitóris e mordiscando meu grelo... por vezes introduzindo seu dedo na minha buceta... me fez gozar intensamente, lambuzando sua boca a qual beijei sugando sua língua, totalmente satisfeita. A entrada foi ótima mas Guilherme se preparou para o prato principal.... me colocou sobre seu cacete e puxou meu corpo para baixo introduzindo de uma única vez sua rola na minha buceta.... dei inicio a uma cavalgada furiosa subindo e descendo em sua pica.... gemendo e gritando de alegria.... percebendo que eu iria gozar, Guilherme intensificou a penetração para juntos chegarmos ao êxtase....pela primeira vez tive orgasmos múltiplos, perdendo totalmente o controle sobre meu corpo, inclusive ejaculando meu xixi sobre Guilherme, que por sua vez inundou minha xoxota com sua porra. Fomos para a banheira relaxar, sendo que sentei sobre o macho, enquanto ele me ensaboava, passando espuma nos meu seios, demoradamente brincando com meu bicos duros... com a mão ente minhas pernas, busquei sua rola e acariciei sue membro mole e seu saco.... tal masturbação gerou uma nova ereção e Guilherme anunciou em meu ouvido que iria comer meu cu.... já havia praticado sexo anal mas não com uma ferramenta tão avantajada.... nos secamos, peguei um creme em minha bolsa, fincando de quatro e lambuzando a entradinha de meu rabo de creme, pedindo para Guilherme por só a cabecinha.... ele introduziu a ponta de sua pica no meu cu....dei uma choramingada e uma gemidinha....sem dó ele enterrou com força sua rola até seu saco bater em minha bunda e começou um vai-de-vem cadenceado... fiquei fora de mim e pedia: - mete fundo....fode meu rabo seu pauzudo gostoso....arromba meu cuzinho enche ele de porra. Pelas vezes que Guilherme já havia gozado....ele demorou muito metendo em meu rabo até ejacular (fiquei dias com dificuldade para sentar e cagar de tão dolorido ficou meu rabo....ele acabou com minhas pregas). Guilherme ainda me deu um banho de língua pelo corpo todo, dedilhando meu clitóris até eu gozar mais uma vez. Exaustos... retornamos ao shopping para eu buscar meu veículo e nos despedimos trocando telefones. Aguardo ansiosa uma ligação para mais uma maratona de sexo. Sendo que naquela noite meu marido veio todo animado para me fuder e tive que inventar uma dorzinha de cabeça....mas recompensei ele logo pela manhã com uma cavalgada sobre seu cacetinho pensando em Guilherme.

 

Gostou? Vote no Conto:

35015 visitas