Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Tratamento especial no hospital | Diversos | Acervo de Contos

Tratamento especial no hospital

Oi ! pessoal... sou Manoel, sou solteiro, tenho 30 anos, sou um sujeito normal, sem grandes atrativos físicos ou de beleza; a não ser pelo meu dote genital... tenho uma pica que dura mede 28cm e mole uns 20cm, bem grossa com veias aparentes, uma cabeçorra vermelho coberta por um grande prepúcio, acompanhada de um enorme saco com duas bolas bem avantajada... tudo herança de família. Bem o fato é que no começo do ano fui vítima de um atropelamento no qual tive escoriações pelo corpo, um choque com a cabeça e uma fratura na perna direita.... socorrido indiquei meu plano de saúde e fui internado num grande Hospital na zona sul de São Paulo... houve necessidade de uma cirurgia ortopédica em minha perna e fiquei hospitalizado para observação... moro com meu pai que é viúvo e como ele estava em viagem fiquei só no quarto pelos dois primeiros dias de internação e sem roupas próprias me colocaram aquelas camisolas ridículas que deixa a bunda de fora.

Logo que cheguei no quarto após a cirurgia, percebi um movimento excessivo das profissionais de enfermagem.... elas vinham mediam minha pressão, tiravam minha temperatura e com o pretexto de ver se estava tudo bem com minha perna, levantavam o lençol e a camisola... percebi que todas apreciavam meu cacete demoradamente, bem como cochichavam entre elas sobre o dote.... aquilo foi despertando meu interesse e meu tesão e não teve jeito... fiquei de pau duro... a Enfermeira do turno noturno veio se apresentou e disse que sua equipe cuidaria de mim.... logo em seguida duas técnicas de enfermagem voltaram (Letícia e Janaina), a primeira mais madura, uns 40 anos, baixinha de cabelos pretos, olhos claros, peituda e bunduda, a segunda novinha de uns 25 anos, loirinha, seios pequenos, muito bonita de rosto e corpo; estranhei que ao entrarem elas trancaram a porta... se aproximaram e disseram: - Você não pode ficar nesse estado... precisa relaxar.... sua recuperação será melhor se aliviar as tensões. Letícia me descobriu, levantou minha camisola e abrindo um largo sorriso, elogiou: - Que belo cacete você tem!!!, de imediato começou a fazer um boquete bem molhado... ao olhar do lado, Janaina somente de calcinha me oferecia seus seios para mamar e me aplicava beijos de língua de tirar o fôlego. Após algum tempo, a loirinha substitui a colega mamando minha pica, dando oportunidade para Letícia se livrar do unifome.... completamente nua, a mais experiente subiu na cama e me ofereceu uma xoxota peludinha para lamber.... fazendo uso dos controles da cama, elevei o encosto até minha boca ficar numa posição provilegiada, onde consegui ora lamber a xoxota ora seu cuzinho. Nessa posição vi Janaina se posicionar sobre minha pica dura como rocha e descer sua bucetinha carequinha que com muita dificuldade foi recebendo centímetro por centímetro de minha rola até dar inicio a uma cavalgada com muitos gemidos e gritinhos.... não agüentei muito tempo e jorrei minha porra naquela grutinha quente. Sem possibilidade de muitos movimento pela perna enfaixada, recebi Letícia novamente mamando minha pica, sorvendo parte do que restou de meu esperma, até que a mesma ficou rígida novamente... foi o momento que as duas profissionais de enfermagem, rodiziaram seus papeis.... Janaina sentou sobre minha boca para que eu a lambesse e Letícia assumiu minha pica, sendo que está revelou: - Tenho que ter cuidado... estou em período fértil.... melhor receber o danado pela porta do fundo... com essa revelação, lubrificou seu cuzinho e sentou sobre minha rola dando inicio a uma trepada anal fantástica.... Pelo calibre do meu cacete achei que Letícia teria dificuldade mas a safada é chegada em dar o rabo.... recebeu todo meu caralho rebolou gostoso até eu despejar minha porra em seu cu. Elas me limparam, trocaram a roupa de cama, minha camisola.... me deixaram arrumadinho... me beijaram e disseram: - Fique bonzinho que daqui a pouco tem mais gente pra cuidar de você!... indo as duas embora.

Peguei no sono ... e no decorrer da madrugada fui acordado por uma morena simplesmente linda... ela disse: - Oi! sou Regina, trabalho no andar acima e minhas colegas me recomendaram para cuidar de você.... com um sorriso maravilhoso, vi ela tirar o uniforme, exibindo seios duros de mamilos escuros, uns quilinhos a mais que davam volume ao seu quadril e bunda, uma xavasca peluda e lindos cabelos encaracolados.... essa deusa me deixou completamente nu sobre a cama, apenas com a faixa na perna e com um tipo de gel lambusou minha pica dando inicio a uma punheta cadenciada.... ora com as duas mão envolvendo meu pau, ola com uma segurando meu saco e apertando minhas bolas.... nessa toada ela ia dizendo: - Que cacete duro.... que pica grande.... vou te punhetar até ver a porra esguichar... vem safado...dá leitinho pra essa putinha... solta porra na minha mão.... foi acelerando o movimento até que não resisti e solteio toda minha porra.

Ela me lambeu inteiro... os mamilos, me beijou, lambeu meu saco, passou a língua e enfiou o dedo no meu cuzinho... até meu pau ficar duro novamente... foi quando subiu na cama e cavalgou minha rola que pelo excesso de gozo manteve umas das fodas mais demoradas que já tive... dando oportunidade de Regina gozar duas vezes antes deu esporrar.

Já para amanhecer.... o trio (Regina, Letícia e Janaina) entraram juntas no quarto, me beijaram, me apalparam, mexeram no meu cacete e disseram.... você vai ficar ainda alguns dias conosco.... mas voltaremos somente no turno impar.... fica experto pois hoje a noite a equipe tem dois viadinhos!!! e saíram rindo ....

 

Gostou? Vote no Conto:

46167 visitas