Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Todo mundo merece um PAUlinho....II | Diversos | Acervo de Contos

Todo mundo merece um PAUlinho....II

Todo mundo merece um PAUlinho....II



Como vocês já devem ter lido no primeiro conto, me chamo Kelllynha e vou continuar a relatar minhas aventuras com PAUlinho,essa é uma das vezes que ficamos no carro num bairro de casarões e ruas desertas...Excitante!

PAUlinho é minha fonte de inspiração e de êxtase....Incomparável!



Certo dia PAUlinho estava na cidade onde morro e queríamos nos ver,é sempre complicado e se torna muito corrido.O tempo também é outro fator atenuante para que nossa excitação aumente consideravelmente porque o que nos une é justamente o perigo,a aventura!



Sai da faculdade e subi uma rua escura e com pouco movimento, lá já estava ele a minha espera, entrei no carro e saímos... Meio sem rumo... Sabíamos que não podíamos demorar e resolvemos ficar no carro mesmo, já que a primeira experiência foi tão boa queríamos ter uma outra.



Chegando a nosso destino procuramos uma rua das mais tranqüilas, escuras e desertas para estacionar o carro e começar a nos deliciarmos. E encontramos, era bastante deserta e escura, perfeita para o que nos queríamos.



PAUlinho é voraz e sem muito pensar passa ao banco de trás sendo que eu já estava nele.Adorando ver minhas vestes(nessas horas um vestidinho facilita tudo),ele o subiu com uma rapidez tremenda, beijou-me os lábios de uma forma bem característica dele,seu beijo esquenta qualquer frigida,quanto mais eu que já vivo acesa por ele!



Contemplar aquele corpão é um dos meus passa tempos favoritos e não abro mão. Nesse dia ele estava com um short preto e uma camiseta, todo esportivo, ele é magnífico de qualquer jeito e eu o prefiro sem roupa mesmo... Amo olhar com fome todos os músculos que o envolvem um mais bonito que o outro, aquele abdômen definido, peitoral estufado... Quão bom estar entre aqueles bíceps e tríceps e tudo mais...



Ele sabe me deixar louca... Respira forte em meu ouvido, fico em transe quando sinto aquele sopro forte misturado com palavras ditas e uma língua safada que faz passeios delirantes em todo meu corpo.

Suas mãos são inquietas, percorrem tudo. Digno é o massagista que me apalpa, leves e fortes ao mesmo tempo... E o tempo, esse parece parar quando me sinto ser percorrida com tanta vontade por mãos tão queridas. Na masturbação ele é soberano,quando me toca meu mundo desaba,esqueço quem sou e onde estou.



Lá no carro o calor é grande, parece que estamos numa sauna,ele me agarra,beija meu pescoço descendo para os seios e quando os acha os devora com voracidade (quanto mais selvagem, mais me excito). Ele ama usar e abusar de meus seios fartos que o enchem a boca e as mãos o deixando igual uma criança esfomeada nos braços de quem o alimenta. O percorrer dele em mim é algo que estiga o desejo de qualquer um que pudesse ver tal cena digna dos melhores filmes. Qual ator receberia mais Oscars que ele????Eu nem indagaria dizer outro nome se não o dele!



Apesar de ser um tanto desconfortável e eu ficar insegura com o raro passar de carros e motos na rua, a nossa excitação é imensa, nossos corpos ardem, o desejo toma conta e a loucura que sobe a minha cabeça é tão empolgante que por vezes esqueço onde estou e ele me traz a realidade que jamais quisera eu voltar estando naquele mundo pararelo de prazer.



Tomada em seus braços sinto quanto posso desfrutar daquele momento, confesso que cinco minutos com aquele monumento são mais instigantes do que algumas horas com outros poucos que já tive!Em segundos estamos os dois em um plano de prazer e embriagados do perfume de nossos corpos ávidos pelo fato a ser consumido.



Minha gula é outro pecado que cometo sempre que o encontro, não posso estar perto dele sem que sequer passe por minha boca sentir o gosto daquele pau lindo e maravilhoso, rosado e imponente... Uma delicia é quando me lambuzo toda com aquilo tudo que mal cabe em minha boca pequena, a mesma, porém suporta o que em nada é um sacrifício e o enfia por vezes e vezes de boca e garganta adentro. Paraliso o resto do corpo e concentro-me em suga-ló com uma avidez que só aquele mastro poderá um dia sentir de meus lábios.



Os vidros logo embaçam formando um ambiente mais apto, o vai e vêm compassado faz o carro sacolejar, as mãos loucas não param se quer um segundo, boca na boca e tudo vai se encaixando num ritmo frenético que nos enlouquece a cada segundo até culminarmos em gozo.Fracos,um do lado do outro, dividimos o tal banco que agora nos parece muito mais apertado, buscamos um pouco mais do ar escasso que nos envolve até nos recompormos ainda desejosos de mais alguns minutos juntos.Pena que não podemos, o tempo é sempre o maior inimigo, é por vezes corrido e mesmo assim queremos mais!



Inebriados e um pouco descansados nos despedimos num beijo longo e molhado, amo tais lábios, ele então me deixa e vou embora com um gosto na boca, um cheiro na pele, uma saudade imensa e uma vontade ainda mais forte de ter tudo aquilo outra vez...





Ainda tenho mais aventuras... Como já relatei o meu São João ia prometer, rsrsrsrs... Mais essa é outra história e depois conto a vocês... Leiam... Votem... E se deliciem no meu mundo de fantasias com PAUlinho...pena que nem todas tem UM!



Beijos de Kellynha e até próximo conto!

 

Gostou? Vote no Conto:

10620 visitas