Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Sexo Animal | Diversos | Acervo de Contos

Sexo Animal

Olá, vou dividir uma aventura que tive com meu labrador, e que aventura que me deixou de pernas abertas.



Esse cachorro, ganhei no ano passado e já faz um ano que ele está comigo que por sinal é um belo cachorro, já está no tamanho de um adulto devido a cruza de uma labradora e um pastor alemão, ele tá no auge de seu vigor físico.



Num dia desses ví ele tipo querendo se masturbar sozinho assim se movimentando no vácuo sem algo pra ele agarrar e estocar com vontade e isso me deu um tesão vendo aquilo ai resolvi dar uma ajuda pegando no seu órgão e comecei a tocar uma pra ele, que por sua vez foi gostando daquilo, nesse movimento que fazia fui sentindo seu pau engrossando e ao mesmo tempo aquele nó também cresceu e ficou do tamanho de um ovo, ficou de um tamanho descomunal que me deixou impressionado e consequentemente imaginando se eu aguentaria aquilo dentro de meu cuzinho.



Passou aquele dia e fiquei com aquilo na cabeça. Um dia fiquei sozinho em casa e dai resolvi atiçar meu cachorro no sexo, recolhi ele dentro de casa, tirei a roupa ficando peladinho, comecei esfregar meu cu no focinho dele que de prontidão começou a lamber com isso meu tesão foi crescendo também com um calorão que já suava, meu cachorro percebendo isso intensificava mais o banho de língua ne meu rabinho que piscava de tesão, as vezes queria sair daquela situação e ele vinha com seu focinho no meio de minhas pernas querendo mais, outras vezes eu me arcava e ele colocava as patas ne minhas costas querendo que me arcasse mais, tipo assim querendo que ficasse D4 pra ele trepar em cima de mim nisso notava seu pinto querendo sair da capa dele pra fora com a ponta vermelha devido a excitação que ele já estava.



Num momento e pela vontade de sentir aquele pau enorme dentro de cu, fiquei D4 e ele mais que depressa montou em cima de mim como um touro monta na vaca, me agarrou com suas patas dianteiras no meu quadris e foi me puxando contra ele com estocadas ainda no vazio por não alcançar o anel de meu cuzinho, com toda esse arreto meu pau já explodia de duro que estava, como as estocada dele não estava surtindo efeito, resolvi dar uma ajudinha peguei seu pau e encostei no meu cu e ele mais que depressa sentiu meu buraquinho aumentou a estocada que entrou de uma vez só, senti que suas estocadas ficaram mais intensa e sentia que seu pau entrava mais e também já sentia o nó dele encostando no meu cu querendo invadir também e como meu cu estava apertado ficava difícil.



Com essa folia que nem uma cadela sendo fodida pelo seu cachorro eu já suava que chegava a escorrer pelo meu corpo e também pelo meio rego sendo comido pelo cão safado que come seu dono, as estocadas frenéticas dele forçava mais meu anelzinho anal que já percebia que não ia demorar pra ele introduzir aquele nó imenso, pois sentia que seu pau já tinha crescido no seu máximo do tamanho e meu cu já estava bem aflorado pra ceder a entrada do nó dele que não parava com suas estocadas intensas e não deu pra segurar mais a força dele querendo entrar dentro de meu cuzinho que nessas alturas já sentia que ia ser descabaçado pelo cachorro safado e não deu outra, dei um grito quando senti aquela bola do tamanho de um ovo adentrou no meu cu e com tudo aquilo dentro de mim comecei a piscar meu esfíncter querendo expulsar aquele monstro de cima de mim mas não tinha jeito, meu cachorro com o tesão que estava queria colocar o que não tinha mais pra entrar.



As estocadas foram ficando mais devagar mas ao mesmo tempo sentia a pulsação daquele pau dentro de meu cu elevando mais minha excitação que meu pau batia no meu ventre querendo explodir de tesão, assim fui sentindo jatos quentes dentro de meu cu que não parava mais e com isso ele dava umas estocadas isoladamente me agarrando com suas patas me puxando contra ele querendo que eu ficasse grudado nele enquanto inundava meu canal anal.



Depois de uns quinze minutos grudados ele queria se desgrudar de mim e forçava pra tirar aquele tora de meu cu mas eu fechava e apertava mais devido ao tamanho de seu nó, parecia que ia rasgar meu cu e doía muito, segurava ele para não puxar de uma vez só, assim acho que minhas pregas não suportaria e com certeza rasgaria, ficamos assim engatados uns trinta minutos, até que ele deu uma puxada que parece que saia uma rolha de meu cu que ficou aflorado expelindo o liquido que ele tinha depositado dentro de meu cuzinho que não parava de piscar, também fiquei assustado pelo tamanho do pinto dele e como tinha suportado tudo aquilo dentro de mim. Ainda para terminar meu cachorro vendo meu cu escorrendo seu gozo veio lamber meu cu e isso aumentou meu tesão que não aguentei que só encostei no meu pau que explodiu num gozo intenso que fui esmorecendo e me contorcendo que fui deitando e abrindo as pernas para meu cão safado lamber minha bunda e me cu ensopadinho e descabaçado, aí deitamos os dois cansados.



Depois disso soltei ele no pátio e fui tomar um banho e fazer uma lavagem anal, lembrando no que eu tinha feito sendo uma cadela para meu cachorro e sempre que ele quiser ele poderá me comer, pois adorei ser sua cadelinha no ciu.

 

Gostou? Vote no Conto:

41250 visitas