Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
flagras flagras videos de sexo filmes porno bundas sexo

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Me fingi de bêbado para comer mamãe | Acervo de Contos

Me fingi de bêbado para comer mamãe

Ola me chamo Walisson, moro com meus pais e uma irmã minha mãe se chama Vilma, e pra ser cincero e uma coroa em forma, este fato que ocorreu foi real.
Bom eu gosto de me diverti com meus amigos meus pais numca me prenderam tive uma vida liberau,gosto de tomar umas cervejas de vez em quando mas numca cheguei embriagado em casa e numca tive mas intenções com minha mãe.Certa noite saimos todos nós fomos curti um bom pagode na Lapa tomamos umas brejas,coisa de familia meu pai dançando com minha mãe,minha irmã e eu sentados na mesa conversando ate ai tudo bem.Serta hora chega meu pai disendo que ja estava cansado e que queria ir embora,pois no dia seguinte ele iria trabalhar ele se acorda muito cedo,minha mãe não gostou pois ja fazia muito tempo que ela não saia mas pra se diverti,eu com dó da minha mãe falei? _Pai você que ir eu fico aqui com minha irmã e com a mamãe. Meu pai por confiar muito bem em mim disse.
Tudo bem cuide bem delas em! logo minha irmã se manifesta e fala.
Vou com você papai ja estou com sono.Assim ficou minha mãe e eu sentados e conversando,coisas naturais de mãe e filho ate que comessa a tocar um pagode que ela adora vem minha mãe me chamar pra dançar,eu sem saber o por numca ter dançado com ela fiquei com um pouco de vergonha mas fui,todo desajeitado ela começando a me ensinar e eu super timido,foi quando ela me deu tipo uma acochada e disendo.

_Vamos menino se remeche que corpo duro!
Foi ai que percebi e senti augo de estranho os seios de minha mãe era bem duros e pontiagudos,fiquei de pau duro na hora acho que ela não percebeu nada.Mas eu fiquei com mas vergonha ainda pensei assim meu pau endureseu com mamãe isso não pode acontecer de forma auguma,temtei me separar mas mamãe inocentemente não deichava perguntava se eu estava com vergonha dela ela nem imaginava oque estava se passando naquele momento eu comessando a sentir atração por ela eu não podia permitir isso mas acabei não resistindo e pensei em tirar augum proveito da situação comesei a roçar nela,foi assim a noite toda.Mamãe ja meio chapada nem percebia que eu estava de pau duro e tirando proveito dela pasava a mão no peito dela como se não quisesce nada,em certas horas quando estavamos dançando passava o meu joelho em sua buceta isto me dava um tezão imenso minha cueca ja deveria e esta melada de porra,assim ficamos por augum tempo até q mamãe dessidi ir embora pois ja era de madrugada.Fomos embora sorridentes minha mãe contente por eu ter ficado com ela no pagode diz ela que se divertil bastante, ja eu fiquei pensando se consiguiria comer mamãe.Chegamos em casa minha irmã dormindo meu pai ja avia saido pra trabalhar ficamos em silencio mamãe foi direto tomar um banho fiquei na sala pensando no que ouve naquele momento,o desejo que eu estava de comer minha mãe era imenso vi que o chuveiro desligou e mamãe ja tinha ido dormi,resolvi tomar um banho pra refrescar foi quando vi uma caucinha que minha mãe tinha deixado no banheiro ela estava molhada mas não de água e sim por augo que paresia gozo não resisti comessei a cherar e chupar aquele liquido que estava la bati uma punheta como nunca tinha batido antes e fiquei pensando,será que minha mãe ficou toda melada por ter dançado com migo,fui me deitar e pensando muito se mamãe tambem havia sentido tezão por mim,acabei dormindo com aquilo na cabeça.
No dia seguinte papai liga dizendo que não vira pra casa hoje porque tem muito serviço la e perguntou se nos havia se divertido respondi que sim e desliguei,minha irmã acordou tomamos café da manhã converçamos um pouco e ela falou que ia sair eu falei que tudo bem mamãe ainda estava dormindo passei por seu quarto a porta aberta la estava ela de camisola e por emcriveu que paressa ela estava sem nada por baicho vi uma bucetinha maravilhosa com pouco cabelo fiquei super essitado mas não fiz nada,resouvi dar uma vouta mas aquilo não saia de minha cabeça fui a um bar comessei a tomar umas coisas forte so tomava absinto mas conhecido como a fada verde uma bebida que deicha qualquer um alucinado,pois foi oque aconteceu com migo fiquei meio imconsiente mas sabendo oque estava fasendo.Fui pra casa nisso logo me veio uma ideia fingi que estava bebado,por numca ter chegado em casa chapado minha mãe ficou preocupada,cheguei derrubando tudo fingi que tinha caido,coitada da minha mãe não sabia oque fazer ela estava só todos havia saido.foi então que ela pensou em me dar banho,me levou ao banheiro tirou minha camisa ea cauça me deichou de sunga ligou o cheveiro no gelado e me colocou em baicho eu como estava só fingindo pensei que era uma boa oportunidade pois se ela não quisece nada podia alegar que estava bebado e não sabia oque estava fazendo,assim deichei rolar eu de sunga minha pica logo ficou dura e as mãos de minha mãe me segurando me dava mas tezão ainda minha mãe inocente nem percebeu oque eu estava bolando ela preocupada com migo nem viu que eu estava de pica dura foi então que rosolvi passar a mão na sunga foi isso que fez meu pau sautar pra fora ai sim ela viu,eu ainda fingindo que estava bebado fiz de conta que não tinha percebido ela deu uma olhada de quem gostou mas mesmo assim ela ficou frustada pegou no meu pau eo colocou pra dentro não resisti aquilo e acabei segurando sua mão ea encostando no meu pau falei mãe estou sobreo vi como você olhou quando viu meu pau.Ela respondeu menino como você faz uma coisa dessa sou sua mãe ja mas iria te olhar com olhos de desejos,foi ai que eu falei agora e tarde quero te possuir mamãe vi sua caucinha ontem quando você saiu do banho ela estava toda gozada você sentiu tezão quando estava dançando com migo estou fassinado por você eu te quero,e nada que fassa ira metirar este prazes agora,mamãe ficou calada eu segurando a mão dela em meu pau comessei a fazer logo o movimento de vai e vem,ela sem dizer nada mas querendo resisti pucahando a mão eu sem deichala soltar prosegui e dizendo não adianta puchar a mão mãe pois você sera minha eu sei que você quer isso não é ela encheu os olhos de lagrimas mas senti que ela estava gostando eu segurando a mão dela e fazendo o movimento de vai e vem fui alisando seus seios logo senti um suspiro vindo dela.Mamãe ainda estava com seu camizolo e eu sabia que por baixo não havia nada,pois eu tinha visto ela dormindo sem nada por baicho fui acariciando aqueles seios deliciosos com uma mão só, via descer lagrimas de seus olhos mas eu ouvia uns gemidos que ela dava bem baixinho via ela emgolir a saliva a seco, soutei sua mão ela continuava me punhetando persebi que ela acabou gostando daquele movimento de vai e vem,comessei a dar umas chupadas em seu pescoço ela suspirava pois ja estava ficando com tezão fui descendo e comessei a chupar aqueles belos seios eu ja não aguentava e desci com a mão ate sua vagina so aquilo fez com que eu goza-se na mão dela pois aquela buceta era maravilhosa,quando gozei mamãe soutou minha pica sua mão estava toda melada foi então que augo inacreditavel aconteceu ela levou a sua mão ate a boca e comessou a emgolir toda porra a forma que ela passava a lingua na mão era tão sex que meu pau logo estrava duro novamente. Gostei muito do que vi e disse! _Eai mamãe oque acha do leitinho do seu filho? Mamãe queta ficou mas logo disse. _Nossa faz muito tempo que não sinto isso denovo cheguei a um orgasmo somente em tocar em seu pau faz muito tempo que não tenho relações com seu pai.Eu ouvindo isso da boca dela não me aguentei mas uma vez a peguei nos braços e a levei direto pro quarto eu todo molhado a joguei em cima da cama tirei todo seu camizolo,ela disendo por favor me fassa se sintir mulher novamente,respondi cauma mãe farei augo com que você não se esqueça mas numca em sua vida.Bom tirei todo seu camizolo e comessei a chupar seu clitoris mamãe estava com a bucetinha tão molhadinha que eu metia a cara com tudo em sua buceta,o cheiro que eu sentia de sua buceta era imcomparaveu a qualquer outra,mamãe cada vez mas abria suas pernas meu rosto ja estava todo melado do nectar que mamãe soutava ela logo comesou a gemer de mas e falando que quiria me sentir dentro dela não pensei duas vezes me levantei da cama puchei minha mãe para a berada da cama coloquei suas pernas em meus ombros,encostei a cabeça do pau bem na entrada de sua buceta comessei a pincelala mamãe gemia e falava que estava gostando muito,comessei a dar umas estancadas e vi que a bucetinha dela ainda era bem apertadinha mamãe estava quase virgem deve ser pelo tempo que ela estava sem dar uma fui forçando ate que a cabeça do meu pau entrou, me sentia confortavel la dentro aquela bucetinha esquentava a cabeça do meu pau eu sentia umas contrações augo querendo sugar meu penis.Foi então que resolvi dar uma estancada com toda força senti uma dor meio desconfortaveu mamãe tambem deu um grito e emcheu os olhos de lagrimas pois eu tinha botado muita força mesmo,deichei meu pau la dentro por auguns minutos comesei a perder o respeito por mamãe ea chamala de cachorra,ela comessou a me chamar de varias coisas tambem uma que eu adorei foi de cavalo.Ela gritava me chamava de cavalo e dizia vai vai bota tudo mesmo ate o talo faz eu me sentir como numca havia me sentido antes fassa oque seu pai não fez. Depois de um tepo que meu pau estava la dentro repousando resolvi puchalo e vi que na quela estancada eu acabei rasgando e cortando a buceta desta minha cadela meu pau tambem sangrava mas a dor que eu havia sentido ja estava se tornamdo em prazer e comessei a botar devagar novamente pois mamãe quem pediu ela estava sentido augo desconfortavel fui com cauma fazendo um movimento de vai e vem os estralos que davam com aquela penetração me fasinava sentia novamente em mamãe seus gemidos,cada vez o prazer ia tomando de conta de nossos corpos mamãe comessava a se contorce,cada vez os movimentos mas agressivos mamãe gemia de mas ela comessou a falar que estava prestes a gozar isso fez com que eu aumentasse a pressão ela gemia,gritava me chingava e pedia mas a coitada se contorcia de mas pois um jovem como eu com energia pra dar e vender comendo uma coroa daquela,foi então que percebi sua buceta cada vez mas lubrificada mamãe estava gozando estava toda suada eu bombava cada vez mas estava querendo gozar e falei. Mamãe vou gozar você sua cachorra me fassinou ai que porra, gozei e que gozada gostoza despeijei tudo dentro de sua buceta tirei meu pau bem devagar mamãe se levantou e vi meu esperma escorrendo entre suas pernas logo em seguida uma noticia me surpreende mamãe diz que não e operada oque iriamos fazer agora fiquei pasmo mas ja tinha feito sua buceta toda melada de porra.Logo em seguida escultamos um barulho era a voz de minha irmã com meu pai ficamos preocupados. Mas isso ficara no suspense vocês saberam no proximo conto.
Quem quizer entrar em contato com migo pode adicionar meu msn walyssonbrown@hotmail.com

 

Gostou? Vote no Conto:

21/11/2010 | 124709 visitas

 
 
 
ninfetas sexo anal flagras