Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Amizade Colorida | Diversos | Acervo de Contos

Amizade Colorida

Eu tinha acabado de sofrer uma decepção amorosa, pois o cara de quem eu estava a fim ficou com outra mulher e estava todo apaixonado por ela. Eu ainda não tinha esquecido dele e andava meio chateada...mas agia normalmente com as pessoas. Quando contei a historia pro meu melhor amigo, ele me disse que logo essa tristeza passaria. Para ajudar, me convidou para irmos ao cinema.

Combinamos então um final de semana e fomos até o shopping e compramos uma pipoca e um refrigerante para dividirmos. Era um filme meio besta (eram poucas opções) então no meio da sessão nós dois começamos a tirar uns sarros e rir (bem baixinho pra não incomodar as outras pessoas). Acabou sendo super divertido de tanto que nós zuamos aquele filme.

Terminando o filme, resolvemos ir jantar. Como o shopping estava cheio, fomos procurar um restautante em outro lugar. No carro ficamos conversando e rindo muito até que paramos numa casa de comida italiana. Comemos uma lasanha deliciosa e tomamos vinho...e eu acabei exagerando um pouquinho na bebida. Comecei então a me lembrar sobre o cara que eu tava querendo e fiquei mais quieta. Meu amigo então pegou a minha mão, passou a acariciá-la e permaneceu em silêncio.

Na saída do restaurante tinha uma varanda, onde nós ficamos um pouco já que a noite estava gostosa e o céu estava limpo, com uma lua linda. Meu amigo me abraçou enquanto olhávamos para o céu e então me deu um beijinho na bochecha. Eu olhei pra ele e sorri...nos encaramos por um instante e começamos a nos beijar. Ele beijava incrivelmente bem, um beijo quente e saboroso. Me abraçou mais forte e o beijo ficou mais intenso. Ele enfiava a língua na minha boca e eu na dele, e nossas linguas dançavam em harmonia.

Fomos para a minha casa (meus pais foram viajar então não tinha ninguem). Meu amigo é alto, moreno, um pouco musculoso. Ele me encarava com desejo e um sorriso de safado que começou a me excitar. Peguei um vinho e servi para nós dois e liguei um sonzinho. Sentamos nos sofá e ficamos nos beijando, aquele beijo molhado e prazeroso. Ele pegou meus seios e ficou brincando com eles, arrancou minha blusa e começou a chupá-los gostoso e eu gemia ao sentir aquela boca macia. Abri o zíper da sua calça, pus a mão sobre seu pênis já duro e comecei a masturbá-lo. Ele levantou a minha saia e começou a fazer o mesmo em mim, seus dedos em meu clitóris me levaram à loucura e eu gozei em sua mão. Terminamos de tirar a roupa e eu quis fazer um boquete nele. Peguei aquele cacetão, comecei dando uns beijinhos, lambidinhas para provocá-lo, fiz movimentos rápidos com a língua em torno da cabeça, chupei suas bolas enquanto o punhetava e finalmente abocaquei aquele pau delicioso, levando-o até o fundo da garganta, ficava com eles assim por alguns segundos e depois fazia movimentos vai-e-vem, chupei com gosto.

Aí montei nele, adoro ficar por cima, empurrei devagarzinho o pinto dele pra dentro da minha buceta toda molhada. Comecei a cavalgar primeiro lentamente, me acostumando com aquele membro gigante dentro de mim, depois fui aumentando a velocidade, arfava de prazer, gritava, rebolava sentindo-o quente lá no fundo até gozar de novo. Na mesma posição ele segurou meus quadris e continuou bombando, que maravilha, que delícia, me fez gozar mais uma vez! Depois deitei de franguinho e ele em cima de mim, metia e segurava meus peitos Começou a acelerar mais avisando-me que ia gozar, e eu disse que podia gozar dentro, logo em seguida eu senti aquela porra quentinha na minha vagina. Isso me deixou doida e eu gozei na mesma hora. Ficamos abraçados nos beijando, conversando, rindo. Acabamos adormecendo.

Quando acordei de manhã ele não estava mais deitado ao meu lado. Me espreguicei sorrindo, lembrando da noite maravilhosa que tivemos. Ouvi barulhos na cozinha, vesti minha calcinha e a camiseta dele que estava mais próxima e fui até lá. Chegando lá, eu o vi apenas de cueca boxer (que mostrava o quão redondinho era aquele traseiro) coando café para nós dois. "Bom dia!", ele sorriu pra mim. "Bom dia!", respondi animada. Sentamos, tomamos café e fomos tomar um banho. No chuveiro, um ensaboava o outro. Peguei o pinto dele e fiquei esfregando "aqui está sujo...precisa esfregar direitinho". Não demorou muito pra ele começar a endurecer. Saimos do banho e fomos pra cama.

Ele me abraçava, apertava minha bunda e pareceu bem interessado no meu cu. Eu dei um sorrisinho pra ele ver que percebi o que ele queria. A essa hora eu já estava ensopada e queria que ele metesse na frente primeiro. Ele foi com o maior prazer e me fez gozar. Ele estava se segurando pra não gozar ainda, porque queria meu cuzinho. Então ele lubrificou bem meu ânus, fiquei de quatro e ele foi enfiando devagar, começou a bombar no meu cu. Com uma das mãos ele se apoiava em mim e com a outra ele me masturbava. Eu podia sentir como meu cu estava apertadinho e ele estava adorando. Até que ele gozou e eu mais uma vez pude sentir a porra dele dentro de mim. Caimos ofegantes, exaustos. Tivemos que tomar outro banho depois dessa malhação (risos). Mais tarde almoçamos juntos e ele foi embora pra casa.

 

Gostou? Vote no Conto:

25050 visitas