Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

A 1° foda com minha 1° ex | Diversos | Acervo de Contos

A 1° foda com minha 1° ex

Olá vocês já me conhecem, pois já contei varias de minhas aventuras sexuais.

Volto a frisar que sou deficiente físico (CADEIRANTE) moreno claro, separado, bem vou contar uma de minhas aventuras com minha primeira ex: mulher, uma negra de 1,70 peitos pequenos, bunda proporcional a sua altura, alias, que bunda empinada durinha e uma bucetinha bem peluda, quando a conheci ela era bem nova, quando vi aquela negra gostosa andando pelo bairro fiquei louco de tesão, teve um amigo que chegou a dizer que com ela eu não teria chance coisa que não me demoveu da idéia de comer aquela delicia de negra, eu trabalhava bem no centro da cidade onde ela passava todos os dias (CONFESSO QUE HOMENAGEEI ELA MUITAS VEZES NO BANHEIRO DO ESCRITÓRIO) mas pra minha sorte ela passou a visitar o escritório muitas vezes, eu não perguntava o que ela queria apenas recebia ela de pau duro teve um dia que ela viu que eu estava com meu pau duro, alias só percebeu porque eu fiz questão que ela visse como eu ficava perto dela, nessa brincadeira ela ia cada dia mais sexy até que um dia ela foi com aqueles shortinhos que na época chamávamos de (GELADINHO) porra aquilo me deixou doido ela rebolava andava pelo escritório fazendo varias perguntas as quais eu respondia já com raiva louco pra pegar aquela negra gostosa, e comer ali mesmo, não pude fazer isso até que tive que ir pra capital pensei to fudido perdi aquela potranca, fiquei seis meses fora imaginando que algum cara de sorte devia ta atolando a vara naquela bunda divina, mas como eu não estava gostando de ficar fora e só imaginando minha negra no inicio de 1997 voltei pra casa logo no primeiro dia que cheguei fui para casa de um amigo que do terreno dele dava pra ver a casa dela pra meu alento não demorou muito já vi minha deusa de ébano toda gostosa como só ela sabia ser com uma camisetinha e um micro shortinho nem era tão pequeno, mas naquela bunda ficava mínimo quando ouviu minha voz fez questão de ir para o tangue fiquei ali e notei que ela procurava chamar minha atenção peguei e fui para um campinho de futebol Desci da Cadeira de rodas e fiquei ali lendo como quem não quer nada. Menos de dez minutos ela veio conversar comigo dizendo que eu tinha sumido do escritório do bairro eu disse que eu tinha ido pra Porto Alegre resolver umas questões de família em fim desde daquele dia começamos namorar ela ia todos os dias na minha casa até que chegou o dia em que desfrutei daquela beleza negra.

Em uma tarde quente do mês de Março.

Ela tinha vindo da aula de educação física, meu Deus o cheiro daquela fêmea misturava um misto de um perfume suave e suor. Começamos a nos beijar eu como sempre tentava ir mais adiante e ela me repelia, mas naquela tarde pude tirar sua camiseta e ver os peitos mais lindo que já mais havia visto em minha vida. Fui beijando chupando descendo pela barriguinha, quando cheguei ao short pude sentir o cheirinho da buceta dela, dei uma lambida por cima da roupa ela me olhou espantada com a cena voltei e beijei a boca dela os peitos por um longo tempo até que ela tirou o short e ficou só de calcinha. Lembro até hoje era uma calcinha preta, fiquei por um tempo vendo o corpo dela, refeito da primeira vista continuei beijando passando as mãos. Tirei a bermuda e fiquei de cueca, eu deitado ela começou a me beijar descendo pela minha barriga quando ela chegou com a boca perto do meu pau segurei a cabeça dela querendo que ela tirasse meu pau da cueca, ai eu disse pra ela que tudo que ela fizesse eu ia retribuir em dobro ela me olhou e deu uma risadinha e me disse, mas eu nunca fiz o que você quer que eu faça daí eu disse que ela ia gostar, mas se não quisesse tudo bem, ela disse que ia tentar, mas se ela não gostasse ia parar. Eu concordei, ela tirou meu pau pra fora da cueca e começou a passar os lábios em pouco tempo já estava com meu pau quase todo na boca, mesmo adorando aquilo eu não via a hora de tirar a calcinha dela. Pedi pra ela deitar de bruços fui beijando as costas dela até chegar naquela bunda, bunda que eu beijei, lambi até que comecei a tirar a calcinha. Quando coloquei a calcinha até as coxas pedi que Patrícia erguesse a bundona ela ergueu eu pedi que ela abrisse com as mãos ela assim o fez senti o cheiro de sexo que vinha da buceta dela passei a língua no cúzinho. Ela virou de barriga pra cima e eu comecei a passar a língua na buceta dela uma buceta bem, alias muito cabeluda, com minha língua fui abrindo caminho até chegar naquela gruta que estava completamente encharcada. Chupei acredito eu por mais de vinte minutos a ouvindo gemer e dizer que nunca tinha imaginado que aquilo fosse tão bom, lambi o cúzinho dela cada vez que eu tentava enfiar o dedo ela dizia não então sentamos frente a frente ela por cima das minhas pernas meu pau roçando na barriga até que ela disse vai devagar que eu não sou virgem, mais quase. Perguntei ?como quase?? ela disse fiquei com um carinha ai, mas na hora ele botou só a cabecinha já que era muito grande e eu não continuei eu perguntei grande o quanto ela disse eu não sou inocente devia ter mais de 20 cm. Como fico doido ouvindo esses assuntos pedi pra ela me contar como foi. Ela disse ?você é louco, mas se quer saber vou falar, foi assim eu namorava com o Cristiano há uns 3 meses um dia fui a casa dele. Como ele tava sozinho me levou pro quarto e começou me arretar eu tava de sanhinha ele meteu a mão por baixo e tirou minha calcinha pensei que aquele dia eu ia dar e perder minha virgindade, foi quando ele me abraçou e com uma mão tirou o pau pra fora e começou a esfregar em mim, eu sentia minha buceta tremer e ficar toda molhada eu nem sabia o que estava sentindo, quando ele se afastou pude ver o tamanho do pau dele, amor era grande mesmo e a grossura então, acho que se ele tivesse feito o que você fez eu ia agüentar, mas ele me deitou e veio por cima quando ele meteu eu dei um grito e pedi pra parar ele queria continuar, mas minha bucetinha já estava rasgada saia sangue ele ficou bravo e disse que então era pra mim ir pra casa eu me vesti e sai depois disso só vi pau em vídeos pornôs que eu sempre vejo na casa da minha tia? depois que ela me contou isso pegou meu pau e colocou na entrada da bucetinha dela apesar de ela estar muito molhada meu pau sentiu uma certa resistência, mas entrou tudo quase que só de uma vez ela quase gritou, mas como tinha gente em casa ela se conteve, metemos por umas duas horas entre penetração e chupadas gozei umas três vezes, mas nenhuma dentro da buceta dela, depois dessa tarde ela sempre dava um jeito de ir pra minha casa foder transformei a Patrícia numa legitima puta e antes de terminar, ela gozava feito doida quando dava o cú teve uma vez que por problemas de saúde tivemos que fazer só anal por uns seis meses apesar de ser tarado por cú depois do de Patrícia não comi cú igual o dela, no dela tinha uma magia.

Se você for negra, ou casado com uma e quer dividir me Add no MSN e ou no Orkut, não só negras aceito todas e todos os casais, mas procuro pessoas normais nada de super isso ou super aquilo.



Se você mulher ou casal do Rio Grande Do Sul quiserem entrar em contato basta me Add no MSN ou e ou no Orkut, mas friso que procuro pessoas sem preconceito e normais, pra mim não importa a idade ou cor não busco dinheiro ou algo do tipo prezo só pelo prazer então pra mim não há limites



MSN



Kazablank1@hotmail.com



Orkut



kazablank@hotmail.com

 

Gostou? Vote no Conto:

11957 visitas