Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

VIAJEM DOS SONHOS EM SÃO PAULO | Cornos | Acervo de Contos

VIAJEM DOS SONHOS EM SÃO PAULO

Ola eu me chamo   Fernando e minha esposa se chama Marcia  sempre tivemos bons relacionamentos tanto na vida sexual como na vida social ela uma prof de portugues muito muito gostosa que as vezes eu falo pra ela que os alunos  devem prestar mais atenção na bunda dela do  que na própria matéria que  esta explicando. Vamos  ao fato acontecido a noite as vezes ligamos o computador e ficamos brincando na sala de bate-papo ela provocando os tarados que frequentão sala e muitas vezes damos um MSN  na qual  ficamos de bate-papo só pra ver a caras deles alguns interessantes mas a maioria idiotas,  porem um vez ela conversou  com um rapaz de São Paulo que tinha uma conversa interessante e  educada sem palavras obsenas ai não excluímos ele do MSN e quase toda noite nos ficávamos conversando com ele é claro que teclava com ele era minha esposa e eu só estava do lado dela dando incentivo ai que foi pegando mais intimidade ele já ligou a cam mais ele só via minha esposa então ele começava com  papo normal e devagar já ia falando palavras de duplo sentido e minha mulher indo Dando liberdade  até ele chegou ao ponto  mostrar o pau pela cam pra minha esposa ai  eu falava pra ela não delisga  a cam e  vai dando corda nisso eu comecei reparar  que minha esposa estava gostando e quando ela desligava o PC eu via que ela ficava molhadinha então eu comecei a ver que Ela gostava  das sacanagens que ele falava pra ela, e quando chegava na noite seguinte ela ligava o PC esperando  ele ficar online  e começar o papo mas eu adorava isso me dava um tesão tremendo quando transava com ela eu até fantasiava que ela estava transando com ele e dizia tudo que ele falava pra ela no MSN  ela fudia gostoso como se realmente tivesse transando com ele. Mas teve um dia que eu perguntei pra ela se ela tinha vontade  de transar com ele, e ela falou que o que ele falava deixava ela molhadinha mas não transaria com ele  porque não tinha  coragem  que era casada e também não conhecia ele  e coisa e tal, foi então que eu falei mas se eu autoriza-se ela ficou quieta e não falou nada então os dia foram passando até chegou o  final do ano e fomos pra São Paulo na casa da irmã dela passar as festa de fim de ano com toda família dela porque era o primeiro ano de casa da irmã mas nova, como a casa estava cheia fomos pra um hotel pra ter um conforto melhor e de lá nos passeamos muito ai eu lembrei que nosso amigo morava  em São Paulo então eu falei pra que poderíamos entrar em contato com ele, ela relutou mas a noite ligou o PC no MSN e  ficou de papo com ele foi então que eu incentivei a ela pra dizer que ela tava em São Paulo quando ela falou pra ele, ele quase  pulou querendo marcar um encontro falou que estava com um amigo dizem que nós estavamos a trabalho  pra ver alguma coisa da área da educação pra levar pra RJ, e ele  ficou mesmo assim empolgado  ai falei Marca no restaurante ela pensou e marcou  bem ele veio  ficamos nos 3 conversando até que ela foi ao banheiro e ele começou a perguntar se eu conhecia ela a bastante tempo eu que sim e conhecia ela bem que já tinha transado com ela mas sem compromisso vi que a cara de fez uma mistura de ânimo e tristeza mas eu falei pra ele que ela tem uma tara em fazer sexo a três ele se animou na hora eu disse pra se ele quisesse eu ia montar um clima e nós íamos para quarto ele disse que seria ótimo quando ela chegou eu pedi as  bebidas  e pra ela eu pedi vinho por que eu sei que quando ela bebe vinho fica soltinha  então ficamos conversando e bebendo depois que eu vi que ela estava bem alegre eu fingi que ia mostrar uma coisa pra ele no quarto e nós subimos pro quarto e chegando nos sentamos  na cama e continuamos a conversa nisso ela foi tomar um banho por que estava com calor  voltou  com uma camisola transparente que da pra ver sua silueta vi que nosso amigo  ficou  de pau duro na hora vendo eu falei que também ia tomar um banho quando  voltei falei pra vai tomar uma banho também claro se vc  quiser ele  foi nisso eu comecei beija-la e passando a mão pelo corpo dela senti que ela estava molhadinha ai eu imaginei vai ser hoje quando ele saiu do banheiro eu já estava chupando ela e ela já estava indo ao delírio ele ficou parado olhando e depois sentou  na poltrona passando a  mão na pica ai eu levantei botei  a minha pica pra ela chupar eu olhei pra ele e fiz sinal pra ele chupa-la rápido ele tirou a roupa então eu vi seu Pau e pensei  caralho que pica grande ele caiu de joelho e começou a chupa-la e ela ia se contorcendo quando ele levanta e encosta a pica  na buceta dela e ela começa a mexer pra pica dele entrar nisso ela tira minha pica da boca e escurega  na cama segura ele pelas pernas e puxa ele pra pica entrar ai quando eu vi que ela estava adorando a pica  eu pequei me sentei na poltrona e fiquei observando ,cara ver minha esposa fudendo  com outro eu fiquei com a pica tão dura que parecia que ela ia explodir ai numa rapidez ela levantou e jogou ele na cama subiu encima dele e cavalgava  como se  fosse uma profissonal do sexo nossa  eu nunca tinha visto ela assim depois ele colocou ela de quatro e  eu levantei botei minha pica na frente dela ela começou a chupar enquanto ele metia na sua buceta nossa ela gozava tanto que pensei essa mulher vai desmaiar de tanto gozar ficamos ali fazendo varias posição até uma DP ela fez depois de mais ou menos uma hora  e meia de sexo ela já estava fraca de tanto fuder e já tinha perdido quantos vezes eu tinha gozado ai paramos um pouco e dormimos  quando acordamos ele já tinha ido embora ela olhou pra mim e eu perguentei gostou ela disse sim e me falou e voce eu falei adorei. Depois disso voltamos pra o RJ e continuamos a conversa com ele só que agora marcaremos uma aventura no RJ.

 

Gostou? Vote no Conto:

1946 visitas