Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
gostosas porno amadoras sexo gostosas flagras

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Realizando o desejo do meu marido | Acervo de Contos

Realizando o desejo do meu marido

Hoje vim contar um caso verídico que aconteceu comigo. A única coisa que não é real é meu nome, claro. Moro numa cidade bem pequena. Sou casada já há vinte anos. Sempre achei meu marido meio maluco e por ser criada numa zona rural, sempre fui uma mulher muito recatada. Certo dia estávamos transando eu e meu marido, quando com jeitinho ele me diz que sonhava em me ver com outro homem. Achei muito estranho aquele pedido, mas ele já me fotografava há muito tempo e filmava toda nossa transa sempre que íamos ao motel. Ainda filma até hj. Sempre que transávamos ele sempre repetia isso, resolvi então que realizaria o desejo dele. Com duas condições: uma que eu transasse com o homem que eu escolhesse e outra, que ele não assistiria e nem participaria, só me pegaria logo em seguida e me levaria pro motel, pra sentir como minha bucetinha tinha sido regaçada. E assim aconteceu.

Escolhi um homem que eu conheci quando jovem. Nessa época eu já estudava fora e morava com minha irmã. Ele era um coroa bonito e sempre ficava com os olhos compridos em cima de mim, mas nunca rolou nada. Aí resolvi ir na cidade que ele morava aqui perto. Sabia que ele trabalhava num ponto de táxi e fiz parecer um encontro por acaso. Quando me viu, percebi que ficou fascinado, pq ele é galinha demais. Então de cara me deu aquela cantada. Não acc naquele dia. Peguei o tel dele e depois entrei em contato. E o grande dia chegou: fui pra cidade dele, ele já me esperava. Fomos pra um motel. Eu estava meio constrangida, mas sentia um tesão enorme pq até então só conhecia mesmo meu marido como homem. Chegando ao motel ele começou a me beijar, parecia que ia me engolir. Ficou muito excitado e quando percebi aquele cacete enorme já me roçava deliciosamente. Aos poucos o tesão foi aumentando, pensei que era um desejo do meu marido e resolvi relaxar. Dai a pouco ele tirou a camisa, tinha um peito delicioso, era bem forte e malhado. Um abdômen de dar inveja em muitos garotinhos. De repente ele tirou minha blusa, percebeu que eu estava meio tímida e começou a chupar meu peito com muito carinho e fui relaxando. De repente, baixei a calça dele e me deparei com um cacete que nunca tinha visto coisa igual, era enorme. Depois ele me disse que media 23 cm. Nossa! abaixei a cueca, vi aquele cacete que me deixou molhadinha e comecei a chupá-lo todinho. Nem a metade entrava em minha boca. Aí ele me deitou na cama e tirou minha calcinha. Eu já tava molhadinha e ele percebeu. Primeiro começou a me chupar a bucetinha profundamente. Depois antes de me penetrar, ele penetrou um dedo, já quase morri de tesão. Ele mamava em meios seios e ao mesmo tempo roçava aquele cacete enorme na minha bucetinha. Chegou a hora da penetração. Tive medo. O cacete era tão grande que imaginei que seria estuprada. Nossa! Ele cuspiu na minha bucetinha e começou e penetrar bem devagar, com muito cuidado, pq tenho uma bucetinha muito apertadinha. Aiiiiiii! Quando entrou quase todo achei que ia morrer de tesão e ao esmo tempo um pouqinho de dor. Era tão gostoso e ao mesmo tempo tão exagerado. Quase nem conseguia mexer com ele dentro de mim. Ai pedi a ele pra ficar por cima e mexia só o quanto eu agüentava. Fui rebolando e me sentindo cada vez mais molhadinha e perto de gozar. Aí não me segurei, rebolei gostoso explodi num gozo delicioso e ele explodiu juntinho comigo. O cacete era tão grande que quando acabamos ele continuou dentro de mim e mesmo não estando mais ereto, ele me virou de costas com cuidado e já começou a mexer de novo. Rapidinho voltava meu tesão e começávamos tudo de novo. Gozamos cinco vezes e foi maravilhoso. Assim que saí do motel, meu marido já me esperava bem pertinho lá. Aí ele me levou pro mesmo motel, louco de tesão, me comeu todinha e nem tomei banho, pq ele queria sentir a porra dele toda dentro de mim. Quando agachei na frente do meu marido, e ele viu minha bucetinha, arregaçada como se tivesse sido estuprada, e escorrendo porra de outro homem, ele quase morreu de tanto me foder. Ainda gozei mais duas vezes com meu marido. Depois disse eu e o Taxista, tivemos vários outros encontros, cada dia mais excitantes. Mas um dia não agüentei e pra não me sentir mal contei pra ele que era um desejo do meu marido que não era traição. Ele adorou a idéia e pediu pra que eu fizesse com ele na frente do meu marido, mas até hj não tive coragem. Mas ainda penso em realizar o desejo dele, com esse mesmo homem.
Depois conto mais sobre os outros encontros. Nesse dia que contei pra ele que era o desejo do meu marido e no fundo, meu tbém, rsrsrsrs. Ele deixou que eu fotografasse ele todinho penetrado dentro de mim e meu marido quase enlouqueceu quando viu as fotos. Não menti uma única palavra. Foi sempre maravilhoso. Depois quando ele percebeu que eu só encontrava com ele se meu marido deixasse mesmo, ele me procurou muitas vezes e rejeitei por medo, não conseguia trair, aí nos separamos. Mas ainda o vejo de longe quando vou na cidade dele e ele continua o mesmo tesão de sempre. Só de escreve aqui, vou ter que me masturbar pq to toda molhadinha de novo.

 

Gostou? Vote no Conto:

24/09/2011 | 80945 visitas

 
 
 
ninfetas sexo gostosas