Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
amadoras gostosas amadoras videos de sexo videos de sexo ninfetas

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Massagem Programada | Acervo de Contos

Massagem Programada

Massagem Programada


Me chamo Caio e faz três anos que tenho um relacionamento estável com Lara. A curiosidade é uma característica de nossa vida de casal, gostamos de apimentar a relação com um filminho, uma navegada na net, uma fantasia com terceiras pessoas, sempre nos provocamos nesse sentido. Lara é uma morena linda com todos os requisitos de uma mulher provocativa, jeito de séria, bumbum bem no gosto do brasileiro, cintura fina, seios médios, boca carnuda, pele macia e uma bocetinha com um gosto único de tão suave, uma mulher de encher os olhos, com 27 anos de idade tem um apetite sexual que me desafia a cada momento, o fato de ser mais experiente, 38 anos, ajuda, já que conheço segredos proporcionados por uma vida sexual sempre ativa. Elegante, faço questão de ternos bem cortados, não dispenso nunca o jogo da sedução, meu jeito de sério esconde um escorpiano safado e insaciável, peito marcado, coxas bem feitas, posso dizer que sou gostoso, rsrs. Os acessórios de sexshop passaram a fazer parte de nossas brincadeiras, comprei um vibrador a Lara para alimentar minha alma de voyer, ela se masturbou com o acessório para que eu assistisse, foi maravilhoso. Numa das idas nas sexshops de luxo de São Paulo comprei um ?Bullet? a Lara, é um ovo vibratório a controle remoto, a possibilidade de usar em publico excitou a ambos. Planejando ousar um pouco mais, marquei uma massagem em Curitiba, falei com o massagista antes e disse que iria assistir a massagem de minha namorada, mas o massagista estava autorizado para elegantemente ir seduzindo Lara e a excitando com toques profundos, sempre respeitando o ?timing? dela e o meu que mesmo só assistindo deveria dar um ok com a cabeça para que a massagem fosse mais adiante. Com Lara combinei que acompanharia a massagem para dar segurança a ela, mas ela usaria o vibrador a controle remoto para ?aproveitar o clímax da massagem?. Eu sempre soube que aquilo ia acabar excitando o massagista, mas disse a Lara que ele não perceberia e eu acionaria bem pouco o vibrador, mas ao mesmo tempo disse que me excitaria vê-la excitada com o massagista. Fomos a Curitiba, o massagista Igor era musculoso, de pele clara era um homem de chamar a atenção das mulheres, deu para ver que Lara gostou do que viu logo ao entrar na sala de massagem. Igor pediu que Lara deitasse de bruços e tirasse o sutiã, ela me olhou e obedeceu, deixei que por longos minutos a massagem seguisse seu profissionalismo, depois, com o controle em mãos passei a acionar o vibrador de forma rápida, desligando-o quase em seguida do acionamento. Lara estava absorta com toda aquela situação, mas eu percebi que Igor notou ter algo estranho, pois o barulho parecia de um celular no modo vibrar. Igor fez o prometido, intensificou os toques, com Lara virada de bruços passava os dedos entre as coxas dela bem próximos a vagina, era nítida a excitação de Lara com aqueles toques. Ele passou a fazer movimentos como quem quer abrir a vagina para a penetrar, vi Lara arrebitando a bunda levemente como quem quer ser penetrada, nesse instante eu liguei novamente o vibrador e ela passou até a gemer baixinho, Igor me olhou e fiz sinal com a cabeça para ele continuar. Igor virou ela de frente e fez outros diversos movimentos gostosos, àquela altura a massagem era puramente sensual, com os seios descobertos Lara ganhou uma deliciosa massagem neles, com direito a apertadinha no bico, o que a deixou louca de tesão, Lara me olhou como quem quer avisar que esta perdendo o controle, foi nesse instante que em resposta a seu olhar eu liguei novamente o vibrador, deixando claro que eles deveriam prosseguir, e assim ficou ligado por quase um minuto, ela deu um gemido alto, não se conteve, neste momento notei que Igor estava excitado, deixando transparecer o grande volume na bermuda branca que ele estava usando, desliguei o vibrador. Igor pediu que Lara virasse novamente de bruços, ela estava excitada ao extremo, ela obedeceu, eis que ele falou pela primeira vez: ?relaxa que vamos intensificar ainda mais a massagem?, ambos me olharam, fiz um sinal de positivo com a cabeça. Com Lara de bruços deixei o vibrador ligado direto, ela gemia como quem esta num ato sexual, nesse instante fiz um gesto a ele mandando que tirasse a calcinha dela, ela viu meu gesto e não apresentou resistência, diminui o ritmo das vibrações por perceber que ela estava quase gozando, ela não parava de gemer, parou de me olhar e virou a cabeça para o outro lado, desta vez, com ela não vendo nada, fiz gestos dizendo ao massagista para tirar a bermuda, o que não sabia é que Igor não estava usando cueca, me surpreendi ao perceber o quanto ele realmente estava excitado, era um pau um tanto mais grosso e comprido que o meu, naquele momento notei que Lara não resistiria. Ele passou a fazer a massagem com o pênis bem próximo ao rosto de Lara, ela percebeu, segurou o pênis de Igor no mesmo instante e passou a masturbá-lo, ele excitadíssimo aproximou seu membro a essa altura latejando, dos carnudos lábios de Lara, ela sem contar tempo sugou aquele mastro para dentro de sua boquinha, chupou o massagista com uma vontade de felina, tirando e colocando de sua boquinha, num delicioso movimento de vai e vem, sugando do inicio ao fim e passando a língua avidamente pela cabecinha. Com ela chupando um pau bem gostoso e com o vibrador ligado Lara gozou naquela posição. Igor não satisfeito deixou Lara de quatro na maca, retirou o vibrador e retribuiu a chupada. Lara ficou novamente lubrificada, mas Igor ainda não havia gozado, eis que ele colocou Lara deitada com o tronco na maca, as pernas para fora, com as plantas dos pés no chão e assim ela ficou numa deliciosa variação da posição de quatro, ele se abaixou até a bermuda, pegou uma camisinha e colocou rapidamente no seu pênis que estava duro como uma rocha. Lara me olhou, achou aquilo demais, Igor já nem me olhava mais, antes que eu permitisse ou não ele a penetrou, ela urrou de tesão, ele começou um vai e vem alucinante, segurando ela pela anca, fazendo Lara de cadelinha, Lara rebolava no pau grosso daquele gostoso massagista, ela me olhava com cara de tesão, não resisti, fui até ela e dei meu pau para ela chupar, ela me chupava enquanto Igor entrava e saía daquela deliciosa bocetinha, nunca vi Lara gemer tanto, eu e Igor xingávamos ela de putinha, vagabunda, ela estava maluca de tanto tesão, todos estávamos e naquela posição gozamos, Igor eu e Lara gritávamos de tanto prazer, enchi aquela boquinha safada de porra. Jamais pensei que nossa aventura fosse chegar a tanto, Lara me prometeu ser massageado da mesma forma por uma massagista igualmente ?habilidosa?, mas isso já é outra história. caiomendes39@hotmail.com

 

Gostou? Vote no Conto:

11/01/2012 | 20934 visitas

 
 
 
bundas amadoras amadoras