Acervo de Contos eróticos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto
videos porno filmes porno bundas bundas gostosas ninfetas

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Consegui fazer minha mulher me chifrar | Acervo de Contos

Consegui fazer minha mulher me chifrar

Já fiz muitos menage a trois com casais amigos, seja eu e um casal, seja eu e duas mulheres. É tudo muito mágico, o tesão aflora de forma louca e nos deixa em transe. Minha primeira vez foi com um casal amigo, ele queriam muito ver sua esposa trepar com outro homem e ela, estava alucinada por isso... Por sua vez, com as duas mulheres foi demais. É difícil descrever a sensação. Minha namorada beijando delicadamente a boca de nossa amiga, elas se despindo, e se acariciando, o meia nove....nossa....muito tesão. Depois de algumas experiências, a vontade sempre aumenta e os desejos também. Mesmo depois de casado não parava de sair com outras mulheres e de ter em mente a vontade de praticar sexo em grupo. Assim, comecei a falar com minha esposa (Dani) sobre estas questões e de como gostaria de vê-la sendo fodida por outro macho, olhar para ela com duas picas à sua disposição, duas bocas para beija-la...enfim, dois machos para ela. A primeira vez que toquei no assunto ela se assustou, mas com o tempo, todas as vezes de estávamos fodendo, fantasiávamos a cena e ela sempre se mostrava receptiva, sempre que estava com a pica toda enterrada na buceta e eu a pedia para imaginar outro macho conosco e ela chupando outro pau... ela entrava em êxtase...e gritava que queria mais pica, outra pica na buceta, na boca...chupar duas picas, beijar dois homens...um macho só é pouco para mim....claro que gozávamos feito loucos. Assim, fui construindo o caminho para levar chifre....No entanto, Dani nunca teve coragem de sair comigo e outro macho, para minha frustação. Mas, eu não desisti. Dani é muito safada, apesar de não assumir que queria dar pra outro macho. Todas as vezes que saiamos, eu pedia para que ela colocasse sempre blusas decotadas, a barriguinha aparecendo, calça justa e calcinha bem pequena. Quando íamos à praia, ela sempre colocava um biquine pequeno e eu pedia para que sempre que possível ficasse d frente para algum homem, e expusesse a bucetinha para ele. Eu ficava com o pau duro sempre, ela mostrando a bucetinha, os caras tarando e ela se expondo...
Quando vi que Dani estava com vontade de dar para outro, tive uma idéia. Como o aniversario dela estava chegando, planejei contratar alguém para ir ao motel. Aí, falei para ela o plano, e imediatamente ela disse não. Fiquei puto, pois seria uma boa oportunidade. Contudo, percebi que ela havia gostado da idéia. Então, mesmo sem ela saber, procurei alguém, e quem procura sempre acha, encontrei um cara (Gustavo) que não era garoto de programa na internet. Ele me pediu umas fotos de minha esposa, eu enviei e ele ficou louco. Envie a mais safada que tínhamos. Ele topou no ato. Assim, planejamos, que seria no aniversario dela. Reservei o motel e planejei com o pessoal do motel e com Gustavo. No dia saímos para jantar (o garçom do restaurante não parava de olhar os peitinhos de Dani), tomamos vinho, pois eu estava excitado e preocupado (meu primeiro chifre). Depois de duas garrafas saímos e eu disse que o garçon não parava de olhar os peitinhos dela, ela já altinha o chamou e perguntou algo, mas inclinou-se ainda mais para que ele visse tudo, até a calcinha dela. Meu pau estava muito duro. Depois disso seguimos para o motel. Chegando lá, pedi mais vinho e a disse que ela seria comida por dois naquela noite...A puta olhou para mim e disse: vc e o garçon? Ele deve foder bem...vamos voltar lá e o chamar? Imediatamente taquei um beijo bem molhado e e levei para a cama....quer dizer que vc agora quer duas picas? Puta safada....quer me fazer de corno? Vagabunda! E Dani afirmativamente falou: claro...quero muita pica hoje... Por que que vc acha que eu sai com esse vestido de puta...Era para fisgar outro macho.... Isso me deixou louco. Fui ai carro e Gustavo já estava na garagem esperando o sinal. Eu peguei as algemas, as cordas e a máscara para deixa-la sem reação. De longe eu a escutava gemendo e gritando que queria levar pica (mal sabia ela o que a esperava).
Retornei, retirei seu vestido e a deixei apenas de calcinha e sinta liga. Em seguida a amarrei e coloquei a máscara para que ela não visse nada. Claro que logo após eu dei um beijo bem molhado nela, e a chupei bem gostoso, até extrair um grito de gozo de minha esposa.... Depois me afastei e falei: agora vc vai ter uma surpresa... Fui até a porta e chamei Gustavo. Ele entrou e ficamos observando Dani, calados. Eu cheguei perto e a beijei novamente, e bem no ouvido disse: puta safada, vc vai ser bm comida hoje e ela imediatamente se contorcendo, falou então bem logo, to ensopada de tanta vontade de levar vara. Lentamente, nos aproximamos eu e Gustavo nus. Então sinalizei para ele começar a tocá-la. Este foi um dos momentos de maior tesão na vida. Minha mulher, quase nua e outro macho a tocando. Lentamente ele foi beijando minha mulher. Explorou com a boca todo seu corpo, lentamente puxou a calcinha para o lado e deixou a mostra sua xaninha, bem depilada e muito molhada, e meteu a língua. Não sei se nesse momento Dani já havai percebido que era outro macho que a tocava, mas sei que ela gemia loucamente e gritava que queria mais e mais...e que queria aquele garçon, que não aguentaqva mais de tanta vontade de dar para dois machos. Então, eu sinalizei para Gustavo e nos aproximamos dos peitinhos dela. Primeiro ele começou a chupar e morder e em seguida foi minha vez (loucura, ver outro macho mordendo os peitinhos de minha esposa, mas a sensação foi exatamente aquela que eu desejava). Dani estremeceu ao sentir duas bocas mordendo e chupando seu corpo... Primeiramente me xingou, mas o tesão em seu corpo era tal que logo cedeu e quando Gustavo passou a pica em seus peitos ela logo abriu a boca e quando mordeu a cabeça percebeu que outra pica e griotu: pronto corninho, agora vc vai ter o que merece, me come seu puto, qual seu nome, picudo, ahhh que pica deliciosa...Uhmmmmm...enquanto ela gemia no boquete Gustavo se virou e começou a chupara a buceta de Dani. Assim ficaram por um bom tempo, e eu tirava fotos e a chamava de puta, e ela me chamava de corno. Agora vou ter que fuder com muitos machos, seu corno...Me come, chupa gostoso, quero gozar em outra boca. Então, preparei a maquina fotográfica, me aproximei e coloquei minha pica na boca dela. Dani gritava de tanto tesão e finalmente, fez o que eu tanto desejava, chupou duas picas. Assim, passamos a noite a fuder minha mulher, e agora sou um ods cornos mais felizes e sempre estamos saindo com outros machos, pois Dani perdeu a vergonha. O último que saímos para fuder foi o garçon. Minha mulher agora é um verdadeira puta e tem levado muita pica

 

Gostou? Vote no Conto:

17/05/2010 | 59472 visitas

 
 
 
videos de sexo flagras flagras