Acervo de Contos

Escreva o seu conto

Escreva o seu próprio conto erótico e envie para o seu publico alvo.

envie-seu-conto

Assine nosso feeds

e receba os últimos contos eroticos do site

 
Recomende o site

Comi a prima e descobri q era corno | Cornos | Acervo de Contos

Comi a prima e descobri q era corno

Ola! Estou de volta hoje vou contar algo que aconteceu quando eu era casado com minha primeira mulher, Patrícia é negra, 1,70cm seios pequenos aquela bunda tradicional das negras, mas o que vou relatar aconteceu com sua prima Sheila, essa morena jambo mais ou menos da altura da Patrícia. Sheila era demais desde que comecei namorar Patrícia ela começou a freqüentar minha casa sempre ia lá com umas micro-saias que deixavam a Patrícia com ciúmes e eu dizia não tinha ver que ela (Patrícia) era mais gostosa ?o que não era mentira?, mas a Sheila era safadinha mesmo, mas o que vou relatar aconteceu depois que Sheila separou do marido e foi passar um tempo na minha casa, eu ficava quase louco com aquelas duas morenas dentro de casa sempre com o mínimo de roupas possível, não era raro tanto Patrícia tanto Sheila andarem só de calcinha, Sheila sempre se insinuava mas depois de um tempo em minha casa e minha mulher marcando em cima nada houve, mas a parte boa veio numa tarde Patrícia me convidou para irmos na casa da tia dela como estava muito quente eu disse que tinha que ficar em casa e digitar um trabalho (na época eu tinha um 386), mas qual foi minha surpresa eu estava só de cueca dentro de casa e chegou Sheila com uma mini-saia que mal tapava a bunda eu disse que sua prima tinha ido na casa dela ela me olhou e deu risada e disse ?eu sei encontrei com ela no caminho ela me perguntou onde eu ia eu disse que ia dar umas voltas que depois ia pra casa? foi então que ela foi ao banheiro e logo me chamou pedindo o papel higiênico como eu tinha um neném pequeno o dito papel ficava junto com os materiais de limpeza então toda vez tinha que levar pro banheiro, mas quando olhei ela tava com a porta aberta como a porta era grande pra poder passar a cadeira ela disse pra mim não jogar o papel e sim alcançar pra ela coisa que fiz com certa naturalidade ela então disse naquele dia ela queria saber o que eu tinha de bom que a prima sempre gabava levantou do vaso com aquela Buceta cabeluda e me perguntou se eu queria foder com ela (os amigos leitores podem Até pensar que estou fantasiando, mas é a pura realidade) eu disse que até que eu sempre tive tesão nela, mas se a prima dela soubesse eu tava morto a safada me disse que se eu não contasse ela nunca ia contar, eu ri E dei uma ajeitada no meu pau que já tava duro só de ver aquela morena ali seminua ela disse ?não temos pressa, pois a Pati vai demorar lá em casa você sabe que quando ela vai ela demora? eu disse por ta mim tudo bem foi quando ela pediu pra mim tirar o meu pau da cueca ela olhou e ainda disse que meu pau era bonito não era tão grande mas parecia gostoso, ai eu disse quer provar pra ver se ele é gostoso? Ela baixou e botou inteiro na boca e mamou feito uma vaca quando ela via que eu estava quase gozando ela apertava ele na boca deu uma tirada e disse pode gozar, mas quero tomar tudo e voltou a mamar com o tempinho que ela deu falando aquilo me deu tempo de recuperar um pouco o fôlego o que fez com que ela pudesse mamar por mais tempo, mas logo gozei ela engoliu tudo e me disse agora quero foder na cama da Pati eu queria ir para o sofá, mas a vadia queria era meter na cama da prima fomos para o quarto ela deitou eu ainda tava com o pau mole terminei de tira sua roupa e fui beijando cada centímetro do corpão de Sheila, ela gemia e pedia que eu chupasse sua buceta como eu fazia na prima dela foi então que eu abri a bucetona dela cabeluda e comecei mamar como uma criança, a buceta dela era enorme por fora aquele tipo que quando bota uma calça apertada não tem como esconder o volume (tinha vezes que chegamos a dizer que pelo volume Sheila devia ter um pau e não uma buceta, mas graças a deus que era uma linda buceta) fiquei ali chupando a buceta dela que emanava um cheiro forte de mijo e um gosto que dava a entender que ela tia fodido e não tinha lavado, chupei por volta de meia hora até que vi ela se retorcendo e quase aos gritos anunciando que ia gozar logo ela parou e num espasmos senti escorrer aquele caldo da buceta dela, não satisfeita ela virou de bruços e perguntou ?vai dizer que você nunca desejou essa bunda? eu só balancei a cabeça concordando ela abriu as bandas da bunda, foi ali que tive certeza que a safada tinha trepado antes de vir a minha casa, pois dava pra ver que tinha porra no cú dela, antes de lamber o cú dela perguntei ?me diz uma coisa você já fodeu hoje não?? ela disse ? eu vou te contar, mas você tem que me jurar que não conta pra Pati que eu te falei? fiquei impaciente e disse ?vai fala? ela disse ? na verdade encontrei com a Pati na entrada do motel e foi ela quem me disse que você estava sozinho em casa ai eu perguntei se eu podia vir aqui ela Disse que sim que você sempre dizia que queria me comer.

Eu ri e disse que sim, mas que o trato era que Patrícia ia participar, ela riu e perguntou se eu sabia onde a Pati tinha ido eu disse que já imaginava, ela disse ?como imaginava?? eu disse por que quando ela me convidou pra ir na tua casa e eu disse que não ela disse que ia me fazer uma surpresa, mas te confesso que pensei outra coisa, foi ai que ela disse ?então me coma já disse quero que faça tudo que você faz com aquela puta da Patrícia? foi então que deitei sobre ela, ela pegou meu pau que estava como aço e botou a cabeça na entrada e eu meti tudo de uma só vez ela só disse ?ai ta certo que eu dei ele hoje, mas vai devagar doeu? eu disse é assim que como o cú da Patrícia você não queria igual?, Ela rebolava mexia e graças a deus até que sou bem controlado pra gozar e como tinha gozado na boca dela pude aproveitar bem aquele cú, ai eu sai de cima dela e mandei ela erguer as pernas e fui por cima pelo tamanho das buceta não dava pra imaginar que fosse apertada, mas pra minha surpresa era Muito quente e apertadinha começamos um vai e vem frenético ela só me disse que não era pra mim gozar dentro da buceta dela eu disse que era pra ela não se preocupar que eu ainda ia comer mais seu cú, quando eu estava quase gozando sai de cima e fiquei uns dois minutos quieto como morto ela veio por cima e começou a me beijar daí eu disse pra ela ficar de cócoras e sentar com o cú no meu pau, entrou fácil ela começou a cavalgar e eu com a visão daquele bundão gostoso como era ela que estava no comando deu tempo só de eu pedir pra ela sentar e ficar parada e comecei a gozar enchi o cú da priminha de minha mulher ela levantou foi ao banheiro tomou banho eu fiquei deitado com meu pau todo melado ia esperar a Patrícia chegar Sheila veio e me deu um beijo e disse adorei, mas da próxima então vai ser com nós duas.

Depois que Sheila saiu não demorou meia hora Patrícia chegou como quem não quer nada veio logo e me deu um beijo na boca e foi logo cheirar meu pau deu uma lambida me olhou e disse ?então gostou do presente que te mandei?? eu disse ?vagabunda tua prima é uma delicia. E você gostou de passar à tarde na casa da tua tia? Ela disse veja você mesmo e tirou a roupa e colocou a bucetona na minha cara senti o cheiro e o gosto de porra sair da buceta dela. Ai eu perguntei como ele era ela tentou disfarçar ?há amor normal? eu disse ?normal? Tua buceta ta toda alargada e você diz normal??ela disse ?ta vou te falar! ?Na verdade era muito grande bem maior do que o do Cristiano pelo que você me fala de tamanho acho que tem uns 23 cm e olha amor muito grosso, veja como ficou meu cú?. Ai ela abriu mais a bunda pude ver o cú dela estava tipo todo lanhado ela virou e começou a me beijar e dizer ?obrigado amor adorei sempre quis ser uma puta de verdade agora sou e acho que você não deve se considerar um corno acho que você só é um marido que sabe satisfazer tua mulherzinha, sabe eu até senti ciúmes de saber que a Sheila ia ter teu pau como eu tenho, sabe amor mesmo eu tendo adorado foder com outro não quero repetir sem você?. Eu perguntei ?como que você sentiu o pau dele a primeira vez?? Ela disse ele meteu em mim de pé mesmo, primeiro ele me botou de quatro e chupou um tempão minha buceta depois eu que fiquei de joelhos e chupei até minha boca doer ai ele me escorou na parede e meteu eu gritei quando entrou tudo, mas o que eu sofri mesmo foi quando ele meteu no meu cú gritei quase chorei, mas não podia parar, porque eu tinha que te provar que sou tua, e que faço tudo pra provar que eu te amo? e continuou falando a aquilo me deixou de pau duro como ela Patrícia estava deitada em cima de mim só dei uma ajeitadinha no pau que entrou com maior facilidade pela largura Patrícia levantou e cavalgou feito uma vadia coisa que agora ela era de verdade, mas não pudemos terminar naquele momento logo o telefone tocou era da escolinha do meu filho avisando que ainda não tinham ido buscar o moleque, mas a noite foi mágica se os amigos leitores quiserem saber mais só pedir que conto.

Espero que tenham gostado acho que ficou meio longo, mas acredito que bem excitante



Se você mulher ou casal do Rio Grande Do Sul quiserem entrar em contato basta me Add no MSN ou e ou no Orkut, mas friso que procuro pessoas sem preconceito e normais, pra mim não importa a idade ou cor não busco dinheiro ou algo do tipo prezo só pelo prazer então pra mim não há limites



MSN



Kazablank1@hotmail.com

Orkut

kazablank@hotmail.com



Também curto sexo virtual com webcam

 

Gostou? Vote no Conto:

47226 visitas